27 outubro 2010

7

O grande encontro

Um dia, quando a Verinha estiver escovando os cabelos de sua bailarininha antes de uma apresentação, ela vai contar essa história:

"Filha, era uma vez uma apresentação no Memorial da América Latina cheio de fadas e rainhas da dança..."

O momento que vocês verão no vídeo abaixo é um daqueles que você assiste e pensa: Meu, eu daria TUDO para estar lá. Mas não na platéia, e sim participando da rodinha. Emoção, talento e arte, ao som de Om Koulthoum - não tem como não se emocionar.

Aliás a edição da música foi um show à parte: são duas músicas, eu consigo identificar Amal Hayati, mas a outra não. Tenho pra mim que é um pedaço de Enta Omri cantada, mas não tenho certeza.

Talvez hoje, com tantas bailarinas por aí, o vídeo pareça meio supérfluo, mas em 2002 essas mulheres eram a representação viva do que a dança do ventre tinha de melhor no Brasil:

Dunia (PR) - A graça, leveza, suavidade. Fora a beleza (e o trazeirão Beyoncé pra ninguém botar defeito).
É nela que se canaliza toda a emoção do vídeo: ela chora em bicas, e o olhar que ela lança para as colegas é de genuína admiração. Maravilhoso de se ver, uma bailarina sem pudor de mostrar o quanto admira o talento da outra.

Munira Magharib (SP) - A representação da flexibilidade e personificação da elegância. Ver a Munira dançar é como se você estivesse numa corte e a rainha resolvesse dar uma "palhinha" aos convidados. O encantamento que ela propõe ao expectador é um momento único, do qual ele certamente vai se lembrar por muito tempo.

Pallú al Helwa (SP) - Uma daquelas que eu me pergunto todos os dias: Cadê a Pallú? Sempre fiquei admirada com a precisão dos movimentos dessa bailarina. Ela é uma excelente referência de estudo, porque seus movimentos são muito limpos.

Saphira (MT) -  E você pensou que nunca veria uma boneca dançando? Pois é, a Saphira parece mesmo uma boneca! E uma boneca toda desenhadinha, cheia de Tatoos! Adouro. Seus movimentos são de médios a pequenos, mas a forma como os desenvolve em cena é que realmente encanta. Fora os braços, lindíssimos nos giros.

Shahar (SP-Inglaterra) - A alegria em pessoa! Excelente técnica e domínio cênico. Shahar quando sobe ao palco dá aquele único recado: EU SEI DANÇAR.

Jade el Jabel (SP) - Jade dispensa maiores comentários. Ela é referência quando o assunto é expressão, pense em alguém sensual sem nada de caras e bocas. Natural. Mas o que me encanta mesmo na dança da Jade é o compromisso com seu próprio repertório de passos - se hoje ela quiser dançar só fazendo oito pra trás, batida e shimmie, ela vai desenvolver SÓ ISSO e vai ficar lindo. Coisa de quem sabe muito. Um dia eu chego lá.

Shams Simram (SP) - Lembro de uma aula particular com a Alessandra (beijo Alê, Saudades!), em que ela contava extasiada das vezes em que a Shams substituía a Lulu. E a partir daí começou minha história com essa bailarina. A palavra para definir a dança de Shams é "Única". Seus movimentos com os braços parecem criar uma energia que abençoa a ela e quem está assistindo, ela é suave, precisa, e EXTREMAMENTE graciosa. Uma vez o Jorge a chamou de "deusa loira". E ele não estava mentindo.

Lulu Sabongi (SP) - Não vou comentar da dança de Lulu (até porque não precisa). Me lembro da primeira apresentação das minhas alunas e o quanto foi especial pra mim ver mulheres, que em um primeiro momento não acreditavam em si mesmas, vencendo seus próprios tabus ao arrasar no palco. E isso porque eram iniciantes. Agora imagina o que sentiu a Lulu ao ver estas bailarinas, todas formadas por ela, estrelas nacionais e internacionais da dança... Fala sério! Eu, em seu lugar, teria derretido TODA a cola de cílios de chorar.

Bom, chega de faladeira - se emocionem também!!



Beijos a todas!!

7 comentários:

  1. Querida, Amar, realmente... essas mulheres são maravilhosas... emocionante

    Muitos beijos

    ResponderExcluir
  2. oi Vera! adorei o post!
    essa apresentaçao é memorável!
    O grupo é Lindo, a forma como elas foram para o palco, foi tudo muito lindo!
    Eu estava nessa apresentaçao, o ensaio delas tava lindo, e no palco ficou maravilhoso!

    BJs!
    sashaholtz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. é por essas e por outras que ainda acredito na dança!!!!...é por essas e por outras que defendo o nome da Lulu...é por essas e por outras que ainda acredito no amor!!!
    Obrigada Vera por postar o video...

    ResponderExcluir
  5. Olá meninas!!!

    Juli, esse vídeo transpira experiência, talento, técnica e beleza. Não tem como não se emocionar né?

    Sasheeeeenha, vc tava lá né? Era você no começo da apresentação quando a narradora fala da vida da Lulu?

    Lu, a Jade está LEEENDA com esse figurino pérola. Muito embora se apregoe que "menos é mais", eu adoro um penduricalho!!! Fora a dança, abapha!!

    É mesmo né Dai? Assistindo a esse vídeo é possível acreditar que ainda há humildade, amor, admiração e harmonia na dança. Esse vídeo realmente faz nosso dia melhor!!

    Beijos a todas!

    ResponderExcluir
  6. oi Vera!
    era eu sim!!

    Vc estava na platéia??

    Vou ver se consigo achar as fotos dos bastidores desse evento aqui, acho que vou fazer um post desse evento!
    Todas as apresentações estavam lindas!

    BJs!

    sashaholtz.blogspot.com

    ResponderExcluir

Mentes que pensam e fazem os outros pensar!!! Muito obrigada pelos seus comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...