09 agosto 2011

19

Eu blogo, tu blogas, ele bloga... e o que isso traz de bom para a Dança do Ventre?


Quase consigo me lembrar da primeira vez em que sentei em frente ao computador para fazer uma busca na internet com a tag "Dança do Ventre".  O que achei foi o site oficial da Khan el Khalili, naquela época eu visitava bastante os sites da Málika, da Merit Aton, o site "Business with Turkey", onde eu babava nas roupas (e hoje acho uó) e o site do Omar Naboulsi. 

O conteúdo sobre dança que estes sites traziam era bem superficial, alguns tentavam descrever a origem da Dança do Ventre, descreviam a origem da dança com elementos, havia algumas fotos de bailarinas e só. Em relação à transmissão de informação, a aluna ficava 100% dependente de sua professora em sala de aula. 

Além do fórum Khan el Khalili não havia outro espaço para troca de opiniões, e nem era possível emitir uma opinião de forma isenta pois o fórum era moderado. Isso era 2004.

O Orkut trouxe a "Nova Era" da dança do ventre. Pessoas com interesses comuns podiam se juntar em uma única comunidade. Suas opiniões eram discutidas e repercutidas em tempo real. Os assuntos eram "jogados" nos fóruns de comunidades sem medida e sem pudor. Passamos de "informação zero" na Dança do Ventre para "informação aos quilos", e (acredito eu) ninguém estava muito preparado para conseguir filtrar o volume de informações que passou a vincular na rede. Inclusive em relação ao marketing pessoal das bailarinas - passamos a ter acesso à agenda de shows, workshops, fotos dos últimos eventos, fotos pessoais em família... 

Em pouco tempo, os "interesses comuns" nas comunidades do Orkut viraram "incompatibilidade de idéias", e a exposição de opiniões divergentes passou a gerar conflitos e até brigas nas comunidades, que transcenderam as páginas do www para a vida real.   

Dai veio o Multiply, onde se podia ter um fórum, compartilhar arquivos, divulgar fotos, escrever um blog, tudo junto e misturado. Tenho a impressão de que o Multiply deu uma boa esfriada quando foi inibido o recurso de compartilhamento de músicas. Nova enxurrada de informações na rede, mais uma vez o excesso de exposição de idéias passou a "minar" os interesses comuns e os conflitos nas páginas do Multiply passaram a desestimular o acesso a este rede social.  

Depois de 2008, quando o Orkut e o Multiply começaram a esfriar "no coração das pessoas" e 2010 onde houve o grande "boom" do Facebook, houve espaço para a proliferação dos blogs de Dança do Ventre.  O blog é um espaço muito peculiar, porque oferece a visão da blogueira sobre determinado assunto, e dá ao leitor a oportunidade de comentar sobre um assunto em específico sem, digamos, expor seu lado pessoal. E essa chamada "liberdade" na rede, que lhe dá o direito de opinião, sem expor seu rosto, sua casa, seu local de trabalho, seu "currículo de dança" e tudo o mais,  estimulou muitas pessoas a compartilharem cada vez mais suas opiniões sem medo de errar ou de parecer ignorante. Para a dança do ventre, isso foi riquíssimo, visto que antes éramos reféns de visão de um único espaço de dança do ventre (no caso a Khan el Khalili), depois passamos a um cenário onde as informações eram muitas, porém a orientação era pouca, e, de repente, nos foi vislumbrada a possibilidade de dividir nossa visão particular sobre determinado assunto, receber dos leitores um feedback em tempo "quase" real, e aprender com as discussões que surgem ao longo do caminho. 

Há quem diga que as leitoras que aprendem com os blogs. Eu acredito piamente que quem aprende mais nesse processo, com certeza, é a blogueira. 

Eu sou realmente suspeita para falar da grande contribuição que os blogs oferecem hoje à Dança do Ventre. E o que acredito ser mais importante é que a maioria das blogueiras de dança percebeu seu público, investiu nele, e hoje é possível encontrar desde blogs com assuntos mais leves e linguagem mais simples (como o Amar el Binnaz, por exemplo) que oferece conteúdo desde a leitora que está começando hoje na Dança do Ventre à professora cheia de experiência, e é possível também encontrar espaços virtuais com reflexões, temas mais aprofundados, que irão ao encontro das leitoras que estão interessadas em utilizar o espaço virtual também como uma ferramenta de refinamento didático e técnico. Em palavras simples: assim como a dança acolhe a todas, na blogosfera há espaço para todas, e, principalmente, sempre há leitores que se identificam com suas idéias. Se você tem vontade de iniciar um blog para compartilhar suas opiniões sobre sua vivência pessoal em dança do ventre, não perca tempo! Há muitas pessoas interessadas em conhecer uma visão diferente sobrea dança. 

Nestes 3 anos de blog pude compartilhar com muitas amigas da blogosfera, pessoas inteligentes, tão apaixonadas pela dança como eu e generosas o suficiente para compartilhar suas experiências na dança através de seus blogs.  Quando eu comecei a moda era ter vários selinhos no blog - e resolvi hoje criar um selinho para as amigas blogueiras da Dança do Ventre, para apresentar seus espaços às leitoras do Amar el Binnaz e aumentar ainda mais essa corrente de amantes da dança:


A idéia da frase foi da Márcia Valéria nas páginas de comentários. Eu ADOREI!

Este selo representa a liberdade de expressão na Dança do Ventre, e sua distribuição é livre. Quero deixar aqui meus blogs SHIK SHAK SHOW!!


E qual é a indicação de vocês meninas SHIK SHAK SHOW?

Pra finalizar, vou dar só um gostinho do prêmio que será sorteado na próxima semana......

Clique na imagem para visualizar em tamanho maior. 


Beijos a todas. 


19 comentários:

  1. Eu amo blogs sempre gostei, já tive vários sobre os mais variados assuntos. E desde fevereiro de 2009 tenho o meu blog sobre Dança do ventre, o antigo "Ísis a Arte da Dança do Ventre" que atualmente é Gisele Surian lá compartilho informações interessantes sobre a dança. E sempre estou de olho na blogosfera nos Blog de quem admiro como o seu e o da Lu Arruda.

    Conheça meu blog: http://giselesurian.blogspot.com

    Grande Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Verinha!! Eu também passei por esse processo. A única diferença foi que eu passei por um caminho intermediário, entre os poucos sites (tambem acessava mto o shira.net, alem dos que voce citou) e o boom da redes sociais - as listas de discussão por e-mail. Nelas aprendi muito, e fiz as primeiras amizades do meio da dança fora do Rio de Janeiro. Ate minha professora conheci por intermedio da lista e algumas dessas amizades mantenho ate hoje.
    Acho que os blogs sao uma evolução normal desse processo. Hoje em dia tenho muitos deles como leitura obrigatoria, e não tenho vergonha nenhum de dizer que aprendi e aprendo muito com eles!
    Tenho planos de fazer um blog também... o domínio já está pronto, aguardando que os ventos da inspiração tragam boas e sensatas palavras (pq besteira já tem gente demais falando por aí...)
    Meus blogs SHIK SHAK SHOW estão entre os que voce indicou... bela seleção, não tenho a acrescentar!!
    Beijos, Samantha

    ResponderExcluir
  3. Olha adorei ver esse percurso da discussão sobre DV..eu meio que conhecia lendo os blogs, pegando uma info aqui e ali..mas agora finalmente entendi td! rsrs
    Eu acho q a gente (leitora) tbm aprende mt com os blogs! Faço aulas há 7 meses e no começo, antes msm de fazer as aulas eu li os blogs e foi ali q fui me interessando e aprendendo..dps q fiz as aulas, fiquei mais viciada ainda e sempre visito eles todos os dias ávida pro mais informação! Qnd não tem eu começo a ver posts antigos e aprendo mais e mais! De verdade!

    Além dos q foram citados, q tbm leio, Eu incluíria aí o blog da Lory, o Yalla, o Cadernos de dança que são mt bons e eu adorava ler! Eu tbm lia o Dançar ou não dançar mas de uns tempos pra cá estou meio viciada em amarelbinnaz rs e desses eu entro as vezes mas revejo td q perdi na medida do possível! Principalmente o da Lory q é muito bom em conteudo, videos e discussão..

    O amar el binnaz e o da lory são os blogs q lio até os comentarios: todos (acho q é mania de historiadora ler td)

    ResponderExcluir
  4. Ah e o eterno "Danças exoticas" da Luana..mas ela nos deixou =(((((

    ResponderExcluir
  5. ALIÁS não conheci o Radventre! Estou adorando rs Boa dica!

    ResponderExcluir
  6. Hhuahauahau, to me sentindo velha!!!
    Lembro exatamente de todos esses processos, e realmente, a internet ansou um pouco, pq a mera expressão de opiniões gera conflitos num ambito tão elevado q eu deixei de postar pq passaram a me ofender em minha pagina pessoal, só por eu ser uma pessoa q se posiciona!!

    Ter opinião propria neste país é "feio" e se vc é a nota destoante é pq vc ta com inveja, ou é mal amado, ou é falso (esses são os "argumentos" mais recorrentes)

    Por isso meu broguinho quase não fala de dança!!!

    Mas adoro o seu, pq vc fala com sinceridade, profundidade e coragem, num meio onde tantas são as coisas superfluas!!!


    Bjussssssss

    ResponderExcluir
  7. Ai Verinha!!!!
    Tenho q concordar com vc em td viu... principalmente qdo vc diz q as blogueiras q aprendem mais.
    Meu blog é novo, tem uns 3 meses q eu fiz, mais ou menos, mas estou apaixonada por escrever sobre a Dança do Ventre. Nem sempre dá tempo, mas a gente se vira nos 30 pra sempre colocar alguma coisa útil. A gente rala pra caramba pra encontrar boas informações para os leitores.
    Os blogs hj são mais q uma mera forma de expressar suas opniões, são fontes de estudo para professoras, bailarinas profissionais e amadoras. E o mais legal de tudo é q o contexto da Dança do Ventre é tão amplo, q temos um roll de abordagens para enriquecer nossos conhecimentos.
    Pra mim os blogs Shik Shak Show são:

    Amar el Binnaz
    Cadernos de Dança
    Dança do Ventre Brasil
    Luciaurea
    Yallah

    Bjos no coração!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Eeee, que honra estar na lista!

    Também fiz um post sobre isso há um tempo: http://hannaaisha.blogspot.com/search/label/blog

    Eu sugiro também o blog da Lory, Danças Exóticas, Cadernos de Dança e o Yallah (que está parado).

    Beijos mil e obrigada!

    ResponderExcluir
  9. =,)
    Fiquei emocionada pela indicação!! eheheheh

    Realmente o "boom" de informações na net às vezes é prejudicial, tanto pelas consequências da a falta de filtro dessas infos, quanto pelo surgimento de uma espécie que até uns 6 ou 7 anos atrás era rara, mas agora é encontrada abundantemente na nossa sociedade bellydance: a super mega ultra blaster plus bellydancer (como meu marido diz, é a pessoa que lê um folheto e sai fazendo discurso!)HAUAHUAHUAHAUH.

    Com os blogs as discussões ficaram mais apuradas, as opiniões mais centradas e a troca de informações mais especializada.
    Amo blogs. Fiz amigas neste universo. Pretendo parar? Só quando eu for bem velhinha e o alemão não me deixar lembrar se salsicha se escreve com "ç" ou com "ss"! hauahuahuahauhauahuahauha

    Lívia!! Que bom que vc gostou do bloguinho do grupo Rá! Não tenho tanto tempo para escrever como eu gostaria, mas a minha lista de posts é sempre atualizada. Um dia eu coloco tudo lá! Estou tentando melhorá-lo, mas o que me mata é a fata do bendito tempo. =/


    Mega beijo para vc e para as minhas amigas blogueiras!
    Tati

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro ler seus pots, para ser sincera, seu blog é um dos poucos que eu leio realmente seus textos grandes, pq sei que o conteúdo é de primeira qualidade, além desse seu dom de escrever super bem! Seu blog é sim 100% shik shak show!

    ResponderExcluir
  11. Verinha... tentando fazer 2 comments em 1
    Meninas, para quem não sabe eu fui a ganhadora dos convites para o Show do Mosaico... e foi MARA como todo mundo já sabe... é chover no molhado... foi lindo, e fiquei surpresa! A algum tempo que eu não assisto apresentações de DV do ramo Shangilá / KK, e a evolução de posicionamento em palco, figurino e criatividade em cena é surpreendente! Coisa de Super Stars!!! (Me lembrou as coreograficas da Jilina... coincidência? acho q não) Mas foi tudo muito lindo!!! Obrigada mais uma vez a Verinha por me proporcionar esse prazer imenso!!!
    Bom.... sobre o tema atual do post, eu sou do tempo em que DV era como a Verinha falou... algo que mal se tinha informações, exceto pelo site da KK ( e minha internet era discada) e o material disponivel era bem pouco. Eu gastava horrores comprando VHS pra tentar estudar(na época não tinha DVD). Parei de dar aulas em 2005 e naquela época realmente o acesso a informação era bem complicado. Mas vejam hoje!!! Gente... Youtube e Blogs são o Céu para quem quer saber sobre a DV. Os eventos também aumentaram muito! Comparado a hoje, estamos realmente no céu, porque hoje, o "mercado" está tão aberto que só fica quem se dedicar... só tem destaque quem investe em qualidade...antes a mulherada fazia um básico egipcio e dizia que tava dançando... herança da primeira vez que passou o Clone... Resumindo, tenho a dizer que a internet cumpriu o seu papel de informar e aproximar pessoas (e quantas amizades se fazer dessa forma neh gente)! Beijos a todas

    ResponderExcluir
  12. Verinha... voltei... para um outro coméntário... na verdade, um ponto de discussão. A gente sempre ouve sobre a Paixão pela DV (e que bom que é ter essa paixão!!!) Sei que aqui no seu blog existem apaixonadas, assim como vc, eu e tantas outras amigas virtuais... mas eu fico me questionando sobre essa paixão. No show do Mosaico, e em tantas outras apresentações que nós eu ( e outras de nós ) já vimos... eu vejo o caso das alunas. As coreografias hoje estão belíssimas, mas eu vejo um problema.... as alunas em geral aprendem a coreogr., mas ao dançarem, aquilo vira um conjunto de movimentos sequenciais. Sem emoção, sem expressão. Dei aula por 5 anos.... e talvez por influência da minha primeira professora, eu tentei ao máximo ensinar minhas alunas a DANÇAREM, ensinando detalhadamente a técnica dos movimentos, mas sem coreografar. Ao longo desse tempo criei duas ou três coreografias. que se fizeram necessárias. Ensinei as minhas meninas a dançarem de improviso. Para que elas exercitassem a criatividade e o sentimento de traduzir a musica com o corpo. Aconteceu comigo um caso.... ao receber uma aluna que vinha de outra cidade, de outra professora, ela não sabia dançar nada além da coreografia aprendida por ela na escola anterior. Todas as aulas que tinhamos o improviso, ela dançava a mesma musica, do mesmo jeito. Se as ensinei certo, ou errado, não sei, mas o que quero dizer é que o excesso de coreografia as vezes estressa a aluna. Principalmente em SP que tem vários eventos, o negócio e ter sempre uma coreografia bem treinada. Mas como disse uma amiga minha... a aluna as vezes entra numa aula de DV pra descobrir seu feminino, relaxar, etc e acaba ficando tensa pelo tanto de coisas que tem que decorar... e no fim a gente acaba sempre por distinguir a professora das alunas ao assistir uma apresentação dessas. Nem tanto pela qualidade técnica, afinal a coreografia é do tamanho da capacidade das alunas, mas principalmente porque (geralmente) a professora é a unica que fazendo todos aqueles movimentos ainda consegue sorrir! Lembrando que isso não é uma critica as professoras.... nem as alunas... é só um questionamento a ser levantado..

    ResponderExcluir
  13. Olá querida!!
    É a Marcia Valeria de novo no anonimo...
    Tô aki, assim meio inchada, pq vc gostou do shic shac show!!
    Esta tbm é minha musica preferida, ela é tudo em uma só!!
    Quando minha prof pediu pela primeira vez q fizessemos um improviso na sala eu pedi esta..
    num foi um show...aff... mas me senti!!
    E tudo q acho lindo é show e se for bellydance é
    SHIC (chic) SHAC (chocou, caiu o queixo) SHOW (uhuu)...

    Verinha... to com shimmie nova na minha mão..bom eu amei o make.. sonho com vermelho e preto!! mas morro de medo e preguicinha de tentar...
    Tem video dele?
    Ensina aki um passo a passo com fotnhas coisa e talsss...

    Bjus e muita Luz

    ResponderExcluir
  14. Bom, eu não tenho palavras para descrever como a internet no geral mudou a minha vida há uns 10 anos. Depois dela, absolutamente TUDO que eu escolho / faço / trabalho / estudo vem de pesquisas que fiz por ela...

    A Dança do Ventre não foi diferente. Eu sou de uma geração bebê na DV, nunca tinha ouvido falar na KK até aparecer em uma busca do Google, [e depois de ir lá pessoalmente pois essa emoção de assistir a uma boa dança ao vivo de fato é insubstituível] foi através da internet que tudo começou para mim !

    Inclusive foi por causa dos blogs de DV, o seu blog inclusive, que eu descobri que não estava aprendendo DV do jeito que eu queria, na minha antiga escola, que era uma grande rede fast-food de DV. Aprendi muito mais nos blogs de DV do que na sala de aula, infelizmente é verdade......

    Mas se Deus quiser, em breve voltarei à sala de aula pois uma boa professora ao vivo, ainda é insubstituível !!!

    Eu comecei lendo diaria e religiosamente os blogs:

    Vera - Amar El Binnaz
    Luana Mello - Danças Exoticas ainda na época do dv clássica
    Shaide Halim - ainda na época do tribal [faz temmmmpo]
    Natália Salvo - dançar ou não dançar [sempre me identifiquei muito com o jeito dela escrever, me vejo muito nela!]
    Arabesque - KET
    A Bailarina - Lu Arruda

    Como aprendi nesses blogs! Quase caí para trás quando descobri todo esse tesouro!!!!!

    Como todas vocês blogueira me ajudaram !!!!!..... ;)


    Para mim o Selo SHIK SHAK SHOW vai também para a Jalilah's Amor À Bellydance da Juliana !!!!!

    é isso beijocasssssssssss

    ResponderExcluir
  15. Gentemmmmmmmmm

    Tô me achando um luxo tendo meu blog recomendado por você como Shik Shak Show! Obrigada lindona!!!

    Bom, nunca fui de frequentar comunidades mas acompanhei esse processo aí pela lateral do bonde...

    Contribuição realmente fantástica, poder conhecer pessoas como você...

    Bjks, SUh

    ResponderExcluir
  16. Concordo em gênero, nº grau! Blogs são excelentes ferramentas, vc só precisa buscar aquele que se adeque ao seu objetivo!
    Bjs
    Van

    ResponderExcluir
  17. AMEIIIIIIIIIIIII!!!

    EU INDICO manoela-jacome.blogspot.com

    BJOKASSSSSSSSSSSSSSS IZZA OLIVEIRA

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde, Amarelbinnaz

    Segue abaixo alguns detalhes sobre nossos serviços.

    CITRANGULO MODELAGENS
    Somos uma de prestação de serviços no ramo de modelagem. Analisando o mercado de confecção, concluímos que,a terceirização de serviço nessa área oferece redução de custos, aumento na produtividade e diminuição de divergencias no ambiente de trabalho. Assim, nos aliamos com clientes buscando sempre resultados promissores para ambos.
    Procuramos trabalhar de maneira satisfatória, conciliando rapidez, qualidade e eficiência.
    Oferecemos os seguintes serviços, juntamente com o sistema CAD :

    - Modelagem
    - Digitalização
    - Ampliação
    - Encaixe no Delta R (encaixe alemão)
    - Plotagem
    - Entrega ( serviços requisitados )
    - Treinamento do programa CAD - Moda 01

    Valores


    Modelagem: R$ 80,00 apartir
    peça piloto: R$ 30,00 apartir
    Digitalização: R$ 2,00 por parte
    Encaixe Delta R: R$ 30,00
    Ampliação: R$ 30,00 três tamanhos
    Ampliação: R$ 40,00 quatro tamanhos
    Plotagem: R$ 3,00 por metro


    Contato:
    CITRANGULO - MODELANDO IDÉIAS

    A/c Maíra Citrangulo

    Tel :(11) 3714-0923
    Cel :(11) 8084-2424
    Endereço : Rua Brasília Marcondes Buarque, nº114 - Jaguaré - São Paulo - SP

    ResponderExcluir
  19. Fuçando e re-funçando achei esse post que já tem um bom tempo que saiu, mas como blogueira rsrs não posso deixar de colocar meu blog aqui também para sua avaliação se ele está a altura de receber o selo. http://julianabatista-bellydance.blogspot.com.br/

    Esse ano montei um blog para escrever para minhas alunas e claro para quem mais quiser ver, antes tinha o blog do cantinho oriental http://cantinhoorientalblog.blogspot.com.br/, mas como a loja não existe mais e particularmente acho o blog lindo, não tive coragem de deletar.

    Bom apesar do tempo a postagem ainda é bem atual. Grande abraço!

    ResponderExcluir

Mentes que pensam e fazem os outros pensar!!! Muito obrigada pelos seus comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...