17 abril 2013

33

Mercado Persa 2013 - Os concursos - impressões, sugestões e sempre um mimimi...



Meninas, continuem postando suas impressões gerais sobre o Mercado Persa 2013, a opinião de vocês é super importante, não só para servir de alerta aos organizadores do MP, mas também para auxiliar a outras organizadoras de evento Brasil afora, para que os eventos fiquem cada vez melhores, e as professoras, alunas e bailarinas cada vez mais motivadas a participar, tcherto?

Vamos aos concursos do Mercado Persa 2013.

Este ano tivemos uns 20 concursos rolando no Mercado Persa. Adoro porque, na teoria (e bem na teoria), quanto mais concursos, mais qualidade na apresentação das coreografias, certeza de boas apresentações. Porém, com uma quantidade tão grande de concursos, não havia como não "encavalar" categorias no mesmo horário - se você quer acompanhar, eleja algumas categorias, e as outras, "paciência".

No meu caso, grifei: solo juvenil, amador, profissional star, profissional master, tribal feminino, grupo clássico, grupo folclórico, grupo moderno. Infelizmente não pude seguir meu cronograma porque no sábado, as eliminatórias dos solos juvenil e amador foram no mesmo horário - acabei assistindo ao amador, o grupo clássico e o solo tribal também foram no mesmo horário - assisti ao solo tribal pois minha amiga Mari Garavello estava competindo e no domingo a final do amador e do profissional star foi no mesmo horário, fiquei no profissional star.

Quanto à organização do concurso, percebi alguns problemas que podem ser melhorados para o próximo ano: ficou visível uma certa confusão da equipe organizadora com a ordem das apresentações e com as músicas, e com a equipe responsável por cuidar dos jurados. Estive muito próxima de uma situação lamentável em que, no concurso juvenil, uma confusão da organização levou uma das meninas a ser informada que estava na final, e ela não estava. Pensem na expectativa da menina, que foi pra casa pensando que tinha ido pra final, acordou cedo no domingo, ou nem dormiu (a final era 8h45), se arrumou, treinou a coreografia mais algumas vezes, e quando foi entregar o CD foi informada que não estava na final. E pior, a organização se isentou de qualquer responsabilidade sobre o fato. Um sonho desfeito. Se acontece com um adulto, tudo bem, porque embora a situação seja inaceitável, estamos mais acostumados às injustiças da vida. E quando acontece com uma criança, um pré adolescente??

Para quem estava na platéia do lado esquerdo era bem vísivel o comportamento dos jurados, e quando assisti às apresentações nesta área, pude testemunhar um comportamento inaceitável de algumas equipes de jurados: a conversa era excessiva e efusiva, atitudes um tanto quanto questionáveis quando se precisa prestar a atenção na apresentação que acontecia no palco, já que em algumas categorias, o título se decide no detalhe. Em alguns momentos havia juradas em pé DANÇANDO. Fico bem curiosa para ver as fichas de avaliação desses jurados, sinceramente, e credito certos resultados inexplicáveis a esse tipo de comportamento também.

Falando especificamente de algumas categorias agora...

Nas eliminatórias, o que me chamou mais a atenção foi a quantidade de calcinhas que tive o privilégio de ver no concurso amador. E vi, inclusive, uma ausência de calcinha. Enquanto amante da dança, estudante, bailarina, achei lamentável. Como esposa, cujo marido estava na platéia, fiquei PUTA DA CARA. Alow galera, vamos prestar atenção no figurino, nos giros, nas fendas frontais, enfim, porque o júri fica no mezanino, mas o público fica embaixo: o nível de visibilidade é 100%. Fiz até uma enquete com as amigas que estavam presentes no evento: ver a calcinha é motivo para despontuar em um concurso? E a ausência de calcinha??? Acompanhem o resultado:



Brincadeiras à parte agora, calcinhas acabam "artistas" quando a dança é aérea demais, quando se gira muito, quando pernas sobem além da conta, e na eliminatória, quando a música é improvisada, percebo uma preferência por este tipo de movimento, que parece dar mais impacto na apresentação. Como gosto de uma concentração maior nos movimentos de quadril, pra mim, opinião pessoal, acaba sendo um sintoma ruim do rumo que os concursos estão tomando.

Categoria Solo Amador

1º) Karine Anuário Borges
2º) Maria Laura Rocha F. Semolini
3º) Juliana Borges de Amorim

Não pude assistir à final do Solo Amador, mas assisti as eliminatórias, e achei difícil alguém tirar o título da concorrente Jessyca Lima. Porém, logo após o encerramento das eliminatórias, a concorrente foi chamada à área dos jurados, e não vi se ela foi para a final.

Em relação às apresentações nas eliminatórias, vi muito potencial, e já não é o primeiro ano que as amadoras arrasam. Mas percebo uma necessidade de separar a categoria "semi profissional" da categoria amadora (como já acontece em diversos segmentos de dança), porque o nível de algumas competidoras simplesmente não pode ser chamado de amador. Você classificaria uma apresentação dessa no vídeo como amadora?



O Mercado Persa não costuma alterar muito as músicas clássicas utilizadas nas eliminatórias, mas ainda assim percebi uma certa deficiência de repertório, então fica a dica para as professoras: ao invés de treinar exaustivamente a coreografia da final, estimulem o treino de improviso com as músicas clássicas, porque se a aluna não passar dessa etapa, de nada adianta se matar de treinar a coreografia.

Grupo Clássico

1º) Grupo de Danças Árabes Mahira Hasan
2º) Grupo Andrea Gaya
3º) Belly Shine

Acredito que a decisão nesta categoria tenha ficado mesmo no detalhe, porque os dois primeiros grupos eram muito bons. A coreografia da Mahira tinha uma movimentação de palco muito interessante, mostrou bastante quadril, e fez uma leitura fiel da rotina clássica. Percebi alguns mínimos erros de sincronismo, mas que ficaram pequenos diante da beleza da coreografia e da competência da execução. O cuidado com o figurino também tem que ser destacado, que saia belíssima. Resultado justo, parabéns.




Vi poucos grupos clássicos, mas alguns dos que vi me chamaram a atenção por ter escolhido músicas modernas - e acredito que os jurados tenham julgado isso também: a escolha de repertório. É um ponto no qual temos tocado bastante aqui no blog: expandir repertório, conhecer música árabe, saber diferenciar uma música clássica de uma moderna - não é porque a saia é godê e o figurino de duas peças no grupo clássico que pode descuidar do repertório gente!!! 


Grupo Folclórico

1º) Grupo Munira Magharib
2º) Cia Ayouni
3º) Cia Michele Pletsch de Danças Árabes

E Munira Magharib conseguiu um feito que eu considerava impossível: ser bicampeã consecutiva do Mercado Persa. O grupo estava muito bonito, extremamente bem ensaiado, mas o meu coração bateu muito mais forte na pegada do Dabke da Cia Ayouni. Achei a coreografia mais vibrante, os bailarinos mesmo preocupados com o júri conseguiam estabelecer um contato visual bacana com o público, time bem ensaiado, enfim. Queria muito ter visto a Cia Michele Pletsch, mas quando subi elas já haviam se apresentado. Quem tiver o vídeo de Michele Pletsch, PELAMOR, coloca pra gente, um Mouwashahat super bem recomendado pela querida Lucy Linck. Também nessa categoria acredito que o título tenha sido decidido no detalhe, então, parabéns às meninas de Munira. 



Não posso deixar de citar o grupo que apresentou um Falahi PERFEITO, quando vi as meninas pensei na hora: "já ganhou, já ganhou, já ganhou", até que.... no final da coreografia duas meninas satirizam, e levantam a saia pra mostrar a ceroula de coraçãozinho. Gente... como assim? Folclore não é para ser cômico, é para ser característico, retratar com a maior fidelidade possível a realidade de um povo ou uma região. Outro ponto é, novamente, o repertório: tinha grupo folclórico com música moderna. No comments.

Outros vídeos:
Pandora danças - Karsilamas - http://www.youtube.com/watch?v=uV9cqypI6e8


Categoria Solo Profissional Star

1o. ) Carol Berdacki - PR
2o. ) Isis Mahasin - SP
3o. ) Jannah Huriyat - SC

(Olha o Sul "rapelano")

Percebi uma sensível melhora nas performances eliminatórias no quesito repertório. Não posso deixar de pontuar que a maioria das meninas sabia que música estava dançando, deixando para julgamento mesmo só a qualidade técnica. Assim é gostoso de assistir a um concurso, palavra!

Resultado justíssimo. O tema era véu, e Carol Berdacki trouxe uma perfomance de véu digna de Petite Jamila, se Miles Copeland estivesse na platéia, ela já estaria contratada para fazer parte das Superstars. Embora estivesse torcendo pela linda Charleny Bueno (que talento essa menina), e prefira mais quadril na execução, a técnica de véus de Carol foi soberana, e ela soube desenvolver muito bem o tema. 



A Ísis foi maravilhosa, conheço a dança dessa menina, e ela é uma inspiração. Dança desde muito pequena, tem uma precisão incrível nos movimentos, foi a única competidora que realmente fez leitura musical com o véu, mas em alguns momentos a coreografia parecia apressada demais, foi esse detalhe que fez a diferença. Se ela tivesse sido um pouco mais calma em alguns momentos da coreografia, e não valorizasse tanto a leitura com encaixe/desencaixe, os jurados iriam ficar em maus lençóis na decisão. Agora olha que GRAÇA a leitura musical de "Shirin" que ela fez na eliminatória:




Outros vídeos:
Bruna Nassif - http://www.youtube.com/watch?v=CIufWks2-88

Categoria Solo Profissional Master


1o.) Linda Hathor - PR
2o.) Cristal Kasbah - SP
3o.) Vanessa Castro - PR

Antes do concurso eu tinha a impressão que a Chrystal era a mais preparada para ser a vencedora. 
Nas eliminatórias eu pensei que algum detalhe poderia tirar dela o título, mas na final do concurso eu tinha certeza absoluta de que ela seria a vencedora. Porque a dança da Chrystal, embora incorpore alguns movimentos escalafobéticos de impacto, é muito chão, tem muito quadril, é dança do ventre. O júri não concordou comigo, infelizmente.

A Linda é linda mesmo, mas a dança dela é aérea demais, no taksim da música coreografada o derback e o violino estavam gritando - e ela estava fazendo arabesques, girando, crescendo, quando a música gritava pelo movimento mais contido, ou pela marcação. Por isso acabei achando que a Chrystal levaria, mas tudo bem né...

Agora o que ficou feio demais foi aquela música clássica picotada que a Nesrine foi obrigada a dançar na final (veja o vídeo abaixo), aquilo foi inaceitável porque a música era escolhida pela organização do concurso. Então quer dizer que a equipe responsável pelas músicas não testou os CDs antes de colocar para as bailarinas dançarem? Outro ponto, é que coloca em cheque, inclusive, a lisura do concurso, porque não é segredo para ninguém que a Nesrine é capa da Revista Shimmie, concorrente da Oriente.



Outra coincidência que deve ser melhor observada pela organização é: o concurso master tem 6 concorrentes - dá para planejar com antecedência, escolher bem as músicas, procurar não repetir as músicas de um ano pro outro pra não ficar manjado. Mas, não houve este cuidado, e Linda Hathor acabou dançando a mesma música "Fi youm we lela" ano passado e este ano. Ou seja, se ela assistiu várias vezes a apresentação do ano passado para tentar identificar o que tirou dela o título, já tinha várias sequências prontas na mente - já não poderia ser mais considerado improviso. Tanto que vejo muita semelhança nas duas danças.




Veja outros vídeos:

Nesrine - 1o. Fase - http://www.youtube.com/watch?v=s5m6wPgX-bM
Nesrine - 2o. Fase - http://www.youtube.com/watch?v=GjZZl_d-z9A
Chrystal - 1o. Fase - http://www.youtube.com/watch?v=cTE5_Sul8Xs
Sasha Holtz - 1o. Fase - http://www.youtube.com/watch?v=pu3V_n1lZtA
Sasha Holtz - 2o. Fase - http://www.youtube.com/watch?v=-dWILPZoaCg
Vanessa Castro - 1o. Fase - http://www.youtube.com/watch?v=17uP7DeZpNM (escolha corajosa, acho essa música mega difícil)


Grupo Moderno

1º) Núcleo de Danças Ju Marconato (nota máxima: 250 pontos)
2º) Núcleo de Danças Cínthia Santos
3º) Cia de Dança Studio K

Bom gente, essa categoria foi a que me entristeceu, de verdade. Vamos lá: o título ficaria entre essas duas escolas, era nítido. As meninas de Ju Marconato estavam lindas, figurino lindíssimo, boa sincronia, enfim. Mas o Núcleo de Danças Cinthia Santos trouxe uma performance com fan veil que eu nunca tinha visto nada igual, coisa de Cirque du Soleil, comissão de frente nota 10 de escola de samba, coisa de louco. As meninas vinham com os véus fechados, evoluíram bastante, e quando abriram todos os véus, o conjunto formava um dragão. Daí elas passaram a se locomover e era como se o dragão se movesse, foi simplesmente surreal. Claro que, sendo o foco da coreografia no véu, faltou quadril. Mas era algo tão lindo, tão impactante, todo mundo ficou tão de boca aberta, que fiquei seriamente decepcionada em não vê-las com o título. É aí que considero que o "peso da faixa" contou mais do que a criatividade e execução. Pena.



Solo Tribal:

1º) Mariana Garavello
2º) Jéssica Tamara Júlia Nunes
3º) Gabriela Silva Garcia

Não posso opinar sobre essa categoria porque a Mari é minha amiga, e testemunhei seu esforço para obter este título, vi as bolhas de seus pés na sexta feira de tanto ensaiar. A maquiagem era "grife" Vera Moreira, kkkk... Mas eu só quero fazer um comentariozinho rápido: a dança é sempre mais importante que poses e caras e bocas. Vi algumas coisas boas, e vi umas coisas medo também. A Mari rapelô, foi extremamente aplaudida pelo público, não apenas ao final de sua apresentação, mas também na premiação, o que comprova sua superioridade na competição. Parabéns neguinha!!!



Vamos às categorias que não assisti, mas que estavam sendo ultra comentadas:

Solo Profissional Sênior

A final do Sênior foi na sexta à noite e eu não pude assistir. A vencedora foi a Níjme, foi minha professora, então não vou tecer comentários. Mas havia uma comoção muito forte pela bailarina Cristina Antoniadis, o povo tava nervoso MESMO porque ela não levou o título. Então, parabéns à Cristina que tocou o coração do público, e virou, de fato, campeã moral da categoria. Ontem assisti o vídeo dela várias vezes, hoje procurei pra caramba e não achei, se alguém achar, por favor, coloquem na caixa de comentários. 


Não assisti a nenhuma, nenhuma mesmo, performance de fusão nos campeonatos do Mercado Persa, mas ouvi comentários de várias pessoas, principalmente sobre o "tema" da fusão. Gostaria muito de saber dos jurados o que é avaliado neste quesito, visto que na maioria das vezes os resultados são muito questionados. 

Bom galera, estas são minhas impressões dos concursos que assisti, gostaria muito de saber a de vocês, se assistiram a outros concursos, quem são seus preferidos. Quem tiver endereços de vídeos, coloquem na caixa de comentários, assim, quem não pôde ir ao MP pode saber sobre tudo o que aconteceu nos concursos por lá. PARTICIPEM!!!



33 comentários:

  1. Vídeo da Cristina Antoniadis, está no perfil do face da Marilene Cardoso. Coloco o link aqui, mas parece que ela vai mandar para o youtube também. https://www.facebook.com/photo.php?v=438261812933457&set=o.393259707375407&type=2&theater

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aninha, valeuzassooooooo!!! A Cris dançou lindamente, pago um pau pra quem leva solo de percussão pra concurso!

      Excluir
  2. Então verinha tmb sou mega fã de dançar sem instrumentos torci muito para as q pegaram pódio i fiquei feliz d+ com o resultado .... sobre o concurso oq mi deixou muito incomodada foi o som do palco a pois além d estar mega alto estava falhando em peso os cds dos. grupos inclusive o meu....bjos amor ah e obrigada mais uma vez pelo elogios ...charleny bueno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Charleny, eu é que agradeço sua presença aqui. Filmei sua apresentação, postarei até o final de semana pra galera poder apreciar. Você arrasou, tem um futuro absurdo na dança, e eu quero estar aqui aplaudindo de pé. Um beijo enorme.

      Excluir
  3. Que diabos foi aquela música cortada para a apresentação da Nesrine? aiaiai viu, se eu fiquei p*** da cara vendo pela internet, imagine se eu estivesse lá. Já passei por um constrangimento assim, e mesmo sendo um caso eventual que não era competição nem nada, mas a gente fica hiper fula da vida, qdo do nada no meio de nossa dança a música some... affff.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato Aninha, o pior é ver um certo descaso, porque se fosse comigo, eu ia dizer pra minha equipe de organização: "Gente, se der alguma coisa errada com a música dessa menina, vão achar que foi roubado, então, tenham atenção triplicada, pois não quero sombra de dúvida com o meu nome." Mas infelizmente nem todo mundo pensa assim né?

      Grande beijo flor!!!

      Excluir
  4. http://www.youtube.com/watch?v=MFyOH6q2ZoA&feature=youtu.be No tubão o vídeo da Cristina Antoniadis.

    ResponderExcluir
  5. Quais os critérios para ser considerado amador? A Jessyca Lima dá aulas, é professora, então ela deveria ter concorrido no profissional, ou isso não tem nada a ver?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anônimo! Poderia ter assinado né? Puxa que chato!!!

      Eu não sabia, realmente, que a Jessyca Lima dá aulas, me senti "A" desinformada agora. De fato ela foi chamada para a área dos jurados depois das eliminatórias, mas tive informação de que ela foi para as finais, será que alguém a reconheceu? Porque se algum jurado a reconhecesse o correto seria desclassificar direto, e não deixá-la ir pra final para só depois tomar uma atitude.

      Aqui no Amar el Binnaz somos terminantemente contra essa injustiça de bailarinas profissionais competirem como amadoras.

      Excluir
  6. Também vi muita calcinha e não foi apenas no amador não. Assustador! kkkkk. Só a titulo de correção, a Jannah Huryat 3ª colocada do Star é do PR não de SC. E a primeira fase do master tb foi improviso. E quando vc diz que a dança da Linda não pode mais ser considerada improviso, acredito que de nenhuma corrente...era nítido que todas sabiam de cor as músicas, não é "culpa" delas, falha da organização que não muda o repertório.
    E apenas uma opinião minha sobre o master, a 1ª apresentação da vencedora foi impecável, não apenas tecnicamente..foi de emocionar, acho que isso deve contar, pois o carisma e a interação com o público fazem parte do conjunto todo.
    E as fusões, não entendi nada...vi grupos e duplas qe simplesmente não usaram nada de dança do ventre :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gentchyyyy, assina, pelamordeDeus!!!

      Eu achei que a Jannah Huryat fosse de SC porque ela era aluna da querida Camilla D´Amato, por isso a confusão.

      Em relação à música da Linda, seu comentário é muito coerente: se as bailarinas são profissionais master, de fato elas tinham que conhecer muito bem as músicas, até porque uma deficiência séria do Mercado Persa é justamente a repetição do repertório. Mas pense o seguinte: se eu perdi uma competição que era muito importante pra mim, eu irei assistir o vídeo de minha apresentação 1 trilhão de vezes pra tentar identificar o que me tirou o título. Quer dizer, qualquer pessoa competitiva faria o mesmo. É aí que mora o problema: ela deve ter dedicado um tempo a estudar os vídeos, e por consequência a música também.

      Existe uma diferença entre conhecer a música porque já ouviu algumas vezes, colocou em sala de aula algumas vezes, e estudar a fundo uma apresentação com uma determinada música: é óbvio que seu desempenho na próxima vez dançando aquela música em específico será bem melhor.

      Beijocas, obrigada pela participação. Só não esquece de assinar na próxima, tá????

      Excluir
  7. A Jéssyca não dá aulas, pq tava no amador???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, Verinha, sou menino e vou me intrometer no clube da Luluzinha, posso? hahaha

      Meu, eu não fui ao Mp este ano, assim como não fui ano passado, em parte por prezar pela minha saúde, pois se tem um cara que fica "P" da vida com injustiças e resultados duvidosos, esse cara sou eu. (piadinha péssima, eu sei .rs).
      Eu quando vejo uma bailarina talentosa e que sabe o que está dançando ser injustiçada e mal avaliada, fico revoltado, tenho taquicardia até.

      Mercado Persa é algo que me intriga, pois todo mundo fala mal, sabe que na maioria das vezes quem dançou bem não vai ganhar, e quando ganha o prêmio nada mais é do que uma medalha de latão... Sendo que se juntar todo o dinheiro gasto por uma competidora no evento, da pra pagar uma viagem até a Argentina pra fazer aulas com a Saida...Mas ok, como dizem, o concurso é "vitrine".

      Algo que me incomoda muito, e não só no mp, mas em qualquer concurso, é a falta de comprometimento do juri... Canso de ver jurados falando de show que fizeram, dos caras que pegaram na noite anterior, do esmalte, do cachorro, enfim, de tudo, menos da dança da bailarina... Pô, se aceitou estar ali, então faça jus á sua posição e avalie cada movimento, tecnica, carisma, não desgrude os olhos da pessoa que está sendo avaliada.
      Em um concurso há alguns anos, presenciei um jurado bêbado indo ao banheiro no meio de uma apresentação da categoria profissional.

      Pro juri pode ser só algo simples, mas pra quem está ali, dando a cara a tapa, significa muita coisa.

      Quanto ao profissional Star, acho que a Linda foi realmente linda.
      Mas, na minha humilde e amadora opinião, a Chrystal merecia mais, ano passado a Linda foi simplesmente SENSACIONAL, no solo deste ano, achei que ela "encheu linguiça" demais, faltou mais criatividade, ainda mais dançando Joumana, que é dificílima devido a variação de ritmos, porém altamente estimulante, e senti falta de mais movimentos, ainda mais a Linda sendo tão talentosa... É fogo, parece que quando a bailarina é talentosa, nós do publico acabamos exigindo cada vez mais...rs
      Linda mereceu sim , pelo talento e empenho, mas acho que a Chrystal fez uma dança mais impactante, criativa e poética.

      Acho que foi a 1ª vez que as vencedoras dos primeiros lugares, em grande maioria ganharam por ter talento e não por motivos desconhecidos como todos os outros anos...rsrs

      Excluir
    2. Então Samantha, eu não sabia que a Jessyca dá aulas, baphão master...

      Excluir
    3. Michel, ano que vem vc TEM que ir comigo ao MP, vc tinha que estar no vídeo falando da "Dirce e o negresco", só faltou vc.

      O comportamento do júri foi qualquer nota, se eu estivesse competindo eu ia ficar muito puta, o pior é que as bailarinas na área de espera tinham plena visão do que o juri estava fazendo lá. Lamentável.

      A Chrystal foi perfeita, dançou demais, levantou a galera. Mas como eu já disse antes aqui no blog, coração de gente e cabeça de jurado de dança do ventre é terra que ninguém anda. Vai entender...

      Excluir
  8. Vera na publicação abaixo você disse que o MP era tipo aquele parente que você sente saudade e quando ele chega põe uma vassoura atrás da porta! That's it!

    Ano passado eu participei do concurso Tribal, não teria pego qualquer colocação no podium tanto porque tive um problema com meu figurino mas o júri não estava dos melhores não! Lembro que tinha apenas uma pessoa no júri que conhecia o Tribal e o resultado foi bem espantoso. Este ano qualquer coisa que eu diga vai parecer tendencioso mas o concurso de Tribal teve uma melhora significativa. Além de ter mais de uma pessoa conhecedora do Tribal no júri eu acredito que ter dois homens também ampliou o olhar para as performances... Apena chateia ver que a categoria tribal ainda é meio perdida, é nítido que muitas pessoas não conhecem bem a estrutura do estilo e ainda acham que fazer um montão de caras feias e usar músicas bizarras compõem uma performance tribal....

    OREMOS! rssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahn, é a Mari Garavello! comentei com o login da loja rsssssssss

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Verinha!

      Então, eu e minhas amigas só fomos ao MP no sábado e ficamos somente no salão A.
      Vamos lá...
      Eu e elas achamos que o concurso Amadora estava beeeem melhor do que o profissional star rsrs... quanta repetição! Comentei com elas que tinha a impressão de ver a mesma pessoa dançando, só mudava o figurino - arabesque, arabesque, arabesque e, dv que é bom, quase nada rs. Falta personalidade. As bailarinas só querem mostrar peito, cabelo, figurino e... calcinha! Muitas calcinhas sob fendas desnecessariamente escandalosas (inclusive, uma das meninas que aparecem primeiro no seu vídeo estava com uma saia que só Jesus...).
      Ahhhh, a Jessyca! Como dança! Eu e minhas amigas a cumprimentamos pela dança dela, que parece ser um doce de pessoa. Realmente, ela pode ser considerada uma profissional, até mesmo pelo fato de já dar aulas (nada menos do que na Shangrilá house). Acredito que, por causa da idade dela (15 anos, se não estou enganada), ela não poderia competir como profissional. Achei estranho também o fato de uma menina que concorreu com ela nas eliminatórias ter ido para a final (o nome dela é Bárbara). Será que a Jessyca foi desclassificada??
      Bem, passemos para a categoria 'grupo fusão'. Vi vários grupos que dançaram música moderna, com figurino moderno, como se fosse fusão - mas, não era. Eu e as meninas ficamos na dúvida, pois, uma hora, parecia que fusão era mix de dv com outra modalidade, como flamenco, country etc. Depois, parecia que era fusão pq tinha algum elemento de tribal fusion... Afffff! Mas, gostei do resultado; ao meu ver, tinha bastante a ver com a proposta: http://www.youtube.com/watch?v=-yf4ivkxcEU
      Para finalizar, a feirinha...achei que não tinha taaanta coisa interessante (gostei muito de uns figurinos egípcios que vi, mas, por R$ 750,00, não dá, pelo menos para o meu bolso :s!)e estava tudo com um preço salgadinho. Só comprei uns cds e mais nada.
      Ahhhh, também achei que a decoração não estava tão bonita este ano.
      Apesar de tudo isso, houve momentos muito bons; e o MP aindda continua sendo o ápice dos eventos de dv em SP - e no Brasil.
      Beijinhossssss!

      Excluir
    2. Vishh, esqueci rsrs....
      Houve duas candidatas do profissional star de quem gostei muito. Uma foi a Mariana (Isis Mahasin), cuja dança admiro há um tempão... a outra, não conheço, mas se cham Elaine. Foi a última a dançar nas eliminatórias com apenas mais uma candidata. Porém, não foi classificada para a final (acho que não vi a moça que concorreu com ela entre as finalistas), e eu, sinceramente, não entendi o porquê. Segue o vídeo:http://www.youtube.com/watch?v=5rcZPidpUcg

      Agora sim, beijinhossss!

      Excluir
  10. 1- Lucy Link você é tão linda! 2- Samy, sua gargalhada é TUDO nessa vida! 3- Nanda que saudade de você- quero sorveteee!

    Verinha. Tô passada, mesmo. Pensando se vai ser MESMO uma boa idéia eu ir te acompanhar ano que vem. sei não viu. Preciso elaborar uma maneira 'educada' de escrever sobre o que eu penso do MP...enquanto isso, vou dizer o seguinte: Joelam musa dando dica da segunda pele e calcinha chocolate, gente, preciso mesmo disso nessa altura do campeonato? que tristeza pra nossa arte, lembro que eu tbm escrevi sobre isso no meu livro, mas olha isso deveria ser obrigação do povo saber e praticar! cadê essas professoras, tão ensinando o quê? cadê gente? ai, me estresso. Vera, teu marido é uma figura, gostei logo de cara.

    Ví o video da Nesrine e tbm vi no facebook o perfil do MP ficando bravinho que a Nesrine deveria ter dito que doi dada uma 'segunda chance.' Hã?? Como? um tempo em que ja existem mesa digitalizada, Md, pen drive, como é que usam cd num evento desse porte??? e que bailarina- salvo a rainha Nesrine- tem condição e preparo emocional pra voltar em cena e o juri deve 'fingir que nada aconteceu?' ai, que eu morro, morro.

    Decoração brega. Iluminação insuficiente e nada cênica. MAS...gente feliz, gente do Brasil todo, gente que já está me enviando folder de propaganda de workshop com o titulo 'segundo lugar no Mp' 'semi finalista de sei la o que no Mp'...enfim. É ruim, é vitrine mas todo mundo gosta e vai - a maioria.

    Então fico aqui, recolhida no meu cantinho e quietinha. Já que eu não vou, nunca fui e olha que ja enviei muitos emails com sugestões para melhorias e ja até tentei ter stand pra lançar meu livro la, nunca me responderam. então fica assim: a gente aprende que como em tudo na vida, tem as coisas boas. #oremos.

    E quero registrar aqui o seguinte: VERA/AMAR PARABENS por ir ao local e contar SUAS OPINIÕES para todas nós, é um investimento seu, uma manifestação sua, mas que de alguma maneira nos permite acompanhar o evento e ter nossas próprias opiniões. SHOW!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciana!!
      Adorei a sua opinião que como sempre é revestida de muita lucidez!!

      Vou me ater apenas ao ocorrido com a Nesrine, e ao comentário desnecessário, deselegante e completamente INFELIZ de algum representante do Mercado Persa (que, por trás do nome do evento, sequer se identificou) fez no FB , no post do vídeo da dança onde o som falhou.

      A Nesrine na verdade a foi vítima de um erro ímpar, não é ela que tem prestar esclarecimentos sobre o ocorrido. Essa responsabilidade é exclusivamente de quem causou toda a situação. Mesmo assim, essa bailarina que é a epítome da elegância, respondeu inclusive se oferecendo para apagar o vídeo. MAS O QUE É ISSO GENTE?? Então o errado virou certo, e o certo virou errado?

      O Mercado Persa perdeu na verdade uma ótima oportunidade de se desculpar formalmente e publicamente pelo ocorrido. Na verdade, em todos esses anos em que sugestões e críticas sobre o evento são feitas e refeitas, NUNCA vi nenhuma manifestação sequer de valorização da opinião do publico.

      A "segunda chance" dada à Nesrine não foi um ato de benevolência ou generosidade da produção do evento.
      Uma vez que as músicas eram surpresa, e portanto de TOTAL responsabilidade da organização, a segunda chance era o MÍNIMO ESPERADO. E falar em igualdade com as outras competidoras chega a ser PIADA, pois ao repetir o número, a bailarina já descarregou aquela adrenalina especial, já não causará o mesmo impacto inicial, noves fora o desgaste físico.

      Repito o que já disse anteriormente, pra mim o MP como evento já deixou de ser o objetivo, agora ele é apenas o MEIO de encontro de tanta gente querida de tantos lugares do país que se encontram por lá!!

      Apesar dos pesares, vamos nos encontrar ano que vem lá?? Te prometo muitas gargalhadas ao vivo e em cores!!!:)

      Excluir
    2. assino embaixo. apagar o vídeo não anula o que aconteceu. só me pergunto, ainda assim, porque tanta gente vai?
      :p

      Excluir
  11. Este ano tive oportunidade de participar do juri, é uma responsabilidade tao grande, nao dá tempo nem de piscar pra nao perder nenhum detalhe da apresentação e correr o risco de ser injusta! Por conta disso, fiquei revoltada (e nao somente eu!)pelo resultado da dupla classica... tinha pessoas no juri que nem ao menos olhava para o palco! E nao é dor de cotovelo de mau perdedor (competi nessa categoria)mas a reclamaçao era geral!

    ResponderExcluir
  12. Este ano tive oportunidade de participar do juri, é uma responsabilidade tao grande, nao dá tempo nem de piscar pra nao perder nenhum detalhe da apresentação e correr o risco de ser injusta! Por conta disso, fiquei revoltada (e nao somente eu!)pelo resultado da dupla classica... tinha pessoas no juri que nem ao menos olhava para o palco! E nao é dor de cotovelo de mau perdedor (competi nessa categoria)mas a reclamaçao era geral!

    ResponderExcluir
  13. Verrinhaaa, achei um vídeo que acho que foi da mesma coreografia do Núcleo de Danças Cinthia Santos, achei melhor que o das meninas da Ju, apesar de não ter visto o vídeo original delas...
    mas vê se foi essa a corografia!!

    http://www.youtube.com/watch?v=tvRuH92yPtk

    Adorei o dragão no final!

    ResponderExcluir
  14. Verinha, gostaria de saber o que você acha da utilização de salto alto na dança.
    Não sei se é impressão minha, mas adoro a Sacha Holtz e tenho a impressão que a opção dela por utilizar salto alto, mais atrapalhou do que ajudou na competição.
    Parece que a dança fica um pouco "presa". O que você acha?
    Abraços e adoro seu blog.

    ResponderExcluir
  15. Veraaa, quero muito conhecer você um dia, acompanho seu blog a muuuito tempo, e até ganhei uma promoção não sei se você lembra, te admiro muito, espero te encontrar e dar um abraço!! super abraçoo e muita luz pra ti, adoro seu blog!

    ResponderExcluir
  16. Oi querida, fiquei feliz com sua colocação sobre o meu grupo. Cia Ayouni, pois mesmo antes de sabermos o resultado já estávamos felizes de levar exatamente a pegada do dabke e a emoção que esse folclore maravilhoso causa no coração das pessoas. Pulsamos e nos entregamos e também levamos ao palco os desafios que tivemos (doenças, etc) que superamos e nos acabamos lá. Foi por entrarmos com esse pensamento é que mexeu mais ainda. Então quando soube do segundo lugar ficamos ainda mais realizadas, ainda mais com apenas um ponto de diferença com a querida Munira. Fiquei feliz que tenham ganhado na frente um grupo que sei levar a sério o folclore. Então todas nós fomos vitoriosas por manter intacto o folclore com respeito e veracidade.
    beijocas
    Zahra Li (Rio de Janeiro)

    ResponderExcluir
  17. Ah e nosso video do dabke ja está no ar:)

    http://www.youtube.com/watch?v=VzSSZzgsKok

    ResponderExcluir
  18. Pessoal, o vídeo do Mowashahat Andaluz da Cia. Michele Pletsch já está no ar :)
    http://www.youtube.com/watch?v=zoVQTz8E4Ys&feature=share

    ResponderExcluir
  19. Putz…. Calcinha e falta de em apresentações já é coisa de louco... em concursos é inadmissível, na minha pobre opinião... acho que isso é falta de orientação de professoras.

    Eu não pude ir ao MP esse ano pq não tinha com quem deixar minha pequena e levá-la pra passar o dia lá, sabendo que não tem fraldário não dava. Acabo recorrendo ao youtube, amigos que foram e blogs pra saber o que rolou. Senti falta dos vídeos das ganhadoras das categorias amador, mas realmente me impressionou a Jéssyca Lima (pq ela competiu como amadora?!?! Rs)

    Belíssimo o trabalho da Mahira Hassan! Sem palavras!!!

    Ia comentar os outros trabalhos, mas não posso deixar de comentar uma coisa que tenho visto ser um erro constante em concursos e que NÃO PODEM ACONTECER DE JEITO NENHUM!!!! A escolha das músicas.... dançar moderno dizendo que é folclore ou clássica... gente, isso é um erro gravíssimo!!! Lembro da minha primeira professora, Khralissa de Rio Claro, dizer há 12 anos atrás(ufff) que isso não pode acontecer! Já vimos juntas um grupo dançar bastão numa música que deveria ser usada pra um KHALEGE!!! Pode isso?!?!?! Estudo de ritmos é básico!!!

    Dica... leiam os livros “direção e preparação artística” do Jorge Sabongi! Ele ensina direitinho como distinguir uma música clássica!!! e "cartas de uma bailarina" da Luciana Arruda, é um bate papo que ninguém deveria perder!!!

    Nossa... acho que to comentando d+ nesses 2 dias... chega! Rs

    Verinha, mais uma vez parabéns pelo blog, amo d+! e desculpem os excessos!!!

    Bjs
    Namasté
    Si Nefertari

    ResponderExcluir
  20. Olá,
    fiquei muito feliz com a sua opinião e as suas palavras sobre a minha apresentação! =D
    Muito obrigada! =)
    Beijos, Carol Berdacki.

    ResponderExcluir

Mentes que pensam e fazem os outros pensar!!! Muito obrigada pelos seus comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...