29 setembro 2011

11

Dança da Leitora: Yamara Fabri no Tilim de Dendera



Olá meninas!!

Essa semana não postei porque estava com alguns problemas de ordem hidráulica em casa (leia-se entupimento), mas tudo está resolvido, então voltemos à vida normal!!!

A Dança da Leitora de hoje é com uma "mocinha do ventre", que tem um currículo de "grosso calibre".  A primeira vez que tive contato com o nome "Yamara Fabri" foi quando a Luana Mello decidiu expandir o trabalho da Troupe Eksotik após o consagrado trabalho "Dançando à Meia Noite". Quando a Lu anunciou que iria aumentar sua equipe, conhecendo seu nível de exigência com a qualidade na dança, já fiquei super curiosa para saber quem seriam as escolhidas. E Yayá foi uma delas. A partir deste momento, eu já sabia que no mínimo MUITO, MAS MUITO TALENTO essa moça já tinha, pois despertou o olhar exigente de Luana. E este ano ela ainda "faturou" o segundo lugar na Categoria Amador  no Mercado Persa.

A apresentação que iremos acompanhar é a final do concurso profissional no evento "Tilim de Dendera" que aconteceu na cidade de Guarulhos, onde a Yamara ficou em terceiro lugar. 



Embora a música tenha sido apresentada como clássica, essa música que Yayá escolheu é um baladi tradicional, essa "introdução", na realidade, é um Taksim Baladi. Sei que na maioria dos concursos este não é um item "avaliável" (existe essa palavra?), mas se a exigência fosse música clássica poderia haver uma perda de pontos aqui. 

Falando da dança em si, gostei bastante das mãos próximas ao corpo na leitura das primeiras frases e da leitura das flutuações com as ondulações e pausas. O cambré lateral LUXOR (eu adoro, também "tento" fazer) também se fez presente na introdução. A leitura musical de Yayá no Taksim é muito controlada, bem calma mesmo. Em minha opinião, achei que poderia haver um mini deslocamento para as diagonais do palco, mesmo sendo um Taksim, a movimentação poderia acontecer, mesmo que de forma discreta. 

O que me encantou de fato em sua dança é o trabalho de junção dos movimentos com os braços. Como vou explicar isso? Bem, naquela flutuação mais longa o movimento acontece no corpo, e lentamente vai se projetando aos ombros e depois aos braços, e é muito lindo de se ver em cena. A postura e os ângulos de Yayá também são impressionantes.  Sua capacidade de diferenciar o "tamanho" dos movimentos na leitura musical também impressiona. 

Uma observaçãozinha: o taksim durou fantásticos 2:40. A música tem 4 minutos. O tempo que sobra pra "mostrar serviço" com leitura percussiva acaba se tornando pouco. 

Os braços de Yayá não terminam nunca, que alongamento fantástico!

Na apresentação do ritmo, achei que ela poderia ter explorado o baladi do início em mais tempos, 3 ou 4 (não tem jeito, o baladi tradicional vai perseguir meus pensamentos até o final). Acredito que o que pode ter tirado pontos da Yayá, é que nas primeiras frases pós apresentação do ritmo, havia uma demora na retomada dos passos após a finalização das frases. É quase imperceptível, mas não havia uma "emenda" em outro movimento, sempre acaba acontecendo uma passada antes da próxima sequência, e no meu entender, isso prejudica um pouco a avaliação da fluidez na dança. 

Em algumas sequências, o acordeon estava lá gritando, pedindo uma vibração, e os movimentos estavam arredondados - no que se perde em leitura musical. Falando um pouco mais de leitura musical, algumas finalizações de frases estavam bem proeminentes - havia aquele TÁ, e ela fazia o TÁ, e algumas nem tinham o TÁ, e mesmo assim ela fazia o acento forte. E algumas outras frases ficaram sem finalização. 

Em uma avaliação geral, a música cadenciada prejudicou o desempenho da Yayá. O que vimos aqui é apenas uma "palhinha" do que ela pode fazer, ela pode mais, muito mais (eu tenho medo do quadril dessa menina, não nego não!!). A dança foi perfeita, os detalhes explícitos aqui são apenas "detalhes" mesmo, porém em um concurso pode representar uma nota 9 que tira o título. 

Yayá, já te falei no Facebook. Leitura musical precisa, muita graça, delicadeza, excelente alongamento, só precisa melhorar um pouquinho a expressão, mas é um item que vai ser melhorado em breve. Pra mim seu nível é internacional, tem que encantar nos palcos de Dubai porque vc tá dançando muito. 

E vocês, o que acham?

Beijos a todas

11 comentários:

  1. Gostei muito! muito elegante! paraabéennss!

    ResponderExcluir
  2. Adoro a dança da Yamara, sou sua fã. Acho que ela chegou no profissional já arrasando. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  3. Lindaaaa, tbm andei conversando com a Yaya, e a elogiando sem parar hahahaahah
    Acho que a ideia de se tornar uma profissional eh essa mesmo Shaina. Tem que arrasar.
    Pq o que não falta é profissional meia boca nao eh mesmo?
    Yaya parabeeeeens,desejo um futuro lindo pra vc!

    Amar, amei o post, acho super legal essa interação que vc faz com as leitoras, demais.

    Beijinhooooos
    Isa

    ResponderExcluir
  4. Arrasouuuuu essa minha LINDAAA!

    Sou fã..mas sou suspeita..!
    =]

    Me inspiro vc, pois vc já passou na fase em que me encontro....

    LINDA.. Parabénss!

    ResponderExcluir
  5. Não vejo emoção nela ao dançar... muito robotizada, muito sem estilo proprio, pois quando a vejo dançar enxergo somente sua professora, a Hadara Nur (tipo esse vício de juntar movimento de braço com olhar para o publico de forma rapida pra tentar causa impacto... e etc), a sua dança é muito previsivel.
    Enfim, acho que ela poderia tentar criar um estilo... seria mais original e mais bonito.
    Pra chegar no profissional, tem chaaooo!

    ResponderExcluir
  6. Obrigada a TODAS vcs pelos comentários! Primeiramente dizer que tenho muito orgulho de ser professora da Yamara, uma menina linda e cheia de talento!
    Ao anonimo: Todos temos direito de gostar ou nao...é só uma questáo de opiniao! Eu como professora dela....assino embaixo e me responsabilizo em dizer que a Yamara é SIM uma profissional e possui desenvoltura, técnica, conteúdo e capacitaçao para ministrar aulas e fazer shows. Acho que é isso que caracteriza uma profissional...ou nao? Ou seria simplismente ter seu próprio estilo sem a mínima condiçao de nada!? A Yamara tem apenas 17 anos e pode ter certeza que TERÁ MUITO TEMPO para desenvolver seu próprio estilo!
    Maaaaaas....gosto é gosto e GOSTO NAO SE DISCUTE!
    BEIJOS MENINAS E MUUUITO OBRIGADA
    HADARA NUR

    ResponderExcluir
  7. Sou mega ultra super blaster fã da Yamara,lembro de uma nenem dançando e hoje essa Mulher maravilhosa uma PROFISSIONAL, mais o que me encanta nela é o tamanho do amor e a decidação que ela tem por dança! estuda todo santo dia alem de fazer Curso técnico claro de dança na etec! ela é a luz dos meus olhos! PERFEITAAAAAA!

    ResponderExcluir
  8. Olá meninas!

    Em primeiro lugar fico feliz que a própria Yamara tenha gostado, e já fiquei sabendo que o post vai se tornar ferramenta de estudo! Adorei.

    O objetivo do post é esse: é uma crítica construtiva, aponta alguns detalhes para melhoria (como eu já tinha dito para a própria Yayá que iria fazer), mas não deixa de ressaltar a excelência da dança e da bailarina.

    No meu entendimento Yayá é sim uma profissional, porque o que diferencia um profissional de um amador não é a expressão ou estilo pessoal é a TÉCNICA. E ela é muito novinha, à medida que o tempo for passando ela vai sim encontrar seu próprio caminho e imprimir personalidade em sua dança. Na minha opinião é bailarina pra palco internacional, quando chegar à sua plenitude técnica vai quebrar tuuuuuudo...

    Agora assim... aqui todas as críticas são bem vindas quando ASSINADAS. Deixar uma crítica negativa e postar como anônimo pega mal, muito mal.

    Beijos a todas e vamos participar mais!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. "Deixar uma crítica negativa e postar como anônimo pega mal, muito mal."

    Pensei EXATAMENTE a mesma coisa.
    Fácil falar mal sem se identificar... Como disse a Hadara, cada um tem um gosto e eu sou da mesma opinião: ninguém é obrigada a gostar de amarelo... Mas a cara a tapa é parte do caráter!

    Quanto à Yamara... Ah! Essa menina vai dar trabalho!! ehehehehe

    Bjoks

    ResponderExcluir
  10. Ainda bem que a opinião a respeito de "anônimos" é unanime...
    Já perceberam que sempre quem fala mal não se identifica...eu também sou alvo desse tipo de gente covarde..
    Concordo plenamente que ninguem é obrigado a gostar de nada e que todos tem o direito de expor sua opinião, mas assina em baixo do seu pensamento, fica mais bonito... beijo a todas.

    ResponderExcluir
  11. Mentira q essa lindeza aí só têm 17 anos ?
    Haha, qdo crescer quero ser igual a ela, rs !
    Gostei muito da dança dela e sim, ela dança melhor do q muitas q se dizem "profissionais" por aí !

    Bjo Verinha !

    ResponderExcluir

Mentes que pensam e fazem os outros pensar!!! Muito obrigada pelos seus comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...