21 março 2011

4

Dança do ventre em quantas lições?

Olá meninas!!

Acabei de achar um DVD novo de dança do ventre no Submarino:
Bom, crédito total da Cláudia Censi sempre comercializar seus produtos em "larga escala". Mas pensando nesse título "Dança do ventre em 10 passos", no quanto ele pode parecer atraente, mas também o quanto ele é enganoso. 

Mas já vi outros títulos igualmente chamativos por aí na internet:

Dança do ventre - Faça seu homem subir pelas paredes - Aprenda como dançar.

A dança do ventre sensual e graciosa.

Dança do ventre - Um despertar do corpo e libido.

Essas matérias espalhadas pela internet evocam a dança do ventre como uma ferramenta para liberar sentimentos natos à mulher, como a sensualidade, feminilidade, para aumentar a libido. E a consciência geral acaba sendo que a própria dança do ventre, está lá, enclausurada no corpo de todas as mulheres, e bastam 10 lições para transformar qualquer reles mortal na Jade de "O Clone" (cruzes). Tá bom vai, em dez lições qualquer uma vira a Jade, que dançava horrivelmente. Quero ver é quem vai virar a Lulu Sabongi em 10 lições.  

Acredito que toda professora de dança do ventre que deu aulas em academias de ginástica como eu já vivenciou a experiência de ver alguém muito empolgado para aprender a dança do ventre, e após a primeira (e não raro a última) aula mostrar uma decepção absurda de não conseguir executar um único passo proposto em aula. 

A primeira grande lição da primeira aula de dança do ventre, na minha opinião, é a humildade. E mais nada. Os passos são uma conquista quase que acessória na primeira aula. Não importa se a aluna vai conseguir realizar um passo ou não, mas sim que ela aceite que a dança do ventre é uma arte, e através dela a mulher será capaz de expressar quaisquer sentimentos que quiser, porém deverá render a ela o devido respeito. 

Porém, derrubar o mito da "Dança do Ventre em 10 lições" pode ter um preço alto se a professora não tem carisma suficiente para que a aluna se sinta encorajada a voltar para uma segunda aula. Afinal, quem consegue manter uma escola se a aluna só faz uma única aula?

Clique na imagem para ver a mensagem toda. Esse exemplo de marketing deveria virar caso de estudo. 

Até quando seremos reféns desse ciclo que envolve primeiro o marketing apelativo para divulgar nossa dança, e só depois ensinar o respeito à arte às nossas alunas? Existe algo que possamos fazer?

Na minha opinião, existe. 

Tenha um tempo de conversa com sua aluna em potencial. Podem ser 5, 10 minutinhos no máximo se o seu tempo for curto. O que ela quer com a dança do ventre? Tem algum objetivo específico? Sim, ou não... Como ela acha que será o aprendizado, se rápido, devagar, se na primeira aula vai conseguir executar uma sequência, se ela tem uma idéia pré estabelecida de quanto tempo será necessário para o aprendizado...  E responda todas as questões com sinceridade. Óbvio que não aquela sinceridade do tipo "olha, levei uns 8 meses para fazer um movimento" - isso afugenta qualquer um, mas deixe claro que alguns movimentos levam mais tempo, que a execução de uma dança completa depende do estudo e dedicação individual, e coloque-se à disposição como uma professora-amiga que estará a partir de agora e para sempre ao lado daquela pessoa. 

Se você achar que seu tempo é muito, mas muito curto mesmo que você não possa ter essa conversa com sua aluna em potencial, faça um pequeno questionário para que ela responda na visita à sua escola, e responda-o após a primeira aula em uma conversa mais objetiva. 

Invista um tempo na preparação de todas as pessoas que batem à porta de sua escola procurando a dança do ventre, mesmo que pensem que é necessário apenas 10 lições. O retorno, com certeza, virá em muito mais lições.

4 comentários:

  1. mais um otimo post parabens, bom esse tipo de material é o que se chama de vulgarização do conhecimento, cumpre o seu papel de ser uma publicidade de massa, mas é facil e superficial como todo produto destinado as massas.
    publica~ções e produtos como estes nao sao novidades no mercado, e eu acho ate mais positivoq ue negativo, leva a pessoa enteressada a aula, e se der sorte de achar uma professora que tenha passado de fato por uma formação ela vera que as coisas nao sao tão simples assim.
    Na epoca da jade muita gente correo pra academia pora aprender dv em 3 aulas se apaixonou e ficou 3 anos, realmente , nao me ofende

    ResponderExcluir
  2. Bom acho que tudo tem os dois lados; referente ao DVD: "aprender Dança do Ventre em 10 passos" veremos então 10 passos básicos da dança: básico egipcio,batida lateral/angulo, oitos, giros, ondulações, shimmies, twist, cambres e muita, muita força de vontade rsrsr, é acho que se aprende dança em 10 passos; na real é o que a gente aprende em sala de aula no inicio, ninguem vai se formar com um DVD. Alias é engraçado, semana passada ainda conversei com minha profe sobre o assunto dos vídeos, sobre estudar com vídeos, como sempre tem os dois lados: bom para quem não tem grana X tempo para uma aula de dança convencional; e ruim pois como perguntei para minha profe: - e ai quem vai me corrigir???.....Dança do Ventre nos deixa loukaa!!

    Bjos Verinha adoro seu Blog.

    ResponderExcluir
  3. Ai Verinha...vc e seus posts....já tive tantas alunas que perdi em uma ou duas aulas justamente por verem que a dança do ventre não se aprende em 5 minutos. As vezes fico pensando em tentar mudar....deixar tudo nas coxas mesmo assim teria mais alunas...mas sinceramente não consigo. Como é difícil né? bom hoje temos até professoras formadas por dvd´s....rs...fazer o que né?

    ResponderExcluir
  4. Muito bom esse post, Vera!
    Olha, me arrisco a dizer que tem gente que aprende bem em dez licoes, aquelas raras almas que sao geniais.
    Outros nao vao aprender nunca, nem com o melhor professor do mundo.
    Enquanto isso a gente faz nosso papel - ensinar com humildade.

    ResponderExcluir

Mentes que pensam e fazem os outros pensar!!! Muito obrigada pelos seus comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...