09 maio 2011

5

Tito Seif, porque o homem tem todos os encantos do mundo!



Em alguns momentos me pergunto se ainda existe preconceito com os homens na dança do ventre. Há quem diga que não, mas eu acredito 100% que existe muito preconceito com os homens que preferem dançar a parte "feminina" da dança do ventre. Eu me vejo 500% mais crítica com a dança dos rapazes do que das moças. Acho que se é para os rapazes dançarem de "duas peças", a dança tem que ser o máximo, o figurino tem que ser luxo, e o bailarino tem que ser lindo. É, eu sei, "bobagem da pura". Mas estou trabalhando isso. Porém acredito que esse sentimento não é só meu não, muitas pessoas também pensam dessa forma dentro da dança. 

Nesse tópico só existe uma unanimidade: seu nome é Tito Seif



Tito começou sua carreira como dançarino de dança folclórica do Egipto. Nos últimos 20 anos, e com grande paixão, seu estilo se desenvolveu mais e mais no estilo oriental, que chamamos de "Raks Sharki". Seu estilo único consegue aliar a suavidade de seus movimentos com a força do corpo masculino: seus acentos são I-N-C-R-Í-V-E-I-S. Sua leitura musical do Taksim é melhor do que a leitura de todas as bailarinas em atividade no Egito - aquela dramaticidade que nos tira completamente dos movimentos só para observar as caretas das bailarinas simplesmente não existe em sua dança. É a beleza genuína da dança oriental, só e tudo isso. Dançando de calça jeans, calça bailarina, figurino folclórico, whatevers. Sua dança é maior do que a "casca".




Ele ensina ambos os estilos oriental e folclórico da dança. É um bailarino extremamente talentoso com muitas soluções sensacionais de dança para ensinar aos alunos de todos os níveis da dança oriental. Outro dia em minha aula com a Aninha, a Leila Chiaratti (guarde este nome - ele será um dos grandes da dança do ventre em Sampa) fez um movimento ensinado por ele no Festival da Luxor, que era um oito pra trás com tronco projetado à frente e shimmie. Uma coisa LINDA de se ver. Só podia ser do Tito mesmo... 10 entre 10 bailarinas saíram encantadas de seu workshop, cheias de movimentos do repertório do Tito para adaptar em sua própria dança. Um exemplo de mestre que não teme em dispensar seu conhecimento à vontade. 

Tito atualmente vive e trabalha no Egito. Com uma presença de palco muito forte e dotada de personalidade, Tito fascina até os mais conservadores com a dança masculina. Seu legado para a dança do ventre mundial, com certeza, será, além de sua dança, a sua capacidade de tirar de nossos olhos a trava do preconceito. 

Com vocês, Tito Seif.








5 comentários:

  1. eis um ponto que sempre me pega: figurino. não é preconceito, é gosto e conhecimento! duas peças, peito de fora e cinto reluzente não dá, pra qualquer um que estudou a cultura oriental. é o mesmo que pensar que minhas tatoos serão bem aceitas perante a família libanesa. não é rixa nem picuinha, é tradição. agora, se for dado o devido nome 'performance', se for hora e local, tudo vale! eu realmente penso nisso, flor e assumo esse posicionamento. assim como temos nosso Tárik,Ali Khalih e Mansur fazendo bonito, Tito também manda muuito bem! eu respeito e admiro, assino embaixo!! =]

    ResponderExcluir
  2. Oi Verinha! Quanto tempo!! Na verdade continuo lendo seu blog praticamente todos os dias, e continuo amando. Sempre com temas quentes, polêmicos, conquistadores, instigantes.... Sempre comento seus posts "mentalmente", pois na prática é difícil sentar e colocar a opinião. Mas esse eu tive que deixar as coisas de lado um pouquinho e vir escrever. Primeiramente o assunto é pimenta neh!! homem na DV! Vc na verdade me apresentou o Tito hoje e realmente ele é espetacular. Uma técnica inquestionável e encantadora. Movimentos absolutamente perfeitos, sem com isso ser rígido, duro, pelo contrário, de uma leveza impar, de um carisma delicioso. A gente assiste a dança e não vê "um fio fora do lugar" rsrsrs.... Ele tem cuidado com os mínimos detalhes!! Perfeito!!! Mas vc comentou de preconceito e essa palavra ficou batendo na minha cabeça. Acho que eu tenho preconceito sim... mas se preconceito for o que eu tenho em mente: Considerando que eu (e muitos outros) temos o PRÉ CONCEITO de que femilidade pertence a mulher e que virilidade pertence ao homem. Tudo bem... estamos falando de arte, e a arte tem vários caminhos... mas EU acho estranho um homem lindo, barbado, peludo desse, com esse corpaço transmitir a nós que assistimos a "femilidade" de uma mulher. E ele passa isso!!!
    Ah... mas ai a Ju está olhando para o lado sexual da coisa... mas gente... DV é sensual... não tem como separar... é sensual quando uma mulher dança, com toda a sua femilidade e quando um homem dança com toda sua virilidade. Não é a toa que as meninas ficam loucas com aqueles homens dançando de turbante, batendo suas botas no chão! DV é sensual quando um bailarino ou bailarina aliam técnica, qualidade a emoção. O ruim é quando confundem sensual com sexual....... ai é vulgaridade... que não é o nosso tema aqui. Pelo contrário, Tito é tudo, menos vulgar!
    Não vou dizer que acho "errado" homem dançar, pelo contrário.... errado é denegrir a dança, coisa que o Tito e outros não fazem. Pelo contrário, temos mil coisas a aprender com ele!!!
    Resumindo, nesse caso que explanei o MEU PRECONCEITO, não considero nada errado, apenas desejável. Desejava que todas nós pudéssemos aprender com esse grande profissional, e desejava ver cada vez mais homens lindos como ele dançando a dança do ventre masculina, fazendo par com nossas lindas bailarinas. O que quero colocar aqui é que nós,bailarinas, ainda conseguimos enxergar a belíssima técnica por trás dos movimentos e trejeitos do grande Tito. E quem é leigo??? Será que consegue ter o mesmo olhar??? Infelizmente, acho que não..............................
    Grandes beijos e obrigada pelos posts.

    ResponderExcluir
  3. Oi Lu!!!

    Nossos meninos mandam MUUUUITO bem na dança folclórica! Eu acho lindas as apresentações do Tarik com música clássica, e ele não dispensa o figurino folclórico tradicional, isso é ponto pra ele.

    E vou te confessar que mesmo como "performance" eu ainda fico com um pé atrás. Vi cada bizarrice no concurso masculino do MP que deu MEDO. O que me fez ficar ainda mais crítica com o que os bailarinos levam para o palco. E o menino que ganhou mais dançou ballet e jazz do que dança do ventre, mas dentro do que ele se propôs a dançar fez muito bonito. Mas não era dança do ventre de jeito nenhum.

    Aqui no Brasil só gosto mesmo do Tarik Ali, do Flávio Amoedo e do Marcos Ghazalla. E mesmo esses, às vezes eu analiso uma coisa aqui e ali e sinto que a crítica é mais preconceito do que qualquer coisa.

    ResponderExcluir
  4. Ju, adoro comentários longos... Pode "sentar o dedo" à vontade, ahahha!!!

    Vc disse tudo, o Tito transpira uma feminilidade em seus movimentos que muita mulher (acho que eu, inclusive) não consegue.

    Também acho errado denegrir a dança. Como citei no comentário acima, vi no concurso masculino do MP performances que envergonhariam qualquer bailarina: adornos carnavalescos com danças medíocres. O problema é: se criticamos publicamente, o povo diz que é preconceito. Mas por que motivo a crítica para uma bailarina tem que ser ácida e para os homens tem que ser leve? De jeito nenhum, meu desejo é que a dança saia ganhando sempre, e não foi o que vi.

    E fiquei ainda mais chata do que eu já sou com os meninos.

    E o Tito não dança com franjas, adornos carnavalescos e um monte de plumas, e consegue nos deixar muito mais embevecidos. Ponto pra ele. Ponto pra dança!!

    Beijocas!!

    ResponderExcluir
  5. VERINHA, SOU LOUCA PELO TITO , DESDE DA EPOCA DA NOUR .. AMO AMO AMO DE PAIXÃO , ESTUDO HORRORES... ADORO O JEITINHO DE PEGAR NO CABELO.. MAS LEMBRE-SE ELE TB TEM PERNAS ALTAS, RSRSRSRSR LEMBRA....

    SAUDADES

    ResponderExcluir

Mentes que pensam e fazem os outros pensar!!! Muito obrigada pelos seus comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...