28 julho 2011

13

OFF TOPIC - Você já viveu hoje?


Estou parafraseando o slogan da lindona Esmeralda – “Você já dançou hoje?”, minha pergunta para você querida leitora é “você já viveu hoje?”.

Hoje recebi a notícia de que uma colega de trabalho faleceu. 30 anos. Recém casada, profissional competente, cheia de talento, linda, repleta de sonhos e momentos a serem vividos. Fez uma cirurgia nas varizes mais por estética do que por necessidade, ficou sozinha em casa e por ocasião de um desmaio teve uma parada respiratória. Cérebro sem oxigenação. Embolia pulmonar. Morte cerebral. Morte. Fim.

Embora essa pessoa não fosse uma amiga pessoal, sua morte hoje mexeu demais comigo. Um desmaio, algo que eu e você consideraríamos bobo e superficial. Efeito rápido. Separação definitiva. 

Me levou a pensar: será que estou levando minha vida da melhor forma possível, semeando o melhor no coração das pessoas, deixando bons rastros por onde passo, gozando do que a vida tem me proporcionado? Porque amanhã você pode desmaiar e não mais acordar. Será que alguém se sentirá motivado a levar minha história adiante? Será que haverá doces lembranças da minha companhia?



Na minha mesa de trabalho tenho um quadro que diz assim:

1.       Crie filhos ao invés de dinheiro.
2.       Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete.
3.       Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela.
4.       Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma declaração para quem você ama!
5.       Para cada almoço de negócios, faça um jantar a luz de velas.
6.       Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rápido?
7.       Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça que vírgulas significam pausas.
8.       Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos.



Es  Me vejo contaminada por esse movimento de "preciso ser mais e preciso ter mais", e um acontecimento desses me puxa para a realidade de que a vida é algo frágil demais e precioso demais para ser desperdiçada com supérfluos! Não são todos os que poderão entardecer na vida, ter seus filhos, acompanhar seu crescimento, ver reconhecido todo o esforço que você empenhou na vida profissional, viver a plenitude de um amor verdadeiro, encontrar-se como ser humano único no universo. Priscila não teve esse privilégio, essa dádiva. Mas você tem!!!


F  Faça a vida valer - AGORA, JÁ! Não perca tempo. Faça aquela viagem que há anos não sai do papel, peça perdão a quem você quer bem e por algum motivo pisou na bola, ofereça perdão a quem te ofende - ele precisa bem mais de paz do que você, diga EU TE AMO a quem tiver vontade. Valorize muito mais seus amigos - eles são a família que Deus lhe permitiu escolher. Honre a seus pais enquanto é tempo porque a vida não oferece segunda chance. Se algo aconteceu em nosso mundinho bellydance que te motivou a dispensar raiva e rancor, aguarde dois minutos - isso passa!! Não retribua nenhum tipo de energia a uma energia ruim, ela, por si, se dissipa!



     Coloque em seus projetos, em tudo o que for fazer a energia da ETERNIDADE. Faça tudo o que lhe vier às mãos da melhor e mais perfeita forma possível, faça como se não existisse segunda chance. Dance como se fosse a única vez! Viva como se este fosse o melhor momento de sua vida.

     Porque VOCÊ vale a pena.

     Beijos a todas!

26 julho 2011

19

A arte em "clicks" de Eduardo Fuica


Segundo o Wikipédia, a palavra Fotografia vem do grego φως [fós] ("luz"), e γραφις [grafis] ("estilo", "pincel") ou γραφη grafê, e significa "desenhar com luz e contraste". 

Para muitos de nós a fotografia serve para congelar um momento e garantir que ele se perpetue. Os profissionais da área são responsáveis por construir, por desenhar este momento da forma mais perfeita possível, captando das pessoas seus melhores traços e ângulos,  e quando a perfeição não é atingida com os clicks, ela é conseguida através dos programas de computador. O fotógrafo é o artista que não tem os seus sentidos despertados por sua obra, ele usa seus sentidos para despertar a arte em sua obra. É por demais especial. 

Eu já escrevi várias vezes aqui no blog sobre o valor da fotografia profissional para o portfólio da bailarina, tanto em relação ao estúdio quanto em relação ao palco, e em meu coração reina absoluta minha amada Adelita Chohfi (Santa Adelita rogai por nós), porém não pude passar "em branco" nas fotos desse grande artista chamado Edu Fuica.


Gostaria de colocar informações mais técnicas sobre o currículo do Edu, mas nenhuma dessas palavras "currículo" ou "especificações técnicas" conseguem traduzir a sensibilidade do artista Edu Fuica. Em seu perfil no blogger ele se descreve como um profissional plural, faz com que suas fotos abranjam amplos tipos de linguagem, como editorial, fashion, sensual, eventuais e conceitual. 

Na dança do ventre, seu trabalho se diferencia porque sua motivação nas fotos é única e exclusivamente a bailarina, e não "o que ela pode fazer com essas fotos". Como artista, ele consegue visualizar na modelo sua característica mais marcante, e a potencializa, colocando em suas fotos não somente sua assinatura pessoal, mas também a personalidade da modelo em sua forma mais genuína. 



Meu primeiro contato com a fotografia do Edu foram as fotos da Aysha Almée - um belíssimo ensaio fotografado no Zainab Café para um calendário sobre dança, e o que mais me chamou a atenção foi justamente a naturalidade das fotos e o "quê" de rainha que eu sempre visualizei na Aysha. Isso além da iluminação das fotos, que acredito ser o grande pulo do gato deste artista. As fotos da Aysha são sempre lindas, mas nesse ensaio ela se mostrou majestosa como nunca a vi antes. Aplausos para o Edu.


A partir dela vieram Jade el Jabel, Mahaila el Helwa, e a promessa de ensaios mais lindos ainda. Há alguns dias atrás tive a oportunidade de conversar com o Edu sobre sua abordagem em fotos, em relação a poses, iluminação, e em relação ao fato de que nós bailarinas gostamos das fotos mais "comerciais", ele me respondeu mais ou menos assim: 

"Quando utilizamos poses comuns, e tiramos fotos iguais as das outras bailarinas, você retrata, indiretamente, que todas são iguais, pois assim estão retratadas - como iguais."

Só posso concordar e admirar, porque eu também quero (e acredito que todas queremos) ser retratada em minha beleza única e pessoal. Viva Eduardo Fuica. 

Se você quer encher de glamour o seu ensaio fotográfico, o contato para ensaios profissionais é:
Edu Fuica










 Beijos a todas!!!

25 julho 2011

16

Quem vai ao Show de Gala do Mosaico?

Olá meninas!!! Tudo bom?

Que bacana que vocês abraçaram a idéia de participar do blog com o post do sorteio de aniversário. Porque eu ADORO compartilhar tudo o que o blog proporciona com vocês, mas gosto mais ainda quando a leitora que ganha um sorteio é aquela participativa, que está sempre aqui, que faz amizade, que se enturma (váaaarias amizades surgindo aí, principalmente no Twitter). O blog é pra isso também!! Quem sabe, em um futuro próximo a gente consegue criar uma comunidade "Amar el Binnaz" reunindo todas as habibas gente boa do mundo bellydance lutando pela "Paz Mundial" !!! KKK... 

A pergunta que não quer calar é: quem, afinal, vai ao Show de Gala do Festival Mosaico?



Foram 22 inscritas no total, e eu achei tãaaaao pouquinho!!! Gente, este é um show do calibre da produção de Lulu Sabongi! Quem foi ao "27 anos de história" pode atestar que a qualidade é altíssima. Mas... enfim. A lista de inscritas ficou assim (por ordem de inscrição):
  1. 1. Nome: Lívia 
  2. 2. Karina Beraldo 
  3. 3. Aline Santana Dosea
  4. 4. Laialy Suheil
  5. 5. Tati Lamas
  6. 6. Tamirys Silva
  7. 7. Mariana
  8. 8. Hildemary Rodrigues
  9. 9. Nome: Dayane
  10. 10. Giseli Maria Rover
  11. 11. Ana Dinardi
  12. 12. Deborah Pomelli Paulin
  13. 13. Karina Aysel
  14. 14. Juliana Camargo
  15. 15. Simone Rocha 
  16. 16. Nome: Alessandra dos Santos
  17. 17. Nome: Juliana Borges
  18. 18. DANIELLI MARCHI
  19. 19. andreia lima
  20. 20. Ana Paula Viana
  21. 21. Natalia Baroly
  22. 22. Nome: Ashayt Gandos

Utilizei o site RANDOM. ORG para sortear a vencedora: 

Parabéns Juliana Camargo!!!

Você deverá entrar em contato comigo num prazo máximo de 48 horas para combinarmos a entrega dos convites. Uhúuuu, vai aproveitar um show e tanto!

E habibas do RJ: o próximo presente é pra vocês... vem aí:


AGUARDEM!!!!!!!!!!!!!

Quem é do Rio de Janeiro e há participou deste evento, conta pra gente como foi!!!

Beijos a todas!!!

21 julho 2011

17

Sorteios, Promoções, Eventos e Recadjeeeeenhos

Olá meninas!!!

Tenho várias coisas para compartilhar com vocês, eventos, aulas, promoções, etc. Vamos lá:


Ainda dá tempo para participar do sorteio que vai dar um par de ingressos para assistir ao show de gala do Mosaico Brasil - Egito produzido por Lulu Sabongi. Você não pode perder!!!

Clique aqui para se inscrever no sorteio. O resultado sai segunda feira dia 25/07/2011.



******************************************************************************

Como todas sabem, o mês de Agosto é o aniversário do blog. Conversei com várias amigas e consegui prêmios para sortear no blog, vou colocar aqui só para dar um gostinho:

- Baby look da Dunya Bellydance
- DVD didático autografado da Mahaila el Helwa
- DVD do espetáculo Ana Claudia Borges - 10 anos de Dança do Ventre
- CD Bellydance Orient volume 44 com Hadara Nur
- Aluguel de figurinos para dança by Das Arábias
- DVD da bailarina Suheil
- Coleção de CDs seleção para aulas da Rhazi Manat
- Packs da Revista Shimmie da número 1 até a número 6 (que ainda vai lançar)
- Fan Veil azul LOOOOSHOOOO da Rose dos Véus
- Maquiagem presente da Tia Verinha (Beauty Book Neutral Eye Edition da ELF)

E espero até o final do mês conseguir mais coisas... então, o lance é o seguinte: pra ter mais chances de ganhar, você tem que ser seguidora do blog e PARTICIPAR DO BLOG, ou seja, comentar nos posts. Os sorteios serão realizados através dos conhecidos box para colocar nome e e-mail, porém serão distribuidos mais "números" entre as usuárias que estiverem participando dos posts que eu for publicando.  Então meninas, começou... já tô avaliando. 

************************************************************************

Em 03 de Agosto acontecerá a aula inaugural de Suheil no Shangrilá.


Para quem não conhece, Suheil é uma bailarina profissional, com mais de vinte anos de experiência em Dança do Ventre. Coreógrafa reconhecida por sua excelência, recebeu mais de 30 prêmios em sua carreira, foi a primeira e única brasileira qualificada no “Bellydance Superstars” Search (LA,2004) e recentemente foi vencedora no "Bellydance Evolution" (novo grupo de Jillina) apresentando-se em shows em Nova York.

Eu recomendo MUITO a todas que participem da aula inaugural da Suheil e façam seu curso. Já tive a experiência de estudar o DVD dela (clique aqui para ler o post), é uma bailarina que preza muitíssimo pela postura, qualidade coreográfica, limpeza e correção dos movimentos e o que pra mim é muito legal: a apresentação da bailarina - toda a expertise de figurinos e maquiagem para palco do ballet ela trouxe para o seu estilo em dança do ventre. 

Para as habibas de São Paulo é imperdível. 

******************************************************************************

Dia 05 de Agosto a Esmeralda vai dançar no Izidoro´s, ao lado do cantor Shaker Akiki.


Eu não preciso nem dizer que sou super fã da Esmeralda, e recomendo que você vá assistí-la nesse evento, já que foi dançando ao vivo que ela construiu sua (belíssima) reputação no mundo árabe. Como diria o Faustão "quem sabe faz ao vivo", e a Esmeh sabe... ah ela sabe!!!

**************************************************************************

Já estão abertas as inscrições para o VI Festival Ventremania, evento produzido pela minha querida prô Ana Claudia Borges. Haverá concursos nas categorias Infantil, Juvenil, Amador, Profissional, Duplas e Grupos. 


Este ano o evento vai acontecer no Teatro Municipal de Osasco, que é um espaço amplo - capacidade de 500 pessoas, um palco muito legal, e o local tem uma excelente estrutura para eventos. Traga seu grupo para participar!!! Se você não quiser participar dos concursos, há também a mostra não competitiva - não tem 
desculpa para você não dançar com a gente!

Para maiores informações acesse:


*****************************************************************************

Se você deseja ter seu evento divulgado, mande e-mail para amarelbinnaz@zipmail.com.br!

Um beijo grande no coração!!

19 julho 2011

11

Com arte, com amor e com vodka: Yassmin


Ultimamente tenho sentido uma certa estagnação no assunto "workshops internacionais". Quem trazer para realmente acrescentar conhecimento para a dança brasileira? Saida? Já veio. Jillina? Praticamente mora aqui. Randa? Já veio. Raqia? Já veio. Bellydancers Superstars? Já vieram. Dina? Já veio. Tito? Já veio... e blá, blá, blá...

Mas essa moça aqui não veio: bellydancer Yassmin, da Rússia. 

Como eu já havia dito aqui no post sobre Yevgenya Kopteva, a Rússia é um grande celeiro de tudo o que é bom no mundo, e Yassmin é, sem dúvida nenhuma, uma grande bailarina que por sua capacidade de expressão e por seu nível técnico deveria ser referência na dança do ventre. 

Meu primeiro contato com a dança de Yassmin aconteceu no famoso vídeo de "Ya msafer wahdak", onde ela dá uma aula de expressão e sensualidade, é bem diferente do que estamos acostumados a assistir para essa versão da música - pelo menos aqui no Brasil a música é basicamente executada para performances Andaluz com todas as sequências Mahmoud Reda possíveis. Yassmin trouxe uma outra solução em interpretação, com acentos e deslocamentos suaves, muitos movimentos sinuosos e tremido, com muita qualidade na execução. 

É uma bailarina que possui como marca registrada a elegância e a delicadeza, mesmo executando um solo de percussão, imprime sua assinatura na música com muita graça e leveza. 

Na novela "O Clone" os árabes costumavam dizer que boa é a mulher que "enche a cama", e eu costumo dizer que "boa é a bailarina que enche o palco". É exatamente essa impressão que tenho quando assisto um vídeo de Yassmin: ela consegue preencher todos os espaços, somente com boa dança, muita interação com o público, e, principalmente, com um repertório de passos 98% árabe. De vez em quando vemos uns arabesques, uns chutinhos de nada (como toda boa russa ela deve ter o clássico como base), mas no geral, ela é extremamente tradicional em dança do ventre. 

Assistir a dança de Yassmin reafirma minha crença de que não existe apresentação "pobre" ou "sem graça"  quando há muita qualidade e prazer ao dançar. 

Eu quero vê-la no Brasil. E você?  Com vocês: Yassmin











Se alguém aí estiver com o russo em dia, o site oficial dela é: www.yassmin.ru!!!

Beijos a todas

16 julho 2011

14

Qual a diferença entre inspiração e cópia?

Clique aqui para participar do sorteio de ingressos para o Show de Gala do Mosaico Brasil Egito
Olá meninas!!!

Semanas atrás vimos a movimentação no Facebook e em outros blogs sobre o plágio sofrido por Nagla Yacoub, bailarina e coreógrafa que possui um estilo único, e que imprime em suas coreografias uma assinatura invisível, porém inesquecível. Não é possível que você olhe uma coreografia elaborada por Nagla Yacoub sem pensar na hora que a coreografia a pertence. Neste caso, plagiar e colocar no youtube é praticamente "pedir" pra ser pego - sempre, mas sempre mesmo haverá alguém que conhece o dono da coreografia. 

Esta semana fui surpreendida por uma outra situação um tanto parecida, mas que me fez pensar diferente: qual é a diferença entre inspiração e cópia?

Observe esses dois vídeos:

Melina Beraldo - Morte e Renascimento 






Vídeo retirado por solicitação da assessoria da bailarina, conforme página de comentários.

A música escolhida foi a mesma - A morte do cisne, sendo que no primeiro vídeo está apenas a ária da Morte do Cisne, seguida da música Amazing Grace , e no segundo vídeo tem um trecho da ária anterior à morte do cisne (a versão do filme para quem assistiu ao Cisne Negro). O tema também foi o mesmo: a homenagem a um amigo em comum que agora encanta as estrelas do céu. Ambos os vídeos têm passos que me tanto a coreografia do Bolshoi, quanto o  John Lennon da Silva em sua apresentação para o "Se ela dança eu danço". 

Percebo também uma semelhança nas sequências escolhidas pelas duas bailarinas. E é justamente neste ponto que fico muito na dúvida: posso considerar "inspiração" ou "cópia"? E vai mais além: até onde existe a necessidade da publicação dos créditos nesse caso?

É muito complicado julgar o caso: são bailarinas diferentes, com estilos diferentes, com níveis técnicos diferentes. Em minha opinião, independente de inspiração ou cópia, percebo nitidamente que a segunda bailarina no mínimo assistiu ao vídeo da primeira, pois algumas sequências são semelhantes, mesmo que executadas com um nível técnico diferente - quando falamos em coreografia, temos que avaliar a criatividade na junção dos passos, na criação das sequências, e não no nível técnico de sua execução. Ninguém é dono de música, o fato de uma bailarina dançar uma música não quer dizer que outra não pode dançar a mesma música, mas atire a primeira pedra quem nunca sentiu aquele pontinho de tristeza quando viu sua idéia de dançar uma música não árabe, com um tema específico, "inspirar" outra bailarina e não receber os créditos por isso. Só entende quem já teve essa experiência. A pergunta que fica é: qual seria o problema em oferecer os créditos a quem teve a idéia original? Desmereceria o nível técnico da bailarina por isso? Claro que não. 

Polêmicas à parte, os dois vídeos são muito bons. Mas confesso que o que me arrepiou dos pés à cabeça e me arrancou lágrimas foi o da Melina, era como se em cada shimmie ela emanasse uma energia positiva.O propósito de Deus foi diferente, mas tenho certeza que lá do céu ele aprovou e está aplaudindo. 

Beijos a todas. 

14 julho 2011

24

Eventos: Festival Mosaico - Brasil - Egito + Sorteio


Olá meninas!!!

Se vocês observarem a barra de menus, vão notar que foi adicionado o botão "Eventos", e nesta aba eu pretendo divulgar eventos de qualquer lugar do Brasil, e está aberto também para Estados Unidos - uma parcela  das leitoras fiéis do Amar el Binnaz estão morando lá. Assim sendo, para divulgar seu evento, envie um e-mail para o contato que está descrito no perfil aqui ao lado, ok?



Vamos ao assunto do post: Festival Mosaico - Brasil - Egito

Pense na aula da Soraia no Festival Ahlam wa Salam - 150 pessoas em uma sala de aula. Agora pense o que será aproveitado com esse tanto de gente em uma sala de aula. Tudo bem, agora esqueça tudo. Ótimo.

Esse festival que propõe um novo conceito em workshops acontecerá na semana de 25 a 30 de Julho, sendo o show de gala em 31 de Julho. O objetivo principal do Festival Mosaico está comprometido com o aproveitamento da aluna em sala de aula. Portanto foram selecionados os melhores profissionais no cenário de dança em São Paulo, além da própria Lulu Sabongi - idealizadora do projeto, e mais os artistas internacionais Gamal Seif e Khaled Seif.  Os temas foram definidos a partir da expertise de cada um dos profissionais, então teremos (dentre outros, vou citar só alguns):

- Expressão em cena com o Tárik;
- Utilização do espaço e dinâmica de cena com Lulu Sabongi,
- Breaks e controles para percussão com Aziza-Mor,
- Elegância e combinações para Taksim com Malak,
- Vibratos e linhas contínuas - o Shimmie poético com Mahaila el Helwa,
- Combinações para músicas modernas com Hadara Nur,
- A força dos Twists e seu impacto em cena com Ana Claudia Borges,
- Khaleege com Kahina;
- Elementos para fusão - o moderno na dança com Juli.

Como vocês podem ver o tema foi definido "como uma luva" para cada um dos profissionais. E no final de todos os dias de curso haverá aulas com Gamal e Khaled Seif onde os temas vão de folclore, mowashahat até interpretação de Om Koulthoum.  O número máximo de alunas é de 25 por aula, ou seja, um número menor para facilitar a supervisão do professor em sala de aula e garantir que todas as dúvidas sejam esclarecidas e os movimentos corrigidos. Só posso dizer que achei excelente. 

Reveja a entrevista que fiz com a Lulu no Mercado Persa onde ela fala mais um pouquinho do Festival Mosaico:




Para saber mais sobre as grades e horários de aulas, consulte o site:

http://www.lulusabongi.com.br/mosaico/

O Show de Gala acontecerá no dia 31/07 em apresentação única às 19 horas no Teatro Santo Agostinho, e pela lista de profissionais está IMPERDÍVEL.  Aí sim vou colocar a lista completa de profissionais aqui só para vocês sentirem o drama:

Mahaila el Helwa                          Millah Palhares
Najwa Zaidan                               Nesrine
Aziza-Mor Said                            Tahya Brasileye
Saphira Quinteiro                          Rhazi Manat
Aysha Almée                                Flora Pitta
Nuriel el Nur                                Tárik
Kahina                                         Flávia Capucho
Malak                                          Adriana di Cillo
Najla Yacoub                              Ju Marconato
Hadara Nur                                 Cristal Kasbah
Ana Claudia Borges                     Tális Vessali
Juli
Mahira Hassan

Além de Lulu Sabongi, Gamal Seif e Khaled Seif. E mais a grife Lulu Sabongi para shows que é garantia de profissionalismo e beleza NO ÚLTIMO GRAU. Fala sério, não tem como perder!

E agora uma surpresa para vocês:

Lulu ofereceu de presente para as leitoras do Blog Amar el Binnaz um par de ingressos para o show de gala para sorteio. 

Para participar, basta deixar um comentário aqui na caixa de comentários informando seu nome e e-mail. A vencedora será anunciada no dia 25/07. Então corre amada, participa mesmo!!!

Boa sorte a todas!!!

10 julho 2011

9

Elis Pinheiro - 10 anos de dança. E o presente é todo nosso!!!!


Ela poderia ser lembrada por "uma certa semelhança física" com a Sohair Zaki. Ou ainda pelo seu trabalho de braços, que nos levam aos filmes de Samia Gamal. Seu quadril poderia ser comparado ao ultra power quadril da Soraia Zaied. E a expressão poderia ter sido inspirada por Jade el Jabel.

São credenciais de peso na dança do ventre, mas Elis Pinheiro escolheu o melhor disso tudo: imprimir sua personalidade em suas referências. Ser ela mesma foi a melhor escolha possível para sua dança.
A leitura musical de Elis é um fenômeno. Nas danças apresentadas nas vídeo aulas de Lulu Sabongi, 8 ou 9 anos atrás, seu estilo de dança já era diferenciado pela qualidade técnica. O solo de percussão da música "Hopa Tito Balaha" do volume 4 é um dos meus vídeos-referência para estudo de percussão até hoje. Bailarina com um estilo exótico, possui um repertório de passos extremamente voltado ao tradicional, porém com um "plus" que é exatamente o trabalho de braços. Nesse "momento" da dança em que todas as atenções estão voltadas para as pernas, o estudo do estilo de dança de Elis se faz ainda mais necessário, pois não existe boa dança sem a moldura dos braços.

Em 18 de Junho, Elis comemorou seus 10 anos como profissional de Dança do Ventre, e realizou um show que não poderia espelhar melhor suas escolhas de sua carreira: muito glamour e profissionalismo. Convidou um time de peso para festejar com ela: Lulu Sabongi, Jade el Jabel, Kahina, Amara Saadeh, Mahaila el Helwa, Mahira Hasan, Fabi França, Aziza-Mor Said e Christal Kasbah. Suas convidadas corresponderam o chamado à altura, e realizaram um show que deve ficar para a história da dança do ventre em São Paulo. Todas as apresentações ANTOLÓGICAS. E para provar mais uma vez que quem ganha o presente é o público, Elis disponibilizou todas as apresentações em alta resolução em seu canal no youtube. E eu serei a primeira da fila do DVD quando lançar porque será fonte de estudo por muuuuuito tempo.


Assim sendo, vamos às apresentações: 

"A Aniversariante" Elis Pinheiro, vestida como uma princesa dançando maravilhosamente Batwannes Beek:


Christal Kasbah: Enta Omri



Mahira Hasan: Wahashtini



Elis Pinheiro: Niptid



Aziza-mor Said: Lissah Fakir



Jade el Jabel: El hob Kolloh



Mahaila el Helwa: Sirit el hob



Kahina: Basboussa



Fáby França: Akdeb Aleik



Lulu Sabongi: Alf leyla we leyla



Elis Pinheiro - encerramento: Baterefleek



Bom estudo e aproveitamento!!!!

Beijocas!!!

07 julho 2011

5

Fontes de Estudo no Facebook


O Facebook é mesmo a febre do momento não? Quebra um galhão em qualquer tipo de divulgação que se queira fazer, compartilha fotos, faz chat, tem seu momento twitter... E ainda assim dá pra utilizar o Facebook como ferramenta de estudos? 

Dá sim senhor!!!

Os grupos do Facebook são uma boa ferramenta para quem quer aumentar a rede de contatos e ainda expandir seu repertório de estudo. Diariamente são postados textos, vídeos, impressões, mini artigos que vão enriquecer seus estudos e complementar o conteúdo oferecido em sala de aula. 

Vou indicar aqui dois para vocês:


Raks Sharki

Descrição:
"O objetivo do nosso grupo é estudar a dança do ventre, chamada de" Raqs el Sharq " em língua árabe, o que significa - A Dança do Oriente. Este grupo não pertence a nenhuma companhia de dança profissional ou estúdio e estamos dançarinos profissionais e não profissionais, mas olhando para o respeito que esta arte merece. Se você é um professor, um estudante, um baterista ou mesmo alguém que admira esta dança, são muito bem vindas. "

Fui convidada a participar desse grupo pela Malikat al Hanna, e fiquei encantada com a quantidade de informações que são postadas diariamente. São muitos vídeos, músicas, fotos,  e o debate é extremamente saudável porque a Malikat controla tudo com "mãos de ferro". Brincadeira, mas não tem bagunça lá não. 


Arab Soul


Descrição: "O sentimento dos imigrantes, dos descendentes e brasileiros que aprenderam e aprendem com a história dos árabes e as suas contribuições à nossa cultura. Expressamos nosso amor, respeito e gratidão a este povo e as suas tradições!! Homenageando a milenar CULTURA ÁRABE."

Outro grupo indispensável para quem é amante da cultura árabe. Neste grupo você vai encontrar diversidades sobre o mundo árabe, mas também encontrará músicas, clips de artistas árabes e mais letras traduzidas para o inglês e português. 

Recomendo bastante a todas que participem dos dois grupos e aumentem em muito seus conhecimentos de dança do ventre e cultura árabe.

Beijos a todas

04 julho 2011

27

Sobre o movimento contra o "Ballet do Ventre"


A música de Adele que estou ouvindo não poderia combinar melhor com o post: "We could have it all!"

A imagem acima movimentou de verdade o Facebook das apaixonadas por dança do ventre. As reações foram as mais apaixonadas possíveis: as bailarinas que utilizam inserções do ballet condenaram a imagem e o movimento, as que não gostam dos movimentos de ballet responderam à altura, há quem pense que uma boa parte mudou de opinião quando as bailarinas "com o peso da faixa" emitiram sua opinião publicamente, e o resultado de tudo isso é: a séria reflexão que poderia ser feita desse assunto ficou em segundo plano. 

Vou expor a minha opinião aqui e não no Facebook por que?
Esta é minha casa, paz e tranquilidade não tem preço. 

Gostaria de convidar você a assistir o vídeo abaixo:



A música é Daret al Ayam, conhecida clássica de Om Koulthoum. Neste momento, eu  gostaria que você apontasse qual é a diferença entre a bailarina do vídeo, que classifica sua dança como "Fusão de Dança Oriental com Ballet", e a dança de várias bailarinas do cenário atual de São Paulo (nem estou falando do Brasil, tô falando do "meu quintal"). A única diferença que consigo apontar é que a bailarina do vídeo está realizando alguns movimentos na ponta. A leitura da parte melódica da música, em especial postura em arabesques e giros, é tudo exatamente igual. 

É lindo, de verdade. Ninguém questiona a beleza de um arabesque bem feito quando a música cresce, todos ficam de queixo caído quando uma bailarina liga um giro num passé e faz uma pirueta (ou é o contrario? ai meu Deus, se falei errado a Su vai me matar!!!). Mas honestamente, pensemos: quais são os movimentos predominantes na performance? Será que podemos chamar o que temos assistido de dança do ventre?

Como disse sabiamente a Esmeralda na entrevista feita para o blog (na íntegra aqui)  - vou colocar aqui de forma (quase) literal: 
"O Ballet Clássico é muito importante para qualquer estrutura de dança, por ter uma metodologia milenar e por exigir uma força da bailarina que é muito importante, é uma marca que o corpo da bailarina sempre precisa ter - isso falando de postura, de disciplina e etc. Porém, cada dança tem uma conversa, tem um grupo,  tem um estilo,  uma personalidade. Fusioná-las é muito saudável, porém contaminá-las é muito complicado. Eu acho que utilizar um pouco do educacional e da metologia de uma outra dança para melhorar o seu corpo para que a dança que você escolheu para trabalhar fique mais clara, fique melhor, isso sim é o correto. Não fusionar 100% 24 horas, e sim trabalhar o seu corpo para receber a metodologia de uma outra dança em favor da dança que você trabalha."

Confesso que tudo me pareceu discurso, até que a vi dançar ao vivo. Não tem a dança que ela executou naquele dia, que foi Akdeb Aleik (uma música daquelas que chamam bem à interpretação), mas observe essa performance com Mashael:



Vemos exatamente o que ela colocou em sua explicação: estrutura corporal de bailarina clássica: postura e perfeição nos giros, porém o repertório de movimentos é 95% árabe. 

Como se diz no norte "tudo demais é muito". A indignação das pessoas se levanta contra o exagero que vem se levantando no Brasil. Sou contra a opinião de que as inserções do ballet na dança do ventre são uma tendência mundial. Nem na Rússia, o berço mundial do ballet, a dança do ventre é tão contaminada por movimentos do ballet clássico. O maior expoente dessa tendência, a bailarina Saida, admite publicamente que seu estilo é, na realidade, uma fusão das duas danças. O público absorveu, gostou. Mas admitir essa fusão como verdade máxima, e elevar a necessidade de executar alguns movimentos de ballet clássico a requisito básico para se considerar uma performance de dança do ventre como ideal é tão ignorante quanto pensar que o ballet não oferece benefícios a qualquer manifestação corporal. 

O que me preocupa, na realidade, é a confusão que pode acontecer na cabeça de uma aluna que se mata para fazer os pliés, passés, piruetas, braços esticadíssimos e tudo o mais, e quando ela se apresentar para algum mestre egípcio com aquela música clássica cheia dos arabesques, contratempos e outros artifícios ballezísticos, esperando uma boa avaliação de sua dança escutar em alto e bom som que ela não sabe dançar (como já aconteceu da Raqia Hassan emitir essa opinião a quem quisesse ouvir). E aí? Quem é que se responsabiliza pela decepção da aluna do tempo que ela considerará perdido em aulas e ensaios? Mais ainda, quem terá a moral necessária para tentar extrair algo bom dessa confusão mental?

Existe algo de muito positivo nessa discussão que é a necessidade de reafirmação do conhecimento de dança oriental "pura", e uma séria estruturação desse conhecimento para garantir sua perpetuidade, assim como aconteceu no ballet clássico. Ainda temos muito o que aprender nas duas áreas, mas uma coisa é certa: cada dança é linda em seu formato original, com seu estilo e linguagem próprios. Cabe a nós encontrar o fino equilíbrio para enaltecer ainda mais a dança que escolhemos.

E deixo aqui meu voto de louvor à bailarina que, na minha opinião, encontrou de forma precisa esse equilíbrio: Aysha Almée. 


03 julho 2011

5

Resultado do Sorteio Junino + Ação Entre Amigas



Ação entre amigas nos remete ao pensamento uma rifa... mas não é isso não, confira ao final do post como ajudar MUITO a uma amiga da dança do ventre!!

Vamos ao resultado do sorteio minha gente!!!!!

Quero primeiramente agradecer a todas as leitoras que participaram. Vocês devem ter notado que eu só fiz a divulgação aqui no blog e no Twitter, e isso justamente para premiar as leitoras e seguidoras regulares no blog, que estão sempre por aqui participando e comentando. E desejei muita sorte a todas, a mesma sorte que eu estava desejando a mim mesma para ganhar a Quina de São João - 60 milhões (ou seja MUITA sorte mesmo!!!). 

Foram 81 entradas para o sorteio, sendo que dessas, 63 através do blog e 18 através do Twitter. Para o sorteio utilizei o site Random.org para selecionar um número entre 1 e 81 e o número é....


E a sortuda é:


Ela já tinha batido "na trave" em um dos sorteios anteriores... 
Twitter - @strangecarrie

Parabéns Tati!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Você tem 24 horas para entrar em contato comigo para passar os dados de entrega! 

E você que não ganhou, não fique triste de jeito nenhum!!!!!!!! Todas vocês sabem que Agosto é o mês de Aniversário do blog e eu estou trabalhando para que haja um MONTE de sorteios comemorativos aqui no blog. Já tenho aqui: DVDs, packs da Revista Shimmie, uma paleta de sombras MARA que estou cobiçando (mas serei forte, a paleta é para vocês!!!), CDs, camiseta da Dunya Bellydance... e espero conseguir muito mais até o final do mês. 

Aliás, se você é uma marca que acompanha o blog Amar el Binnaz e deseja divulgar sua marca e presentear nossas leitoras com um artigo para sorteio, entre em contato comigo!
**********************************************************************************
Ação entre amigas

Minha amiga querida Mariana Rocha está finalizando um trabalho de conclusão de curso de sua Pós Graduação em Dança e Consciência Corporal na FMU, e o seu tema é justamente o ensino da dança do ventre. Para este trabalho ela precisa realizar uma  vasta pesquisa de campo e estamos pedindo sua ajuda - professoras de Dança do Ventre de todo o Brasil.  Sua pesquisa envolve os processos pedagógicos envolvidos no ensino da dança do ventre sob uma visão metodológica. O questionário visa não apenas a compreensão desses processos mais levar à reflexão dos mesmos. Precisamos chegar em um número de 100 entrevistas!

Para participar, faça o download do questionário no link abaixo:


E após respondê-lo encaminhe para o e-mail: naninharocha@hotmail.com


Desde já agradeço sua ajuda em nome da Mariana. E como uma forma de agradecimento, ao final da pesquisa ela vai sortear alguns presentinhos entre as participantes da pesquisa! E após a conclusão da pesquisa, pedirei a ela que poste algumas impressões sobre essa pesquisa aqui no blog!!

Beijocas!!

02 julho 2011

15

Uma das melhores danças que já vi na vida (2)





Sempre que eu planejo não postar nada, eu abro o youtube e fico assombrada com alguma coisa, parece que o universo é que controla minhas postagens!


Vi esse vídeo da Mahaila el Helwa, sua apresentação no show de 10 anos da Elis Pinheiro. Tô de queixo colado no chão até agora. Majestade, elegância, delicadeza, tudo em favor da dança do ventre de mais alto nível.





Perceba que não há nenhum giro ballético ultra master escalafobéticos, praticamente nenhum arabesque, nenhum chute (glória Jesus!!), só Dança do Ventre. Affff. Apaixonei. Mahaila casa comigo! Leitura PERFEITA do Taksim. E ela ainda cantou a música bem bonitinha. 

Eu sei lá o que a Mahaila "tá tomando" (brincadeira hein Mahaila!!!), mas o fato é que sua dança está num crescente absurdo. Sabe aquelas lindas apresentações de Akdeb Aleik e Layali Masria do DVD dela? Esquece. Nesse vídeo ela  tá muuuuuuuuito melhor. De fato uma bailarina que caminha a passos largos para se tornar uma das maiores do país. 

E o vestido da Simone Galassi que vou chamar carinhosamente de "vestido pelado" deu todo um charme especial à apresentação.



Hoje é o último dia de inscrições para o sorteio!!! Não perde não!!!!

Beijocas a todas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...