31 dezembro 2010

5

Retrospectiva 2010: Bailarinas(os) Brilhantes, Workshops Fascinantes?


Se fôssemos nos basear nas previsões econômicas de dezembro de 2009 para o dólar, certamente NINGUÉM negociaria um único workshop internacional em 2010.  Diziam que o dólar iria se fortalecer em 2010, que talvez até voltasse à cotação de R$ 4,00 (alô Fernando Henrique  - beijo NÃO liga para o planalto nunca mais). Mas o dólar foi um bom menino em 2010,  ficou bem quietinho no canto dele e não atrapalhou o plano dos empresários de dança do ventre em trazer as estrelas internacionais ao Brasil.

Foi um ano muito fértil nessa área. Tivemos Raqia Hassan, Jillina, Saida, Yoursy Sharif, Tito Seif, Gamal Seif, Sharon Kihara, Bellydance Superstars e outros tantos Brasil afora que nem fiquei sabendo. Por um lado, acho ótimo quando se tem a oportunidade de ver uma aula diferente de profissionais que desenvolvem sua carreira na dança de uma forma muito diversa da nossa.

Por outro lado, acho que os workshops não têm o objetivo de "formar" bailarinas e sim "informar" sobre passos e sequências utilizados por esses profissionais, e nem sempre o tempo e a quantidade de pessoas em sala de aula são parceiros nessa empreitada. Não raro, o workshop é, basicamente, apenas o desenvolvimento de uma coreografia que contém alguns passos diferentes do que estamos acostumadas, isso quando traz realmente algo de diferente.

Mas isso é negativo Verinha?

Claro que não.

Mas vejo um "vento de mudança" muito ruim acontecendo com algumas alunas e bailarinas acontecendo no Brasil. Vamos por partes.

1. A aluna - É muito bacana olhar seu orkut e vê-lo recheado de fotos suas com as estrelas internacionais da dança. Mostrar ao mundo que o seu rico dinheirinho foi gasto em algo que realmente você gosta. Acho válido. Mas tenho visto e ouvido alunas, que não frequentam aulas regulares - guardam tudo o que têm para fazer os workshops internacionais,e no resto do ano vão se virando com os DVDs ou Youtube da vida. Quantas e quantas vezes não surgiu essa conversa "Ah, por que você não faz aulas com a Lulu, ou a Kahina, ou a Jade?" e a resposta - "Realmente, eu queria muito, mas tô economizando para participar da noite da Conquista e fazer os 4 dias de FIEL - daí ja sabe né, as inscrições, figurino,cabelo,makeup and all...".
SERIOUSLY? ???????????????????????????????????????????????
E vai ser aprovada na Noite da Conquista como, sem preparação?
É sério que tem gente que prefere perder aulas regulares com Lulu, Kahina, Jade e outras estrelas para ter 1 aulinha com a Raqia Hassan? É, existe habibas. E o negócio é seríssimo.

2. A bailarina - Outro dia fiquei pensando: quantas bailarinas são aprovadas na banca Khan el Khalili todo ano? Umas 20? Mas porque há bons 6 anos as bailarinas top são sempre as mesmas? Lulu, Kahina, Jade, Munira, Nur, Hayat, Shalimar, Michelli Nahid, Carlla Sillveira  e outras Brasil afora que não conheço, mas tenho certeza de que não deve ter mudado muito. Por que? Porque o chamado "topo" exerce um certo tipo de "Feitiço das Organizações" nas bailarinas que admitem pra si mesmas que não precisam mais de aulas regulares - agora elas tem é que DAR aulas regulares, e sua reciclagem fica condicionada única e exclusivamente aos workshops internacionais. Se você possui o DOM da dança do ventre como essas senhoras citadas acima, e eu ainda incluiria minha prô Aninha, Priscila Samra, Suellem, Luna, Isis, Carla ... entre outras, tudo bem. Deus já te deu o que precisa.
Mas não é o que acontece AT ALL -  a dança vai sentindo os efeitos da falta de correção, e, não raro, essas moças saem do cenário principal da dança porque se deixaram seduzir por seus próprios egos.

A dança sai perdendo? Não! Novos talentos estão aí a cada ano, quem perde são essas pessoas mesmo.

Muda a cabeça guria!! Pega seu dinheirinho e invista em aulas regulares!!!

Tcherto?

Bom, não haverá post de ano novo que tá em cima!!!

Mas quero desejar a todas as gurias um ano novo INCRÍVEL, que você inicie 2011 cheia de energias e muita disposição (alow professoras: O Clone vai começar, PREPARAI-VOS!!!), mas, principalmente, com muito amor no coração, para semear o melhor sentimento no coração das pessoas.

"Love is all we need!!!"

Muito amor, paz, saúde e sucesso pra todas nós.

Feliz 2011!!!!!!!!!!!

27 dezembro 2010

7

Retrospectiva 2010: O legado de Reda e a leitura de Lulu

Nesta semana e na próxima farei uma série de posts falando de algumas coisas que em minha opinião foram importantes para a dança em 2010.

Exaltar o legado de Mahmoud Reda para a dança oriental é chover no molhado. Sua contribuição para a perpetuidade da dança oriental vai além simplesmente da difusão de passos, da inserção do ballet na dança oriental, ou da construção coreográfica. Podemos afirmar, sem medo de errar , que Mahmoud Reda é responsável por colocar o folclore egípcio nos grandes palcos e nas grandes produções, sem que as apresentações fossem vistas como "simplórias" ou "amadoras".

Mas, o que há de tão especial neste bailarino e coreógrafo?

O governo egípcio diz que ele é "capaz de representar o melhor do Egito, tanto na dança como na música".  Não poderia haver definição melhor. No filme "Cleópatra", Julio César diz que a grande rainha É o Egito. Mentira. O Egito é Mahmoud Reda. Sempre foi.


Nawal interpretando uma obra prima de Mahmoud Reda - Ya Msafer Wahdak.

Nós, brasileiríssimas, adoramos de paixão o trabalho desse grande mestre, mas engana-se grandemente quem acredita que é simples fazer uma releitura de seu trabalho sem descaracterizá-lo.  A leitura musical proposta por Reda é muito diferente do que estamos acostumadas: fomos ensinadas por todas as mestras a efetuar a leitura da melodia, ou do instrumento solista. E o compromisso das coreografias criadas por Mahmoud Reda é com a harmonia cenográfica.

Observe um exemplo:



A música se chama Men Gher Ler, e possui uma "Entrada da bailarina" (ou como sua professora te ensinou a chamar essa parte da música) que seria executada por nós brasileiras com deslocamentos, e, por que não, com uns arabesques aqui e ali. Depois da entrada tem um kanoun que, com certeza, seria "lido" com um tremido acompanhado de braços bem leves, visto que trata-se apenas do começo da música, e etc..

Acompanhe o vídeo: TUDO DIFERENTE NENÉM. É difícil estabelecer uma "linha de raciocínio" para os passos escolhidos por Reda, porém, suas composições são inegavelmente belíssimas. Estaria tudo perdido para as brazucas no estudo do bom velhinho da dança do ventre?



Um dos acontecimentos em dança realmente relevantes em 2010, EM MINHA OPINIÃO, foram as apresentações das coreografias de Muwashahat sob a batuta de Lulu Sabongi. Em primeiro lugar para nos apresentar à essa forma de dança tão diferente, já que trata-se de uma "poesia cantada", e seu compromisso é complementar a beleza da poesia, e não a exibição da dança em si. Em segundo lugar para nos apresentar à música de Fouad Abdel Majid, de uma beleza incomparável. E, finalmente, porque são as primeiras coreografias brazucas apresentadas com passos e sequências genuinamente "Reda".


Nessa coreografia, que é chamada "Tributo a Farida Fahmi" (Farida Fahmi foi cunhada de Mahmoud Reda - sua irmã faleceu nos anos 60 - e foi estrela maior do grupo "The Reda Troupe" por anos), vemos várias inserções de sequências de Mahmoud Reda, incluindo os passos do refrão. Este número é belíssimo por um conjunto de fatores: o figurino luxuoso e colorido, as tiras de tecido nas mãos das bailarinas, o nível técnico das bailarinas e o desenvolvimento gracioso dos passos. Não é exagero dizer que essa peça poderia fazer parte de um requintado espetáculo de dança sem perder em nada para os números de ballet clássico.

 


Nessa coreografia que já é uma adaptação de uma das coreografias do Reda Troupe vemos muito mais sequências e uma leitura musical mais genuína do estilo Reda de interpretar. Sasha na introdução representando Farida Fahmi (momento tiete mode on: AHAZÔ BEEECHAAAA!!!) foi perfeita na execução, "entrou na poesia" de cabeça e foi sublime. Sem demagogia, eu acredito que é preciso se desprender de tudo o que aprendemos quando o assunto é dançar Mahmoud Reda porque o tempo dele é extremamente diferente do nosso. Não adianta só fazer a leitura perfeita e desenvolver a técnica, mas emocionar! Fazer uma conjunção dos passos, da técnica, da poesia e da emoção e proporcionar ao expectador não só uma bela dança, mas uma experiência inesquecível. (Nossa, agora falei muito Jorge Sabongi. Vou parar de ler o livro dele, ehehhe...)

Que venham muitas outras coreografias "Reda" a partir desse "chute inicial" proporcionado por Lulu, que é uma grande multiplicadora na dança do ventre do Brasil. Muito obrigada Lulu por mais uma vez nos presentear, dessa vez com uma magnífica inserção de Mahmoud Reda na dança do ventre brasileira.

23 dezembro 2010

4

Natal


"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu;
O governo está sobre os seus ombros ;
E o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Principe da Paz;
para que se aumente o seu governo,e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino,
para o estabelecer e o firmar mediante o juizo e a justiça, desde agora e para sempre.
O zelo do Senhor dos Exercitos fara isto." Is.9:6,7

A festa que celebra o mais importante personagem bíblico, Jesus Cristo - "o filho do Deus vivo" deixou há muito tempo de ser um momento de profunda reflexão pessoal para se tornar nada mais que um jantar em família seguido de uma troca de presentes. Boring!

Gosto de pensar no Natal como sendo um momento do mais puro desprendimento de que alguém ou alguma coisa é capaz: Deus, o Ser Supremo e absoluto se apaixona pela raça humana de uma tal maneira que é capaz de ceder algo imensuravelmente precioso: seu próprio filho "para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (Jo 3.16).

O que o homem fez para merecer tamanho amor? NADA neném!!! Mas Deus ama mesmo assim, gratuita e apaixonadamente. Uma lição que deve ser absorvida diariamente por todos nós: praticar o amor. E o nascimento do filho do altíssimo, vem acompanhado de esperança, de renovação, de mudança. Acho que é por isso que resolveram celebrar esta data perto da chegada do ano novo, porque o nascimento do Messias é a materialização da promessa de uma mudança para muito melhor.

Você pode até não acreditar na história, você pode até nem acreditar em Deus, mas acredite nessa mensagem: pratique o amor em todos os dias do novo ano. Ame a si mesma, ame sua família, ame seu trabalho, ame seus afazeres, ame apaixonadamente seu próximo. Seu dia-a-dia com amor será muito melhor, creia!!!! Eu começarei a corrente em mim mesma: em 2011 quero amar pra caramba!!!

E uma última mensagem, desta vez destinada a quem queira fazer mau uso dessa mensagem de Natal:

“O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que o coração está cheio”.(Lucas 6.45)


Vamos AMAR muito mais!!

Feliz Natal a TODAS!!!!!!!!!!!!!!!!

Beijos.

21 dezembro 2010

2

Bom, Bonito e Barato...



Olá Gurias!!!

Nada me deixa mais feliz do que poder indicar itens bons e baratos para maquiagem. Afinal todo e qualquer realzinho economizado pode ser investido em aulas, estudo e aperfeiçoamento né não?

Minha última ida à farmácia me rendeu boas indicações, produtos realmente interessantes, de boa pigmentação e durabilidade. É importante ressaltar que nem toda linha de maquiagem é extremamente ruim, e nem 100% imbatível. E as duas linhas que vou citar têm lá seus produtos ruins, mas esses são bons. Podem confiar!!!


Duas coisas que gosto MUITO da Vult: sombras e batons. A coleção antiga de sombras da Vult já havia ficado famosa devido à pigmentação e durabilidade, isso sem contar o preço de arrasar (R$ 6,99 cada duo). A nova linha de produtos foi lançada na Beauty Fair no ano passado e as "cosmetic geeks" ficaram todo o ano de 2010 aguardando ansiosamente que os produtos chegassem às lojas. Pois bem, chegaram!

As sombras estão mais pigmentadas ainda, e possuem uma cintilância muito charmosa. Eu diria que não gosto muito das combinações de cores no duo, mas dá pra pirar misturando cores de duos diferentes. Meu único ponto negativo para a Vult é a ausência de cores opacas na coleção: somente o preto é 100% opaco, o restante das sombras possuem glitter ou cintilância. Minha cor preferida é o grafite do duo nr. 10, que usei em QUASE TODAS as gurias que maquiei na festa da Lulu. A cor clara do duo nr. 11 é parecidíssima com o pigmento "Naked" da MAC - possui mais cor que o pigmento, mas aplicada com o pincel bem leve fica I-G-U-A-L.  Abaixo uma demonstração das cores na pele:



Sempre ouvi boas coisas acerca dos Batons da Vult. Não dei muito crédito, até que comprei uma cor que é meio chocolate (não sei o número) - fiquei apaixonada. Boa cobertura e maciez, dura bastante na boca, e possui uma excelente variedade de cores. Mas nunca mais comprei, até que resolvi essa semana experimentar mais alguns batons dessa marca:



Fazia tempo que queria um batom vermelho bombeiro. Comprei o nr. 1 da Vult e não me arrependi: é excelente para morenas porque não possui aquele fundo laranja que deixa a gente com cara de boneca-nega-maluca-de-carnaval. E me apaixonei pela cor 10 que é um malva com fundinho amarronzado, muito charmoso e extremamente discreto. Não vai sair da "necessária" que levo ao trabalho nunca mais. E por módicos R$ 5,00, já estou pensando em buscar mais!



Outro dia comprei uns batons nude da marca Baltuá e fiquei chocada com a qualidade. São muito bons e custam baratinho (cerca de R$ 3,00 cada), mas o que me marcou mesmo foi o que o balconista da loja de cosméticos me disse "é o fabricante da Max Love"... Hummmmm... Vamos combinar que a Max Love não goza "daquela" boa fama entre as amantes de cosméticos né? Enfim... Daí que resolvi testar, sem compromisso, os blushes dessa marca, ali na farmácia mesmo.

Geeeezzzzz! Fiquei chocada. Que pigmentação!! É preciso cuidado, muito cuidado para não errar na mão porque os blushes são muito pigmentados mesmo. Abaixo uma amostra na pele (sorry pela máquina que não estava de bom humor hoje):



Essa camada na pele que vocês estão vendo é o dedo passado "de levinho" no blush. E custa só R$ 4,50 - excelente investimento!!!

Espero que gostem das dicas e possam aproveitar o melhor dos produtos "em conta" no mercado!!!!

Beijo grande

19 dezembro 2010

8

Uma das melhores danças que já vi!!!


Olá meninas!!!

Hoje eu não iria postar nada porque saiu um solzinho e eu vou tirar o atraso da roupa suja.

Mas olhando o canal do CegSilva vi um vídeo da Suellem que me deixou ASSOMBRADA!!!

De longe, uma das melhores danças que eu já vi.

Não deixe de assistir! Quero ver os comentários depois!!!



Beijos

18 dezembro 2010

4

A Vencedora da Promoção!!!


Olá meninas!

Hoje é o dia de anunciar a vencedora da promoção. Fiquei passada: foram 96 entradas!!! As meninas que costumam participar de giveaways para blogs de beleza vão achar pouco, mas no nosso mundinho de dança do ventre é MUITA COISA GALERA!!! Uuuuuii!!!

Meu propósito ao fazer esse sorteio era, principalmente, agradecer a vocês, leitoras queridas, pelos minutinhos dedicados ao Amar el Binnaz durante todo o ano de 2010. Porque é muito bacana sentar em frente ao computador e escrever um monte de coisa, mas o mais bacana ainda é saber que alguém tira alguns minutinhos em sua rotina diária e lê o que a doida aqui escreve. Não terei palavras suficientes para agradecer! Por isso pedi que vocês assistissem ao vídeo até o final, para ver a mensagem de carinho para vocês, não somente pela frase!

E as meninas que tiveram um primeiro contato com a dança do ventre através do blog, se gostou, não deixe a chama morrer não: segunda feira, sem falta, vá a uma escola de dança de sua cidade e faça sua matrícula!!! Se você não conhece nenhuma, me escreve que eu indico uma escola para você em qualquer lugar do Brasil. Dança do ventre é a mágica de se redescobrir como mulher, GARANTO que você vai gostar!

Bom, chega de conversa né....

Quem vai ganhar essa sacolada de prêmios aqui:



É.............


Atenção.................




Parabéns Nilze!!!!!!!!!!!!!!!!

Você tem até 48 horas para entrar em contato comigo no e-mail: neguinhamoreira@gmx.net para mandar os dados de envio, ok?

Espero que você fique muito feliz com todos os prêmios!!

Muito obrigada a todas que participaram da promoção!!! E se você não ganhou, não desanima: vai ter uma promo "Feliz 2011" na primeira semana de janeiro, com prêmios bacanérrimos também. Aguarde.

Beijos a todas!

15 dezembro 2010

14

Bellydance New Divas - Hadara Nur


Olá meninas!!!

"Prefiro ser... essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo

Se hoje sou estrela, amanhã já se acabou,
Se hoje te odeio, amanhã lhe tenho amor!"
                             (do gênio Raul Seixas)

Falar da Hadara aqui no blog é a maior prova de que o gosto de alguém pode mudar e muito. O meu principalmente. Já falei publicamente e diversas vezes que não gostava da dança da Hadara (tipo, meti o pau mesmo)... pois muito bem. Não gostava. Hoje eu gosto, e a cada dia mais.

Sempre tive a idéia de que a Hadara era cria do "jeito Hayat de ser", com suas viradas de cabeça e golpes de mão. Ela carrega em seu DNA de dança muito do antigo estilo Luxor - mas sua dança vem sofrendo uma transformação muito positiva depois que ela se assumiu como professora e profissional séria de dança. Você vê algo de familiar nisso? Não? Eu vejo: Hadara foi aluna de ninguém menos que Luana Mello, ou seja, teve a melhor base possível no que diz respeito à dança vista de forma "corporativa". E ela aprendeu TU-DO. É uma profissional seríssima e respeitada em São Paulo - sua plástica está sempre impecável (figurino, cabelo, maquiagem, tudo), e ela cuida para que suas apresentações sejam realmente diferenciadas.

Não vou mentir que ainda torço o nariz para a expressão e para o excesso de "estilo Saida" em sua dança, mas, em relação à leitura musical não há nada que se possa dizer de negativo. NA-DA!!! Ponto pra ela! Mesmo no improviso, suas sequências são muito bem elaboradas, o que demonstra um bom conhecimento musical, tanto de repertório quanto de estrutura musical árabe. Ela tem derrubado todas as barreiras em meu coração com suas impecáveis apresentações de Enta Omri, como se escutasse essa música desde o dia de seu nascimento.

Hadara chama a atenção pelo excelente trabalho de braços e pelo aproveitamento do espaço cênico. Poucas bailarinas no Brasil têm essa qualidade em aproveitar 100% do espaço - deslocamentos e giros não são lá tão fáceis de se executar assim (a não ser que você seja tipo... Lulu Sabongi. Aí girar já é como dormir e acordar não é mesmo), e "quem sabe faz ao vivo" e com certeza é diferenciado.

Mercado Persa (no amador e profissional) e Khan el Khalili são etapas já superadas (ainda não mudei minha posição quanto à final do campeonato profissional de 2007 - não concordei com o resultado. Sorry Hadara!).

Enquanto professora, a Hadara é extremamente carismática, porque suas alunas são APAIXONADAS por ela. Pago um pau pra pessoas que conseguem ser bailarinas maravilhosas e professoras carismáticas - realmente esse não é um privilégio de todos. Já formou uma campeã brasileira amadora, a Beatriz Fernandes (que já citei também aqui no blog, porque a acho extremamente parecida com a Hadara, tanto fisicamente, quanto na dança) e ela caminha a passos largos para ser a próxima campeã profissional do Mercado Persa.

Conversando com a Luana Mello, ela me disse que a Hadara é 50% talento e 50% pura batalha em sala de aula. Pra dançar um tantão assim, a guria deve batalhar pra caramba. Merece com louvor toda a nossa admiração e nosso respeito.

Com vocês: Hadara Nur!





12 dezembro 2010

8

Quando o dia não tem horas suficientes



10 entre 10 mulheres buscam caminhos para se livrar do estresse do dia-a-dia. A grande verdade é que ser mulher não é fácil, principalmente as que estão casadas e com filhos. Dizem que é matar um leão por dia, mas eu acredito piamente que há mais bichos envolvidos nessa história. E é nesse intuito que muitas mulheres procuram a dança do ventre.

A dança, a redescoberta do próprio corpo, o univeso árabe... tudo isso faz com que a dança do ventre seja extremamente envolvente. Não raro, quem começou a praticar a dança como forma de combater o estresse pode acabar se apaixonando pela dança de uma tal forma que a ânsia de progredir, se apresentar e ser reconhecida, pode colocar a mulher diante de outro estresse: quer muito praticar, quer melhorar, quer se dedicar, mas falta tempo, e o dia parece não ter horas suficientes para que todas as atividades sejam realizadas de forma satisfatória.

Conheço várias mulheres ultra talentosas que "abandonaram o barco" por conta da falta de tempo. E quando as encontro e pergunto sobre a dança, observo um olhar angustiado e triste e a onipresente resposta: "Ah, eu sinto muita falta, mas o fato é que não dá para ficar ensaiando e praticando então resolvi largar de vez".
É muito triste.

Mas o fato habibas, é que tempo acaba sendo igual ao príncipe encantado: existe, há quem tenha o seu, mas se você passar a vida esperando por ele, como diz o Felipe Neto "pode acabar velha, gorda, e cheia de pôster de Crepúsculo no quarto". Brincadeirinha. Mas, ao esperar pelo dia em que você "tiver mais tempo", pode ser que você esteja desperdiçando o tempo que tanto procura. Sempre há uma atividade nova louca para ocupar aqueles 15 minutinhos livres.

Eu, como você que se identificou com o post, também acho que 24 horas não são suficientes para realizar todas as atividades do meu dia. Sou casada, filha caçula ultra culpada de ter saído e deixado minha mãe sozinha, estou batalhando minha carreira na instituição que trabalho, normalmente tenho hora para entrar, mas JAMAIS tenho hora pra sair. Tenho aulas de dança nas segundas feiras, e dou aulas às quintas feiras. Tem ainda o blog, e a revista. E ultimamente (final de ano, formaturas, eventos e etc..) surgem alguns freelas como maquiadora nos finais de semana. É puxado!!

Mas como não quero largar a dança de jeito nenhum, elaborei um plano para estudo que talvez possa ajudar você a elaborar o seu:

1.  "O caderno": É difícil você parar para escrever as coisas na aula de dança não é? Então, compre um caderno, e, ao chegar em casa, escreva da forma que você entenda melhor os passos que você aprendeu em sala de aula. Mas tem que ser um momento "de paz" - pode ser aquele que você tá no banheiro também (eheh!!!). Seja crítica consigo mesma, e escreva seus pontos de melhoria. Se você tem dificuldade com crítica, pense o seguinte: você não vai passar o caderno para a professora corrigir, é uma ferramenta só sua. Seja verdadeira com suas limitações! O resultado é muito mais efetivo.

2. "O youtube": Tenha o hábito de inscrever-se em bons canais no youtube, que sempre trarão apresentações de qualidade. Vou indicar alguns que adoro:

E os canais das bailarinas famosas:

Assim, você nem sempre precisa perder aquele tempinho pesquisando: quando abrir a página do youtube, os novos envios já estarão na primeira página. Para estudar vídeos de uma forma mais assertiva, procure identificar nas bailarinas os itens que precisam ser melhorados em sua própria dança.  O estudo não precisa ser diário, mas dedique pelo menos uma hora e meia por semana para o estudo de outras bailarinas.

3. "Música de trabalho": um "truque" (será?) pessoal. Invento uma "música de trabalho" e desenvolvo meu estudo com essa música. As bandas e cantores quando têm uma música de trabalho não a tocam até a exaustão? Então! Você também pode fazer isso!! Invente uma coreografia para ficar "na manga", ou trabalhe o improviso, enfim. Destrinche a música. Ouça-a. Ame-a.
Coloque no som do carro, e no celular. O tempo no trânsito, seja no carro ou na condução, também pode ser utilizado para estudo!

4. "Tempo para você mesma": Este é o mais difícil - encontrar um horário ideal e disciplina para estudar. Revise seus horários e identifique qual é o mais viável. O meu horário, por exemplo, é às 6 da manha, meia hora por dia antes do marido acordar. É tudo o que tenho, e não dispenso por NADA no mundo. Para não incomodar, uso o celular, fone de ouvido, treino duas ou três músicas. Trabalho o improviso, ou alguma coreografia, e bora começar o dia.

Nossa, o post ficou longo...

Meu objetivo aqui habibas, é dizer que é possível SIM diante da correria do dia-a-dia dedicar algum tempo à dança. Basta se acalmar, respirar e organizar o tempo.

Beijos a todas

07 dezembro 2010

29

Promo de Natal Amar el Binnaz


Chegou a hora!!!

Em primeiro lugar, eu gostaria de agradecer a cada uma de vocês, leitoras queridas, que fazem minha vida muito, mas muito especial através do blog, de seus comentários, do boca a boca que leva o Amar el Binnaz para onde eu jamais imaginaria que pudesse ir.

Eu queria muito dar um beijo, um abraço e um presente para cada uma de vocês, porque o que vocês me proporcionam através do blog é muito, mas muito maior.

Como presente de natal para vocês resolvi fazer uma promo com uma cestinha cheia de presentinhos! Tem tudo o que eu amo: Revista Shimmie, organização e maquiagem. Não são prêmios patrocinados (até porque blog de dança do ventre não consegue parceria com ninguém que não seja de dança do ventre), são presente meu, dos meus suados reaizinhos.

Para concorrer ao kit de Natal você deve ser seguidora do blog, e deverá anotar a resposta secreta que será revelada no vídeo abaixo:



Agora, vc vai anotar a frase secreta, seu nome e e-mail na caixinha abaixo:
Meninas: coloquem o nome de forma que eu consiga visualizar depois na lista de seguidoras do blog. Não vale colocar uma entrada com apelido e outra com o nome: entradas similares com mesmo IP serão automaticamente desclassificadas. Apelidos de duas letras também serão desclassificados.




A promoção vai até 17/12 à meia noite, e o resultado sai dia 18/12.  Quero muito saber se vocês gostaram dos prêmios nos comentários viu?

Boa sorte a todas!!!

Um grande beijo

06 dezembro 2010

9

Notícias do Ventremania, ou "Perseverança diante das adversidades..."

Olá Habibas!!

Domingo, 05 de Dezembro, 99 in the shade. Não, brincadeirinha! Não estávamos a 42 graus na sombra, mas devia fazer, fácil, uns 30 graus ontem! Calor pra mais de metro!!!

O Centro de Eventos Pedro Bortolosso é um espaço muito bom, amplo, com um palco bem no centro, e bem altinho. Houve iluminação profissional, então ficou bem destacado e bem bonito. Aliás, torres de iluminação são sempre um charme né!!

O Evento começou PONTUALMENTE às 14:00, mesmo que com poucas pessoas. Primeiro ponto pra Aninha que teve personalidade suficiente para manter o programa com a preocupação de que quem dançaria mais ao final do evento não atrasasse - muita gente estava sem carro!

Primeiro a competição infantil e juvenil. Quem ganhou, claro, foi a Gabrielle Huang, que o pessoal de São Paulo já conhece muito bem:

Essa menina é um espanto, e está cada dia melhor. Dança melhor que eu e muita, mas muita profissional de Sampa. Mas o chato é que as menininhas que competem com ela sobem ao palco já desesperançadas e estressadas só de vê-la os bastidores. Acho que ela já deveria virar hors-concours nessas categorias para que a outras competidoras se sintam confortáveis. Sério.
Daí começou o concurso amador!

E foi a pinimba maior do mundo: uma das lâmpadas próximas ao palco explodiu e pegou fogo!! E a coxia era toda de tapume de madeira, ou seja, em caso de incêndio pega fogo em TUDO mesmo! O pé direito do local deve ter, sei lá, uns 10 metros ou mais? (não entendo dessas coisas) O fato é que era impossível alcançar com uma escada comum. Foi uma correria, todos saindo da platéia, e a competidora ainda ficou dançando até metade da música, que MORAL!! Adorei. Só saiu quando os jurados saíram também. Isso é que é sangue frio!

Mais um ponto pra Aninha que manteve serena a todo momento. Chamou os bombeiros tranquilamente, o bombeiro veio, apagou o fogo, todo mundo se aquietou e vamos dar sequencia no evento. Fala sério gente. Se fosse eu já estava dando uma de louca pra todo lado, mas a Ana não moveu um fio de cabelo! Diva!!


Óbvio que isso resultou numa perda significativa de público, mas "the show must go on".

Não vi quem ganhou na categoria amadora, mas assisti a categoria profissional! E, gente, eu nunca vou deixar de canetar o povo por imitar a Saida. Mas nunca mesmo. Teve uma menina que foi muito autêntica, dançou bem graciosamente, no chamdo "estilo egípcio", mas colocou dois ou três chutes da Saida no final para agradar aos jurados. ALOOOW PEOPLE!!

Vi a Beatriz Fernandes, que ganhou o amador do Mercado Persa em 2008, e ela está muito melhor. Ainda essencialmente no estilo Hadara, mas não estagnou. Está muito bem, parabéns a ela!

Quanto às minhas danças, bem... eu tenho MUITA dificuldade em coordenar os giros no palco. Sei lá gente, o que acontece, mas é fato! Acho que todas as três foram satisfatórias, embora eu e minhas meninas tenhamos dançado FAKERNI, que prometo, NUNCA MAIS VOU DANÇAR, visto que é a música da moda e eu odeio modinhas. Fora o fato de que a gente dançou bem descompromissadamente, e umas duas apresentações depois, entrou o grupo da Aziza-mor com a mesma música para dar a maior coça do mundo na gente, eheheh...

Dancei com os grupos da Ana um rock do Sérgio Montana e um Dabke. O rock foi demais!!! Uma coreografia passada em duas aulas e ensaiada duas vezes, mas meu! Eu amo rock, e fui lá para me divertir o máximo possível! Acho que deu certo "na medida do possível" (com descontos né people, só foram duas aulas).

O Dabke também foi super divertido, mas como não ensaiei junto com o grupo, me confundi um pouco com as posições. Mas, também, naquelas... descompromissadíssima, afinal, a lâmpada tinha pegado fogo meu! Se eu errasse dois ou três passinhos tava no lucro... (ahahah, que mala, usando a tragédia da lâmpada para justificar os erros de coreografia. The worst!!!)

Adorei receber o carinho da Priscila Samra e da Carla Cristina depois da minha apresentação. Tipo, Priscila Samra dizendo que gostou... vixi. Será que ela tá precisando de óculos. Psss.... E adorei receber o carinho do público. Gente, o que é isso, eu não mereço. Sério!!!!

A Rhazi é meu porto seguro! Saí do palco e fui correndo perguntar se tava tudo bem, e ela disse que estava, então... Estava!

A lição desse evento que ficou pra mim é que, apesar das diversidades, é preciso ter força e serenidade para fazer com que todas que se prepararam para estar ali possam dançar e se sentir satisfeitas. Ana Cláudia, você foi um grande exemplo, e uma vencedora! Uma inspiração pra mim, entre os outros tantos motivos que você me dá para me sentir inspirada...

Não tirei fotos porque estava sem máquina. Quando rolar uns videozinhos no youtube, coloco aqui pra vocês!!!

Beijos a todas e boa semana!!!
Beijo pras meninas da Shimmie Dani e Brida. Love you always!!!

02 dezembro 2010

0

10 motivos...


Olá habibas!!!

Vocês já fizeram a inscrição para participar do V Festival Ventremania, domingo, dia 05/12/2010?

Não?

Então para arrebanhar seu voto de indecisa (ahhaa, tinha que falar da eleição, rs), resolvi elencar 10 motivos pelos quais você não pode deixar de participar deste evento:

1. Você pode dançar e ser mais feliz
2. Você pode levar seu grupo ou suas alunas para dançar e serem todas mais felizes!
3. O local (Centro de eventos Pedro Bortolosso) é amplo e confortável para seus convidados.
4. Haverá iluminação profissional para favorecer sua coreografia e destacar ainda mais seu grupo.
5. O fato do local ser bem amplo oferece também um conforto a mais para as bailarinas.
6. Um passarinho loiro me contou no evento da Lulu que existe 98% de chance da Nagla Yacoub ser jurada do evento! Então, se você tem um número folclórico e quer uma avaliação séria e EXTREMAMENTE profissional dessa fantástica bailarina, corre!
7. Para quem vai participar do concurso: As juradas são SEMPRE membros da banca Khan el Khalili, e as dicas colocadas nas fichas são valiosas.
8. Haverá show da Ana Claudia - criatura glamour campeã do Festival Aida Nour em 2007!!
9. Haverá show da Suellem - criatura glamour destaque na casa de chá e foi escolhida para ser uma das solistas das Super Noites no Harém.
10. Haverá música ao vivo pra você curtir muuuuuito!

E além desses 10 motivos, haverá o que mais? Eu, claro né meninas! Ahahahha. Quero dar um beijo em todas as habibas leitoras do Amar el Binnaz hein!!

Então, vai lá, corre fazer a inscrição, ainda há vagas! Tenho certeza de que você vai adorar!

Contato:
8216-6516
7749-7213 (Ana)
anaclaudiaborges@anaclaudiaborges.com

Espero todas vocês lá!

Beijo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...