26 março 2010

5

Dança da Leitora: Luxor Baladna = Said Maravilhoso = 1o. Lugar = Naznin

Olá habibas!!!

Nesse final de semana que passou aconteceu o IV Encontro Sahira Fatin lá na Associação Aichi, e fui corujar minha habiba Alê que ia dançar vintage com o grupo de iniciantes da Shaide. É sempre uma ótima oportunidade de dar um abraço gostoso nas amigas, não é mesmo? Beijo pra todas as lindonas: Rhazi, Lalá, Adelita, Alessandra Roncoleta, Shaide...

E pude assistir a uma coreografia PRIMOROSA de Enta Omri com um grupo formado por: Sahira Fatin, Isis Mahasin, Rhazi, Naznin e Ahlam Saida (Cibele para as mais chegadas, ehehhe...). Impressionante a dinâmica da coreografia - tsunami mesmo - sem perder qualidade técnica. Muito bom.

A verdade é que a Naznin tá dançando "pá carai", e como eu não achei esse vídeo de Enta Omri no youtube, peguei o vídeo onde ela ganhou o concurso amador do E-ventre dançando "Luxor Baladna":



Eu NUNCA tinha visto ninguém ganhar concurso com coreografia folclórica. Achei massa!

A primeira coisa a se destacar é, com certeza, o figurino folclórico até os dentes, com poucos ou nenhum "modernismo". Deu todo um charme a mais na apresentação. E em relação à expressão, Naznin caprichou na temática do Saiidi: muita alegria, e sem perder o charme - para não desagradar a Nadra Assef, né Maíra? Eheheh, brincadeirinha...

Naznin criou sequências curtas, sempre impecável na contagem do ritmo. Isso com certeza impressionou os jurados, porque, embora tenha utilizado passos de pouca dificuldade técnica, houve uma grande variedade de sequências.

O bastão também não foi coadjuvante na dança não, ela girou o bicho meeeessmo! Eu, pessoalmente, acho horrível quando a bailarina dança a música inteira com o bastão parado e só faz uns giros mega-rápidos-escalafobéticos em um único momento da música. Não foi absolutamente o caso.

A utilização do espaço foi outro item a se destacar: Naznin se movimentou muito, não desprezou nenhuma brechinha do palco e interagiu muito bem com o público. Não é a toa que ficou em primeiro lugar.

Parabéns Thá!!! Ahazou! E vai dar muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito trabalho no MP!

Beijins

5 comentários:

  1. Aí Verinha, vou ser chata: não gostei. Acho que said tem que ter mais peso, menos coreografia e mais densidade emocional. Tb não curti o figurino. Prefiro a galabia véia de guerra. Mas eu falei que ia ser chata, né?

    ResponderExcluir
  2. Fia, olha aqui do que eu tava tentando dizer: http://www.youtube.com/watch?v=gO5vrOLcaPg
    Said pesado, improvisado.

    ResponderExcluir
  3. Oi Lory-flor!!!

    Belíssima peça de Saiidi esse vídeo que vc mandou também! Nossa, que bailarina linda, graciosa!

    São estilos diferentes né Lory, eu gosto do Saiidi mais "light" também, e para um concurso, improvisar é jogar com a sorte principalmente na categoria amadora.

    Eu admiro a Thais (Naznin) pela coragem de levar um folclore para a frente dos juízes e de ter seguido seu estilo pessoal, porque ela é assim, toda feminina, delicadinha, e a dança disse sobre o que ela é.

    E não acho que vc foi chata não viu? Essa proposta de ter a dança da leitora aqui no blog foi, em primeiro lugar, para nos conhecermos na dança, e, claro, aceitarmos as sugestões uma das outras. Uma forma legal de dar uma crítica construtiva.

    Um beijim flor! E ó: estamos na mesma hora na NET, e eu nem tenho seu msn pra gente jogar conversa fora!

    ResponderExcluir
  4. Veroca, de fato a Naznin é fofa. A minha rabugice é que acho que pra um said mais soltinho, como o que ela fez, a gente deve escolher uma música mais popzinha, sabe? É que músicas de raíz, como a Luxor Baladna, pedem um peso, uma coisa mais densa.
    Vê a Nour. Ela é toda leve e solta no said, mas sempre dança músicas que tendem mais pro moderninho.
    Mas não posso deixar de concordar com vc: ela foi corajosa e é muito talentosa!
    E meu msn, flor: lorymoreira@hotmail.com
    Beijito!!!

    ResponderExcluir
  5. Bem, sou suspeitíiiiissima pra falar da Naznim! Meu primeiro contato com ela foi através desta coreo que já estava pronta e também tive a mesma impressao, pois adoro sair "pesado" num said deste. Mas, depois, conhecendo a Naznim, ela é o máximo da delicadeza e discrição (sem afetamento) então, na verdade, esse já é o resultado dela super solta e à vontade em uma coreo. Mais do que isso, ela ficaria fake, uma cover de outra bailarina. Enfim, só passei aqui pra dizer que ela é um exemplo de disciplina e humildade, pois é a única pessoa que conheço que dançando bem desse jeito, ainda não mandou fazer o cartão de "Aulas, shows e workshops", ou seja, ela respeita o tempo dela, como aluna é maravilhosa, me ensina muuuito e é primorosa com as apresentações.
    Verinha, foi bem legal nosso papo lá no evento! que bom que gostou do nosso Inta Omri, quando ficar prontíssimo, a gente posta no youtube, é que tem muita coisa pra acertar ainda hehehehe mas, que bom que gostou mesmo assim! beijo beijos

    ResponderExcluir

Mentes que pensam e fazem os outros pensar!!! Muito obrigada pelos seus comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...