30 abril 2012

The Hip Circle - A importância de aprender coreografias



Este é, certamente, um tema polêmico. Há certos tipos de professores que condenam eternamente o aprendizado de coreografias com o argumento de que estas tolhem de forma indelével a criatividade. Outros enaltecem a coreografia justamente como um instrumento auxiliar no processo criativo. Esta matéria traz o voto "a favor". Acompanhem:

A importância de aprender coreografias
Por Karima Nadira
Tradução e adaptação: Vera Moreira


Houve momentos, tenho certeza, quando você estivava praticando a matéria da aula em casa, tentando lembrar alguns movimentos que você aprendeu em sala de aula, ou trabalhando as transições onde você se perguntou quais movimentos “casam” com a música que você está ouvindo. Coisas que pareciam óbvias em sala de aula com a música tocando, agora parecem algo vago e difícil de lembrar. Às vezes ajuda bastante ter uma ferramenta que possa auxiliar você a recordar os movimentos e acelerar o processo de aprendizado! 

A maioria das crianças aprende o alfabeto de uma forma muito particular, não gravando a fonética e a grafia de uma letra de cada vez, mas aprendendo a cantar a famosa musiquinha: abcdefg ....Vinculando o alfabeto completo em uma pequena canção acaba por ser não só uma ferramenta de ensino útil, mas um instrumento de referência útil mais tarde (que não cantou parte dela mentalmente quando se procura algo no dicionário?) Ao amarrar as todas as letras em uma canção, a coisa toda se torna mais fácil de lembrar. Tenho certeza que você também tem muitas músicas favoritas as quais você decorou as letras e, muitas vezes a música se torna difícil de se lembrar se não há uma pequena frase da letra na memória. A estrutura interdependente de palavras e música faz ambas, em conjunto, mais fácil de lembrar. 



Da mesma forma, uma das melhores ferramentas que temos para o ensino da dança é a coreografia. Ela pode servir perfeitamente como um exercício estruturado que torna os movimentos mais fáceis de se lembrar. Na dança, o vocabulário do movimento é o ABC, as combinações são como frases, combinações padrões de acordo com a música são como sentenças, múltiplas combinações e padrões de transição em si são como parágrafos, e uma coreo completa pode contar uma história! 

A coreografia bem construída pode ser um repositório de muita informação que pode ser útil em vários níveis: de instrução, de referência, prática, exemplificação, para “nomear” o óbvio. Para as iniciantes, a coreografia oferece um catálogo dos movimentos, e em alguns casos, uma grande parte do vocabulário de movimentos pode ser incluído em uma única dança. 

A coreo usará movimentos em combinações, e as combinações podem ser usadas em padrões (combinação à direita, a combinação à esquerda). Padrões de combinação podem ser executados de várias maneiras, com alternância na sequência de movimentos, com o objetivo de expandir o repertório da bailarina no uso dos movimentos. Isso é particularmente útil para alunos iniciantes, que geralmente ainda não têm a facilidade com os movimentos para compor combinações, mas ainda assim desejam praticar sua própria coreografia. Movimentos e combinações que aparecem nas coreos podem, então, ser adicionados ao seu próprio repertório de movimentos.



Em uma boa coreografia, as combinações de movimentos já são sequenciadas em transições naturais que, quando praticadas, permitem que ao corpo que se familiarize com a fluidez natural de um movimento para outro. Quando repetida muitas vezes, tornam-se uma segunda natureza para que, quando você precisa de tais transições para desenvolver suas próprias coreografias ou mesmo na improvisação, sua dança terá a fluidez que é a marca registrada desta forma de dança. A coreo muitas vezes também contém “camadas” de variações de movimentos, oferencendo a oportunidade de praticar as técnicas mais avançadas. Obviamente, nada disto é feito em um vazio: tudo é executado em sincronia com a música,e enquanto você está aprendendo a coreo você está ouvindo a música repetidamente. 

Depois de um tempo, você vai notar sinais na música que correspondem a determinados movimentos, e você irá sentir como o ritmo está sincronizado com os movimentos.Padrões de movimento que correspondem com as frases na música se tornam mais evidentes à medida que a memorização da coreografia progride. Quanto mais você repetir a dança, mais você pode ouvir as sugestões musicais para cronometrar seus movimentos exatamente com a música, incluindo os movimentos ou pausas que funcionam como sinais de pontuação. Adicione um pouco de expressividade e agora você está interpretando a música! 

(“A mãe da sabedoria é a repetição.” – Suellem Morimoto) 


A maioria das coreografias são dinâmicas, portanto, incorporam um grande número de deslocamentos. Depois de ter memorizado a coreo e pode concentrar-se em dançar, você tem que começar a pensar sobre o seu público. Como você usar os deslocamentos da coreografia para mover-se em volta do palco / platéia / restaurante? Você pode começar a desenvolver sua presença de palco, imaginando o público em várias direções. 

Mais tarde, você vai desenvolver suas próprias coreografias, no entanto, utilizar as coreografias absorvidas em sala de aula como ferramenta de aprendizado é uma excelente dica. 

Aprender coreografias de diferentes tipos de música pode ser uma maneira muito eficiente de aprender que tipos de movimentos correspondem a determinados tipos de música, ou que movimentos podem ser incorporados a determinados momentos da música.Mais tarde, quando você estiver fazendo suas próprias coreografias ou trabalhando o improviso em um determinado tipo de música, você pode relembrar as coreografias, onde você conhece para referenciar os movimentos. Claro, quanto melhor a coreografia, mais você pode extrair dela, por isso é aconselhável optar por aprender as coreografias de instrutores de renome com boa técnica. Quando uma coreografia é muito bem desenvolvida, ela se tornará referência como a melhor interpretação possível de que a música, o que também a torna mais fácil de lembrar!
Você pode aprender a dançar sem nunca memorizar uma coreografia? Certamente você pode. Mas você vai aprender mais rápido, usando a maior quantidade de ferramentas que puder, e aprender a coreografia é uma ferramenta muito valiosa! 

********************************************************************************

E vocês? Concordam ou discordam da visão da autora??? Quero saber tudo na seção de comentários:




Beijos a todas!!!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...