28 fevereiro 2012

18

E então você quer bordar seu figurino de dança??? Hum...

Luana al Hafiz, com figurino preto confeccionado por ela. 


É oficial!

A partir do momento em que passamos a praticar dança do ventre, a parte do corpo que mais dói é o bolso. São aulas regulares, workshops, inscrições para milhares de festivais, convites para as imperdíveis festas árabes cidade afora, os acessórios para uso em aula e, principalmente, os figurinos de dança.

O figurino de dança, que em um passado longínquo era apenas um acessório complementar, hoje é parte integrante da dança, assim como técnica, expressão e interpretação. Acha que estou exagerando?? Experimente então participar de um concurso de dança com um figurino da 25 de março. Eu já fiz o teste. Leia o resultado aqui. 

E, por conta dessa nova "atribuição" dos figurinos na dança, seus preços aqui na cidade de São Paulo estão I.M.P.R.A.T.I.C.A.V.E.I.S. Quer um figurino básico, poucas pedrarias, somente paetê bordado e franja descontinuada (praticamente gotas)? Trezentos reais. Quer um figurino com tecido metalizado, alguns chatons e uma franja de vidrilhos? Quinhentos reais. Vai um strass? Oitocentos reais. Quer uma mega combinação de pedrarias diversas, chatons, strass, franja, bojo personalizado, mangas, adereços de pernas e togethers and evers? Leia e caia desmaiada: R$ 1.200,00 ou como diria o paulista MILEDUZENTOSREALMEU!!!!




Não estou aqui de forma alguma desmerecendo o trabalho artístico do estilista que desenvolve figurinos personalizados para cada tipo de proposta de dança, valorizando cada tipo de corpo, enfim. Mas, avaliando o valor do material empregado, dobrando o valor desse material em nome do trabalho artístico do estilista, adicionando mais 30% do valor pago às costureiras e bordadeiras (e nem sempre é isso tudo), podemos concluir que um figurino de médio porte, com uma boa quantidade de pedrarias, cristais e strass poderia ser vendido, tranquilamente, por R$ 600,00. Então, pois é...

E é por isso, por todos os motivos já lidos acima, que as bailarinas que possuem habilidades com as agulhas optam por bordar o seu próprio figurino de dança. Como dizia minha primeira professora: "se é pra gastar R$ 300,00, que seja em strass e cristais pra fazer um figurino de CEGAR JURADO". #todasshoraderi

E, desde o Orkut, estão se formando espaços virtuais onde se reúnem as bailarinas que bordam seu figurino de dança, que oferecem dicas de costura, de bordado, de materiais, sugestões de figurinos, e, ao final do trabalho, servem também para divulgar o trabalho pronto. Isso sem contar no fator motivador dessas reuniões virtuais, afinal, quem é que não gosta de ouvir elogios após a finalização de um trabalho esmerado?  

No Orkut podemos destacar as comunidades:

"Eu bordo minha roupa de dança", de Najla Hayek
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=1508100

"Bailarinas Pobres", de Beth Damballah
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=95360601

Recomendo demais a leitura da comunidade "Eu bordo minha roupa de dança", o conteúdo é riquíssimo, lá você poderá encontrar desde dicas de materiais para um cinturão mais resistente (EVA rulez), até técnicas de bordado garimpadas de canais do youtube que você jamais pensaria em pesquisar. Vale a visita!

Abaixo, veremos um vídeo da comunidade "Bailarinas Pobres", onde a Karina Beraldo mostra (lindos) figurinos, feitos com materiais que foram reciclados, ou até materiais inusitados, como um biquíni dourado comprado na Marisa.


E no Facebook já existe um grupo dedicado às bailarinas que desejam bordar sua roupa de dança:

"Eu bordo minha roupa de dança", de Karina Berado:
http://www.facebook.com/groups/101508086644308/

No vídeo abaixo, feito especialmente para o grupo, a Karina mostra alguns materiais para bordado, adquiridos na 25 de março:



O próximo vídeo já tem uma motivação diferente, serve como uma vídeo aula de preenchimento de desenhos com vidrilhos, para bordado de tecidos estampados (altamente na moda aqui em Sampa). Observe a delicadeza do bordado:



Pras meninas que tem habilidade e paciência, e principalmente, persistência com artesanato, vale a dica de bordar seu figurino de dança. Em primeiro lugar pelo custo-benefício: por mais que demore, ainda assim você terá um figurino por, no mínimo, 1/3 do valor de um figurino de ateliê. Além disso, existe o fator exclusividade: você conhece de longe figurinos feitos por Simone Galassi, Tony & Robby, Cristtiano Ferreira e outros. Mas o seu figurino será exclusivo, só seu, ninguém jamais terá igual. E isto, simplesmente, não tem preço. 

Por último, podemos destacar que praticar um trabalho manual é uma terapia, é uma das poucas atividades onde é possível manter um alto nível de concentração, pode ser aliada ao estudo de música árabe (e pra quem discorda, desafio você a bordar e deixar uma música rolando "de fundo", a música ficará na memória por muitas horas), enfim, é uma atividade que traz somente benefícios. 

Vamos??

Beijos a todas

Vejam fotos de roupas postadas na comunidade "Eu bordo minha roupa de dança" do Orkut:

by Kely Montarroyos

by Ana Maria Leal

by Débora Lelis

by Elisangela Martins

18 comentários:

  1. Adorei...
    Eu sou adepta a onda de faça vc mesma...
    Fiz 3 figurinos que ficaram MARAVILHOSOS, que se eu fosse comprar pagaria facil facil 400 ou 500 reais. Ter figurinos de grife é bom, mas ter um bem feito, e exclusivamente pensado por vc e pra vc. Não tem preço...

    Para o mercado persa de 2008 eu bordei um cinturão e um sutie inteirinho de vidrilho jablonex, coloquei aqueles pingos de arroa, bicos de renda de noiva, swarovisk, enfim.. tudo o que tinha direito... Gastei bastante, mas ele ficou maravilhoso e com certeza, será um figurino que nunca vou me desfazer, passei mais de 30 dias bordando direto, firando os dedos e quebrando a cabeça para fazer com que ele ficasse perfeito... E pra mim ficou...

    Por isso meninas... borde mesmo. Faz bem pro bolso, pra alma e pro ego rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Bridocs, nunca vi esse seu figurino, agora fiquei curiosa! Shame on me, eu deveria ter colocado sua foto no post, aquela roupa roxa é lindíssima!!!

      Beijoconas

      Excluir
  2. Gente, pelamordasanta! Desde que comecei a dançar, há por volta de 20 séculos, eu bordo meus trajes! Criamos nosso próprio atelier e oferecemos o curso de bordado para as alunas mais durangas. Com 200 paus, aqui na escola divididos em suaves prestações de 50 reais, as alunas bordam roupas de cair o queixo. Mandar fazer roupa de dança em super ateliers não é para quem pode, é para quem não quer dispôr uma hora do seu dia para pegar numa agulha. E trajes de dança têm que ser caros mesmo, porque bordar pecinha por pecinha é foda, cara! Toda professora deveria saber confeccionar seus modelitos e ter como obrigação ensinar suas alunas, para valorizar o trabalho ferrado dessas coitadas dessas bordadeiras que dão o nariz para satisfazer as vontades da mulherada que não faz ideia de como esse trabalho arrebenta. E fantasia da 25 de Março é o fim da picada, tia Vera, sorry! Com o dinheiro que você gasta naquela porcaria dá pra fazer roupa da hora com um teco de veludo e meia dúzia de pedrinhas porque eu já fiz. Eu bordo uma média de 30 trajes por ano, para minha escola ou para venda, todos bem diferentes um do outro e não morri por causa disso. Ainda ganho um dindin ferrado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula!

      Acho que vc deu uma generalizada aqui: "Mandar fazer roupa de dança em super ateliers nao é para quem pode, é para quem não quer dispor de uma hora do seu dia para pegar numa agulha".

      Nem sempre! Eu mesma adoro fazer trabalhos manuais, adoraria bordar uma roupa, mas não disponho de tempo. NENHUM. Daí eu sou obrigada a pagar 800 paus numa roupa em que o material custou no máximo 150, a bordadeira levou 100 e o resto vai tudo pro ateliê? I don´t think so... E assim como eu, há muitas alunas que não tem tempo porque são mães, trabalham, têm casa e marido pra cuidar, e o tempinho que lhes resta elas usam para si mesmas, e possuem o desejo de ter um figurino bacana, assim como eu e vc.

      Achei super bacana a iniciativa da sua escola de disponibilizar um curso de bordado a quem não pode pagar um figurino de ateliê. Essa iniciativa deveria ser copiada por todas as escolas.

      Super beijo.

      Excluir
  3. KKKKKKKKKKk, adorei !
    Tudo na dança do ventre é caro né ?
    E com os trajes não seria diferente !
    Sou super fã do "faça vc mesmo", e eu mesma já arregaçei minhas manguinhas, comprei uns tecidinhos, umas pedrarias e tó montando um vestido de dança do ventre para uma apresentação.
    Trabalho dá sim, mas, é tão prazeroso ver o traje tomando forma !

    Bjo Verinha !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Má, depois mostre pra nós o resultado do seu trabalho florzuda!!!

      Excluir
  4. Aiii amooo, sempre que sobra um tempinho faço... Pena que não tenho como postar a foto do que eu fiz pra vcs term idéias. Segue um link pra vcs se inspirarem...
    https://fbcdn-sphotos-a.akamaihd.net/hphotos-ak-snc7/s720x720/418300_223684871058281_100002503080654_470736_1725483747_n.jpg
    Foi o 1º que fiz, e me deu uma imensa emoção quando vi prontinho e minha linda prof usando... Não tem preço vc poder fazer um figurino e vê-lo pronto.
    Sem falar na econômia!

    Bjokas Izza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Izza,

      mas aqui já é trabalho profissional! Sério mesmo que roupa linda! Quando vc começa a fazer outro?

      Excluir
  5. Verinhaaaaa, pois é, bordar é um vicio!!!
    Obrigada pela divulgação do grupo amoreca!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kaks, obrigada a você pelas iniciativas! Vou te confessar que o vídeo que eu mais gosto é o primeiro, que vc fez em 2009 para a comu "Bailarinas Pobres". As dicas que dá, dos tecidos, dos materiais, enfim.

      Eu até me animei a bordar uma peça, mas só se for da meia noite às seis!!! KKKKKKKK...

      Beijoconas

      Excluir
  6. Eu sou uma das incentivadoras. Inclusive o mais post mais lido do meu blog disparado (1/3 de todos) é sobre roupas da DV caseiras. Meu próximo post é sobre reforma de roupa de DV, que faço também. Eu tenho roupa caseira, faço um todo ano.

    Mas acho que é legal ter uma roupa mais elaborada, principalmente para palco.

    ResponderExcluir
  7. Uauuuuuuuuuuuuuu, simplesmente houve um boom de acessos tanto nos videos quanto no grupo de ontem pra hj!!! Muito louco!!!
    Bom meninas, então bora ajudar umas as outras!!

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post!!!
    Concordo que bordar é um vicio mesmooooo, até quando compro roupas prontas fico procurado espaço vazio pra colocar uma pedrinha...kkkk
    Admiro muito as meninas que tem mais paciência de trabalhar com lantejoulas e missangas, eu prefiro usar pedras maiores e absolutamente TUDO de strass que eu tenho e quebra ou brinco que perco um lado...da um efeito muito legal.
    Beijos meninas!!!

    ResponderExcluir
  9. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA era disso que eu tava falando!

    Tava faltando um post desse, na moral! kkkk

    Eu desde que comecei a fazer solos eu bordo minhas roupas...vou encontrando inspiração aqui e ali e pronto!

    Eu JAMAIS pago tudo isso numa roupa...

    alias, eu queria muito aprender a fazer aqueles bojos egípcios, alguem ai sabe?

    Beijos


    PS.: Não consegui postar o comentário devido o botão estar escondido...

    ResponderExcluir
  10. ola to bordando meu cinto de danca do ventre porem sou gorda tenho 160cm de quadril que trabalhao mas e muito satisfatorio beijooo

    ResponderExcluir
  11. Amei o blog... mas sou péssima com trabalhos manuais rs

    ResponderExcluir
  12. Estava aqui pesquisando algumas coisas sobre dança do ventre encontrei seu blog amei as dicas e postagens ,eu comecei a fazer aulas a uns 7 meses estou me sentindo ótima estou bordando alguns figurinos de dança ,a terapia e visivel....

    ResponderExcluir

Mentes que pensam e fazem os outros pensar!!! Muito obrigada pelos seus comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...