28 fevereiro 2010

7

Oito ou oitocentos: os sentimentalismos da dança

 
Ilustração de Valery Kosorukov


"Desilusão, desilusão...
Danço eu, dança você, na dança da solidão." (Marisa Monte)

Olá habibas!!

Nos últimos dias tenho refletido no fato de que várias pessoas queridas e hiper competentes no meio de dança do ventre têm optado por seguir outros projetos ao invés de dar prosseguimento em suas carreiras de bailarinas.

Em um âmbito mais “aluna” e menos profissional, vejo também diversas mocinhas talentosas pra caramba desistirem depois de serem barradas por algum obstáculo, que pode ser desde uma pré seleção, por exemplo, a uma opinião torta de uma professora tirana.

Eu me pergunto: por que? Por que potencializamos na dança sentimentos que na nossa vida pessoal podem ser chamados até de corriqueiros?

Não me refiro neste ponto às profissas que optaram por seguir outro caminho. Quando usamos o termo “profissional”, devemos associar a ele diversos elementos que nem sempre combinam com a arte tais como “equilíbrio financeiro” e “realização material”. Convenhamos que, em um meio onde quem copia uma coreografia do youtube se sente no direito de dar workshops relacionados ao tema da coreografia, “equilíbrio financeiro” não é um termo muito cotidiano. Mas, em contrapartida, fica em meu coração marcada e em minha garganta engasgada a pergunta: se continuar assim, onde nós, amantes da dança do ventre, admiradora das grandes bailarinas, onde vamos parar?

Também fico indignada com as situações que levam as admiradoras da dança a repensar sua dedicação à mesma. Seleções “viciadas”, concursos com jurados de técnica obscura, senão duvidosa, avaliações sem critérios firmes e, acima de tudo, claros! Daí a colega que estudou “pá carai” mostra todo o seu talento no palco, é aplaudida e admirada, porém ao receber a folhinha e avaliação no final do evento chega a pensar em “largar a lantejoula” diante dos comentários que beiram a grosseria dos jurados de dança do ventre no Brasil.

Quero chamá-las, habibas queridas, à razão. É, o meio de dança do ventre é podre mesmo, cheio de egos, vaidades, de um povo “cagador de regras” e ao mesmo tempo de um povo que está “cagando para as regras”.

Mas, se você parar para pensar com uma boa isenção, será que é só a dança do ventre que é assim? Pô, eu chego todos os dias ao trabalho com um vidrinho de soro antiofídico, porque ao meu redor transitam muitas cobras venenosas e é preciso ter cuidado. Mas, mesmo com medo das cobras e chateada com certas regras, mesmo com superiores de “qualidade duvidosa”, mesmo com colegas que não são colegas, mesmo quando eu realizo um trabalho “Du carái” e recebo um feedback negativo, mesmo assim eu acordo todas as manhãs, coloco o salto alto e a máscara para cílios e vou toda sorridente travar minha luta diária.

Isso sem contar a família, talvez algumas ao ler este trecho o identifique com seu próprio meio familiar, isso sem contar as “amizades”... e em todas as situações, usamos o máximo do nosso jogo de cintura para nos virarmos o melhor possível.

Falando um pouco de dinheiro, quantas vezes você não abriu o jornal de empregos e pensou “Pôxa meu, 4 anos de faculdade, um monte de dinheiro gasto, para as empresas oferecerem salários de 500 reais”. Eu mesma me pego nessa situação todos os domingos quando dou uma olhadinha. E, olha que situação chata, ninguém pára e escreve num blog que uma pessoa faz 4 anos de faculdade e mais um tanto de curso de inglês, isso sem contar sua experiência pessoal, e quando vai procurar emprego, a oferta é por salários de fome. Mais ainda, ninguém condena quem pega o emprego.

Mas já a dança... na dança não damos desculpas, na dança não engolimos sapos e na dança não somos razoáveis. É oito ou é oitocentos. Tanto em relação ao ego, quanto em relação às pedras do caminho.

O que eu queria partilhar com vocês hoje habibas, é que, acima de tudo, lidamos com pessoas o tempo inteiro. Ao dançar somos o encantamento, mas ao descer do palco, temos que reconhecer que a dança é só mais uma profissão como tantas, e ao escolhê-la, você deverá conviver com as situações boas e ruins, com maus profissionais cobrando muito, com bons profissionais se sujeitando a ganhar cachês irrisórios, com contratantes tiranos mandando você perder a barriga porque cliente não gosta de gordurinhas, com tantas coisas... Mas, infelizmente nada que muita gente não enfrente diariamente, e, principalmente, nada que uma mulher não tire de letra. Faça você a diferença,e seja perseverante.

“Quando vem a madrugada, meu pensamento vagueia,
Como os dedos na viola contemplando a lua cheia,
Apesar de tudo existe uma fonte de água pura (a dança, a paixão, a arte),
Quem beber daquela água, não terá mais amargura.”
(Marisa Monte)

Um beijo e boa semana!!!

25 fevereiro 2010

6

Na "necessária" da bailarina: Delineador!

Olá habibas

Eu acredito que, no céu das bailarinas, bem ao lado do alfinete de segurança, da calcinha cor da pele e dos DVDs do Mahmoud Reda, mora, envolto em brumas de glória, o delineador de olhos.  Isso porque, toda caracterização árabe bem feita, demanda uma maquiagem bem dramática nos olhos, sem economizar em nada no preto.

 


Mas, ao mesmo tempo que é um item indispensável para uma make bem caracterizada, é também um terror para quem está iniciando na arte da maquiagem. Por que? Simplesmente porque ele é aplicado com a maquiagem dos olhos já feita, ou seja, um errinho no delineador e... PERDEU PLAYBOY!!! Vai ter que limpar e consertar com todo o carinho e amor para não borrar o que já está pronto.

Hoje temos diversos tipos de delineadores, diversos materiais para facilitar a vida de quem quer ter os olhos da Haifa Wehby sem muita dificuldade. Eu vou falar hoje dos que uso, e como eles podem facilitar sua vida:
 
Na foto:
Eyeko - Grafitti eyeliner pen
O Boticário - delineador linha Intense
Luisance - delineador gloss
Natura Diversa
Wet ´n wild - Cream eyeliner
MAC - Fluidline Blacktrack
NYX
Payot - Lápis


Vamos começar com o hit do momento: Delineadores em creme/gel.

  


Os delineadores em gel estão na crista da onda porque “diz a lenda” que a aplicação dele é bem mais fácil do que a aplicação do delineador líquido. É verdade? Bom, depende de que ponto você analisa. Eu, que não tenho habilidade nenhuma com o pincel chanfrado, já acho que ele é bem mais complexo. Mas, para quem treme demais ao aplicar o delineador, realmente ele é melhor. Pensando em praticidade, o delineador em gel perde alguns pontos porque para aplicá-lo você deve carregar o pincel junto. Na minha concepção, também, ele perde precisão quando aplicado na pálpebra superior, porém, é IMBATÍVEL, quando o assunto é delinear a raiz dos cílios inferiores, não tem pra ninguém.  Eu pessoalmente gosto de aplicá-lo somente para maquiagem social, não curto muito pra dança não. 


Lápis

Nosso bom e velho lápis de olho, amigo de todas as horas... amor eterno. O lápis, como delineador, tem a vantagem da consistência permitir uma maior firmeza na aplicação. O contra, na minha opinião, é que temos pouquíssimos lápis no mercado que têm pigmentação boa para delinear: eu listaria somente o lápis Kajal da Natura Diversa, o Payot, e o Duda Molinos (entre os nacionais). Outro contra é que se o lápis não estiver apontado, o traço invariavelmente será grosso, e isso nem sempre fica legal na maquiagem. 
Oi?


Caneta delineadora


  


Por muitos anos, eu fui fã da caneta delineadora da Avon, consumidora assídua mesmo. Eu AMO o conceito de caneta delineadora, porque, além de se conseguir uma maior precisão no traço, o cabo longo permite um maior controle, e vc pode “dosar” seu traço (mais fino ou mais grosso) sem dificuldade. Mas me desiludi com a Avon, porque, com o tempo, a caneta delineadora ficava com uma coloração meio azulada...  e hoje?  “Hoje eu sou feliz e canto, só por causa de você...” – A caneta da Eyeko é de excelente pimentação, e de uma fixação inacreditável. Faz pouco tempo que comprei, então não dá pra saber se ela fica "aguada" como a do Avon. Mas nosso amor, por enquanto, está inabalável.
Traço preciso e "pretão"


Delineador líquido
E agora o terror da bailarina, além do tremido. O delineador líquido.
 
 Que medo!!!!


Só que o bicho é bem menos feio do que parece viu? O grande lance do delineador líquido é o aplicador, mais até do que o preço. Sim, porque se vc encontrar um aplicador que seja mais fácil de aplicar o produto pra você, para chegar ao resultado que você quer é só ir aumentando as camadas, certo? As opções disponíveis são:  ponta de feltro ou pincel.
 

A ponta de feltro é mais durinha, quase como se fosse um palitinho. O pincel é bem fino e de cerdas curtas. Você deve testar os dois, e aderir ao que for mais fácil para você. No meu caso, prefiro o pincel disparado.  


O delineador líquido se mostra a melhor opção porque a pigmentação é melhor, o traço é mais preciso, e a durabilidade é maior. Ou seja, vale quanto pesa. 


Testei 4 marcas: 
 


NYX: O delineador da NYX tem o aplicador perfeito, mas tem uma consistência um pouco viscosa, que pode até ser boa na hora da aplicação, mas prejudica a pigmentação. Para um resultado satisfatório, é legal aplicar uma camada, esperar secar, e aplicar outra camada por cima. Maquiando com pressa ou em ambientes "muvuzísticos", tipo camarim de festival, perdeu praticidade. 


Natura diversa: A impressão que eu tenho deste delineador é que ele não é muito preto, é marrom bem escuro, e o acabamento é mais "fosco". Então, para um resultado bem pretão, eu gosto de colocar umas 3 camadas. Ele seca bem rápido, mas o aplicador de feltro tira um pouco da praticidade (no meu caso). A fixação é muito boa, o delineado aguenta bem o suor sem perder a dignidade.

Luisance: Este delineador é bem engraçado. Primeiro que a embalagem parece a tampinha do J´Adore da Dior, não parece? Ehehhe... O delineador da Luisance tem um diferencial que é o "efeito molhado", brilha mesmo. Outro diferencial é a consistência: no contato com a pele ele vira uma "casquinha". Isso mesmo, ele endurece. Por isso, caso vc erre na aplicação, para retirá-lo é 456984236841226842 mais fácil do que qualquer outro tipo de delineador - é só puxar a casquinha. Porém, esse mesmo diferencial é o "ponto de atenção", porque a tendência do delineado é craquelar, e dependendo do quanto vc está suando, a casquinha cai mesmo. Para neutralizar essa dificuldade, eu passo uma camada do delineador da Natura por baixo, e o Luisance em cima. Fica lindo!!

O Boticário - Linha Intense: Eu comprei este delineador essa semana, mas já estou "xonada" por ele. Por que? Bom, primeiro é o fato de ele ser a prova d´água. É gurias, podem comemorar o título do Mercado Persa chorando pra caramba que o delineado vai continuar firme e forte por você! A segunda coisa é o aplicador de pincel de cerdas bem curtinhas - maior controle do traço. E, finalmente, a pigmentação - o bicho é preto, preto, preto. A fixação também é excelente: passo às 8 da matina, e quando chego em casa, por volta das 19:30, ele continua perfeito.

 
Na foto: Natura Diversa, NYX, Luisance (deu pra ver que brilha mais?)  e O Boticário.


É isso aí gurias. 

Excepcionalmente essa semana não teremos Dança da Leitora, mas semana que vem voltaremos com o gás todo!

Beijins

20 fevereiro 2010

5

Download de "coisinhas" árabes...


Olá habibas...

Informação é poder! Então, nós, amantes da dança do ventre do meu Brasil-il-il somos poderosíssimas porque a informação está em todo lugar na internet: blogs, sites, youtube, enfim... Só fica alienado, dançando a música da moda quem quer!!!!

Hoje a dica é de locais para baixar músicas e "otras cositas mais".

www.mazikana.com - Quando tudo o que eu conseguia de música árabe era o que tinha para baixar no E-mule, ou então vinha dos CDs da minha professora que eu tinha que IMPLORAR para que ela me emprestasse, eu conheci o Mazikana.  E que luz no fim do túnel!!! Lá tem um catálogo de A a Z de todos os cantores disponíveis para download: é muuuuito material. No começo dá vontade de baixar tudo, é preciso controlar o impulso. Mas sempre há um "achado", uma música que você vai amar muito e vai coreografar lindamente, pode ir sem medo. No final do post colocarei alguns nomes para ajudar as habibas que ainda não conhecem muitos cantores árabes.

Ah, esqueci, tem uma coisinha. O site é todo em árabe... vixi. Mas se vc clicar nas letras, quando acessar aos álbuns dos artistas a informação já vem em inglês. Ufa!!!

www.ghaneli.net - Recentemente eu estava com problemas para baixar músicas pelo Mazikana, e procurei na net loucamente outro site que pudesse me salvar. Foi aí que achei o Ghaneli.net. O acervo é bem maior do que o Mazikana, e o site é todo em inglês, não é o máximo?

E na terra brasilis já tem um blog prestando este super serviço de utilizade pública, e colocando não só álbuns inteiros a disposição para download, como também vários DVDs:

http://cdtekagramofonearabe.blogspot.com
Um verdadeiro tesouro!!! Não deixem de visitar, seguir e comentar os CDs porque realmente é um tesouro poder entrar em um único blog e ver tanta coisa bacana para baixar. Parabéns às responsáveis pela iniciativa:
Ghoretti, Hayal, Josy, Lory Moreira, Lúcia Brito, Maidilaine, Rawnie e Odalisca.

Acrescentando...

http://cdsdaarabia.blogspot.com/
Aqui também tem vários CDs (Fatme Serhan logo de cara ganhou meu coração), e vários DVDs das Superstars, incluindo o Babelesque - Live from Toquio. Imperdível

E para as habibas que ainda estão começando e querem as músicas que tocam na aula, mas ainda não sabem nem por onde começar a procurar, se quiser baixar pelo Mazikana ou Ghaneli, eu indico:

Amal Hejazy
Amro Diab
Ehab Tawfik
Elissa
Fadel Shaker
Farid Al Atrash
Fayrouz
Haifa Wehby
Hakeem
Hisham Abbas
Hossam Ramzy
Khaled Ajaj
Marwa
Maya Nasri
Melhem Barakat
Mohamed Abd Alwahab
Mostafa Amar
Nagwa Karam
Nagwa Sultan
Nancy Aajram
Natasha Atlas
Samir Seroor
Um Kalthom
Wael Kfouri
Warda

Obviamente, tudo o que está bem grande, se vc ainda não baixou TUDO disponível, não perca tempo.

Beijim

17 fevereiro 2010

8

Dança da Leitora - Zahira Nader

Olá habibas...

Hoje é dia da Zahira Nader mostrar seu encanto pra gente. Eu a conheci pessoalmente no Bellencontro, junto com a Naznin, e ela não só é lindíssima, como é uma menina gente boa tooooooooda vida. Vamos à dança:



A música escolhida é o Bolero do Mario Kirlis. Se alguém sabe de mais alguma música que dê para dançar bolero árabe, por gentileza, nos avise, porque eu mesma SÓ CONHEÇO ESSA.

A primeira coisa a se observar na Zahira é uma forte influência da Saida - não é velada, é assumida: a Zahira ama a Saida. Toda a dança é muito leve e fluida. Ela mostra TODO O SEU PODER quando empunha o véu: a velocidade dos giros é impressionante sem perder a perfeição. Arabesque nota 10. Simplesmente perfeita.

Parabéns Zahira, excelente dança!!!

15 fevereiro 2010

2

Quando seca a fonte...

 
Ilustração de Priscila Superchi

Olá habibas.

Ultimamente, tenho estudado muito a Kahina (tema para um post que está quase pronto), e me peguei pensando:

Se nós, admiradoras da dança do ventre estamos buscando sempre uma fonte de conhecimento, ou seja, estamos sempre aprendendo na sala de aula de alguém, onde busca quem nos ensina?

É uma questão séria e deve ser levada em consideração quando procuramos por professora uma bailarina "estrelada". A gran verdad é que no Brasil, a bailarina de dança do ventre chega a um certo nível em que não toma aulas com mais ninguém.

Pra não dizer que não tomam aulas com mais ninguém, são figurinhas carimbadas nos workshops dos grandes internacionais trazidos pela Luxor, pela Bele Fusco, e por outras Brasil afora, masssss, e aí?
E em alguns casos essa bailarina estrelada não estuda, não se recicla, não observa as tendências naturais da dança que, como qualquer arte viva, está em constante transformação.

Me incomoda um pouco essa autosuficiência das estrelas da dança do ventre brasileira. Porque muitas hoje compõem banca julgadora de um monte de selos e concursos por aí, e são mestras em anotar em suas pranchetas "precisa melhorar", "mais postura", "mais suavidade"... Mas quem as adverte quando é necessário que a dança seja melhorada, a postura e a suavidade na dança delas? Existe perfeição.

Não, não existe. E é por isso que tantas e tantas se perderam e deixaram de ser famosas no caminho, e algumas permanecem: porque evoluem, porque se reciclam, e porque colocam suas alunas frente a frente com a técnica e a modernidade.

Beijim

13 fevereiro 2010

3

Sonhos...


Vou pedir licença a todas as minhas habibas para falar de um sonho de carnaval:

MEU GRANDE SONHO É DESFILAR NO SAMBÓDROMO.

Mas se Deus quiser melhorar em muito meu sonho, eu queria desfilar na Gaviões da Fiel.

Quem me conhece de muito tempo sabe que eu sou corinthiana doente,"oriunda" de uma família tradicionalmente palmeirense. Meu velho, aliás, sentia uma pontinha de tristeza quando via a sua filha do coração cantando eufórica nos jogos "AQUI TEM UM BANDO DE LOUCO, LOUCO POR TI CORINTHIANS".Meu marido também é palmeirense (ô raça!!)

Eu acabei de ver o desfile da Gaviões pela televisão, e me deu uma dor louca de não estar lá comemorando o centenário do timão!!

Cresci assistindo todos os desfiles com meu pai, e 30 anos assistindo na TV, e nos últimos anos revendo no youtube, me conferiram uma certa "autoridade" em dizer que a briga pelo título entre Gaviões, Vai Vai e Rosas vai ser phoda.

Mas o que me encantou mesmo foi a letra do samba, um hino de amor ao timão, e que mesmo que a Gaviões não ganhe o carnaval, o samba vai marcar para sempre e é muito fácil de decorar (com 5 minutos de desfile eu já tinha decorado), vamos ver?

****

De jorge a força que vem lá do céu...
E a ti serei fiel

Corinthians é o meu amor
O samba é minha paixão
Eu bato no peito e grito pro mundo
O meu orgulho de ser gavião


É mais que um caso de amor
Na alegria, ou na dor, religião
Um sentimento que invade
A alma e não tem explicação
Nasceu da humildade à união
De um “bom retiro” a inspiração
Do povo a força pra lutar hei de cantar...
Daria a vida a você timão
Manter acesa a luz do lampião
Pra ti eternizar...

A bandeira a tremular
Na loucura da arquibancada
Eu sou gavião, sou superação
Corrente forte que jamais será quebrada


Derrubei barreiras, questionei!
E quem diria?
Surgiu no futebol um ideal democracia
Explode num grito de gol
Não posso conter a emoção
Cem anos dentro do seu coração
Eu sou... o orgulho de uma nação
Trago o sonho de ser campeão
De jorge a força que vem lá do céu...
E a ti serei fiel

Corinthians é o meu amor
O samba é minha paixão
Eu bato no peito e grito pro mundo
O meu orgulho de ser gavião 


***

Beijo grande, e tomara que a Gaviões ganhe!!!

11 fevereiro 2010

5

Inspire-se: Cleópatra, by Elizabeth Taylor

Olá habibas!!!

Eu não poderia sair do "tema" dessa semana de todos os blogs da blogosfera: o carnaval. É só colocar "maquiagem de carnaval" no youtube que sae, 4569850051486984 resultados com a maquiagem de quem, de quem, de quem? "Queen of Egypt Makeup - Cleopatra".

Pois engana-se quem pensa que ela é somente a rainha do Egito. Ela é o Egito.

"I am Egypt. And if you want Egypt, you have to conquer me".
(Eu sou o Egito. E se você quer o Egito, você deve me conquistar. - Cleópatra para Júlio César - cena do filme).

É óbvio que como toda boa drag queen que se preze e ame maquiagem, eu tenho o filme Cleópatra e já analisei de diversas maneiras as maquiagens de lá. Vou postar algumas fotos aqui para inspirar e fazer alguns comentários sobre o makeup.

Foto 1 - "A roupa de ouro"

 

É com este figurino que Cleópatra apresenta seu filho Cesário a César em Roma, e a roupa usada por ela quando de sua morte. A maquiagem é, basicamente, um azul clarinho, ou até mesmo um cinza claro na pálpebra, com o côncavo esfumado em marrom, sobrancelhas bem escuras e um delineado grosso até o final da sobrancelha. Boca nude, nude, nude. Aliás, em nenhuma cena do filme, a "Cléo" traz uma boca marcada.

Foto 2 - "Dreadlocks egípcios?"


 
Vou dizer a você de verdade que eu acho essa versão de dreads um LUUUUUUXOOOO BEEECHAAA. 
Nessa foto, a maquiagem é bem mais marcada, um azul mais escuro, e um delineado poderoso com direito a "quadradinho" no final. Esse quadradinho pode ser preenchido com glitter prata para um visual mais dramático.  Note-se que a sobrancelha nesta foto não é marrom, é preta. Mais uma vez, boca nude.

Foto 3 - "Gold dreads"


Mais dreads luuuuuxoooo. A combinação sombra-olho-blusa ficou massa, se você tem o olho azul e quer vestir uma fantasia de cleópatra no carnaval, tente um bustiê azul também. Vai ficar luxo. Destaque para a cobrinha de ouro.

Foto 4 - "Rainha do Alto e Baixo Egito"

 

Ahá, minha cena preferida do filme, aquela em que, após ser coroada como Rainha do Alto e Baixo Egito (na foto, ela está usando a "Coroa Vermelha" que representa o Baixo Egito, e ao ser complementada com a "Coroa Branca" - a da serpente, e que representa o Alto Egito, ela seria como uma deusa viva), e ela chuta uma almofadinha para César se ajoelhar, alegando que seus joelhos doem.TU-DO. Observem que luxo o delineado aberto, com sombra branca. Muito bonito. Mesmo sendo BRANCONA, os maquiadores optaram por sempre utilizar blush pêssego na personagem, e essa economia na maquiagem fez a diferença para que a personagem não se tornasse uma egípcia caricata - como tantas que vemos por aí. 

Foto 5 - "A Rainha em Roma"


 
Este é o "look" usado pela Cleópatra no dia da morte de Júlio César. Vamos combinar que isso é que é ser viúva com "gramú". O delineado vai "para o alto e além", grosso e bem marcado na lateral. Muito bonito. 

***********
Bom habibas, espero ter ajudado, um excelente carnaval pra vocês, divirtam-se muito, e, please USEM CAMISINHA!!! Sempre. 

Beijim

08 fevereiro 2010

1

Battle of the Bellydance Hotties: Mestani Eih - Amal Hijazi

E aí habibas!!!

Depois da vitória da minha DIVA Randa Kamel na primeira edição do "Battle of the bellydance hotties", vamos para mais um embate.

Para começar bem a semana, uma musiquinha moderna DELICIOOOOOOSA para inspirar nossos seres dançantes.

O páreo será entre a Jillina, com sua apresentação no Brasil, e uma bailarina alemã chamada Aliya Ilaida. Achei interessante colocar um vídeo de alguém fora do eixo Brasil-Egito-Líbano-Estados Unidos-Argentina-Russia para ver "que bicho dá". É com vocês. A enquete estará no ar até 25/02/2010. Enjoy

Aliya Ilayda



Jillina



Vote! Vote! Vote!



Qual a melhor intérprete de Mestani Eih, de Amal Hijazi

Jillina - USA

Aliya Ilaida - Alemanha






06 fevereiro 2010

4

No palco com... Samara!!!

Olá habibas...

Hoje vocês vão poder conhecer algumas das opiniões da Samara, que respondeu o questionário do blog com 459852384123 perguntas.

Deixe eu me adiantar e dizer que sou TIETE DE CARTEIRINHA da Samy desde o ano de 2006 quando ela tinha um outro blog que tinha por premissa básica a sinceridade escancarada e cheia de humor. Tipassim: me apaixono loucamente por pessoas que, como eu, não tem medo de dizer a verdade! É uma pessoa inteligentíssima, tem um grande amor pela dança, e tem muito a nos ensinar. Eis algumas de suas respostas:


1.Você acredita que as fusões descaracterizam a forma como o público enxerga a dança do ventre?

Bão, eu acho que fusão de qualquer coisa com qualquer coisa precisa ser feita com muita seriedade. Precisa ter uma justificativa do ponto de vista cultural e um conhecimento REAL das danças envolvidas. Quando isso acontece, eu pago pau. Luana Mello é um bom exemplo de como se faz isso, porque o conhecimento dela de outras danças, quando ela faz fusão, vai muito além do “senso comum”.
Mas a verdade é que a maioria das coisas apresentadas como fusão é feita loucamente nas coxas, uma desculpa para figurinos esdrúxulos, vulgares e sem sentido. Para a escolha de qualquer música sem justificativa. Acho que fica desagradável de ver e só confunde um público que ainda não está formado, sim.


4.Qual a sua opinião sobre a “presença” e “influência” do ballet clássico na dança do ventre praticada hoje?

Acho inevitável que aconteça. Temos Mahmoud Reda e Farida Fahmy para marcar o que não pode ser ignorado, por mais que nos irritemos politicamente com eles. Não dá para fingir que não aconteceu.
Mas eu, particularmente, gosto de dançar e ver dança dentro do estilo mais “baladi” possível, pé no chão e quadrilzão. Questão de opinião puramente pessoal.
Até gosto de performances “balezísticas” quando bem executadas, mas só para olhar. Exigem conhecimento, força, agilidade, treino e muito cuidado para evitar lesões.


20.Você, enquanto aluna, cobra um feedback de sua professora regularmente? Justifique.

Tenho muita pena das pobres das minhas professoras. Karina Iman costumava dizer (brincando, claro, porque ela é de um humor, paciência e gentileza fenomenais) que eu sou a aluna mais chata que já passou pela sala dela.
Eu pergunto, eu reclamo, eu critico as musas delas, eu trago informação nova e questiono, eu levanto e dou uma banda se acho que meu corpo não está em condições de realizar (quando eu acho que existe a possibilidade de lesão, por exemplo). Sou sempre polida ao fazer isso, acho fundamental.
Mas minha relação com a dança é muito séria (apesar de amadora, repito) pra deixar passar batido.


25.O que você considera inaceitável no figurino da bailarina?

Inaceitável, só vulgaridade. Pepeca/calcinha/peitinhos aparecendo só contribuem para piorar o status da dança como um todo. Chato, careta, mas é verdade, né. Só posso lamentar a revolta de quem acha que a situação de performance artística justifica partes íntimas na cara do público. (Sim, já vi. Sim, em teatro. Sim, discutiram comigo quando disse isso.)
Mas mau gosto também incomoda um bocado. Menos é mais, mesmo em dança do ventre. Isso vale tanto para cores (em especial, COMBINAÇÃO de cores), como para bordados e mesmo para brilho. (Sim, tenho Lua em Libra, algumas coisas me incomodam deveras.)  Taí a Nour para provar.


29.Você aceita críticas? Justifique sua resposta.

Claro. Senão não cresço nunca. Embora minha mais rigorosa crítica seja eu mesma.
Mas é obvio que fica mais fácil por não ser profissional. Talvez por isso mesmo essa seja minha opção.


30.Você acredita que marketing “de internet” – scrap no orkut, e-mail – traz resultado para a bailarina?

Traz. Principalmente quando é exagerado: causa um ódio intenso.
Mas, sem brincadeira, aqui em Porto Alegre a gente sabe de tudo pela Internet. Eu perderia muito evento se não fosse esse tipo de divulgação.
Só, que falando sério: não exagerem, que o efeito é reverso. Bom senso é TU-DA!


36.Qual seria seu conselho a uma aluna que parou de fazer aulas por solicitação do marido?

Acorda, criatura! O último homem que podia mandar em você era seu pai! E ainda assim até os 21.


45.Se tivesse a oportunidade de “ressuscitar” ou “trazer de volta à juventude” uma bailarina, qual seria? Por que?

Naima Akef. Porque o que temos dela é muito pouco, ela teria muito mais a ensinar. E te digo outra, seria vanguarda hoje em dia, estaria estudando tudo e misturando tudo. E bem.


 
Samara Leonel tem 37 anos, é de Porto Alegre (Deu pra tí, baixo astral - Vou pra Porto Alegre: Tchau!!), e faz questão de frisar que é AMANTE AMADORA da dança do ventre. Escreve o blog "Da dança além do corpo", não deixe de visitar!!
**********************************************************************************
Putz, tipassim, fiquei suuuuuuuper feliz de ver que não tem só eu no banquinho de torcida da Naima Akef!

Muito obrigada a Samy, não só pelas respostas do questionários, mas também pela participação nos comentários do blog, e pelo carinho com o Amar el Binnaz. 

Samy, vc é PHODA!!

Grande beijo.
2

Novo Layout... DE NOVO?

Olá meninas...

Resolvi acatar a sugestão da Elaine, amiga anthyyyyyyyyyyyyyga aqui do blog e maravilhosa vitaminada do blog Ventrevida.com, e mudei para um fundo branco para facilitar a visualização, realmente letras pretas em um fundo verde escuro não estava a melhor das maravilhas!!!

Espero que gostem do novo layout, e quem manjar muito de blog pode me dar dicas de como colocar minha fotim no header?

Beijins

Verinha

03 fevereiro 2010

4

Atualizações e novidades!!


Olá habibas!!

Eu sei, eu sei... tô em falta com vocês na atualização do blog. É verrrrrrdade!!
Masssss... teremos novidades, parcerias, sorteio...

Ops, falando em sorteio:

Lembram desse post aqui?

http://amarelbinnaz.blogspot.com/2008/12/sorteio.html

Pois é, faz mais de um ano... Estamos bem próximas da meta de 100 seguidoras, e o sorteio continua de pé, massss... teremos upgrades:

Além do DVD da Michelli Nahid - Tempos, que é de estudo obrigatório para todas as habibas, a sortuda levará também um Vale Presente de R$ 50,00 de O Boticário para ficar linda, cheirosa e gostosa.
*****************************

A Samy lindona, do blog "Da dança além do corpo" me mandou a resposta para aquele questionário enooooooorme, e tem material de sobra para nos inspirar. Assim sendo, irei publicando as respostas da Samy em doses homeopáticas. Valeu Samy!!!

*****************************
A partir de 10/02/2010, toda quarta será o dia da "Dança da Leitora", com vídeos das amadas leitoras do nosso blog. O objetivo é nos conhecermos e trocarmos experiências de aprendizado. Os vídeos serão escolhidos no youtube. Se você deseja participar dessa seção do blog, me mande um e-mail para neguinhamoreira@gmx.net com o link de sua apresentação e publicaremos bem bunitim, ok?

******************************
Para finalizar, a titia participou de um corcurso que iria eleger a melhor frase de Fat Pride começando com:
"Sou uma poderosa gordinha porque..." e, olha que legal: GANHEI!!! AAAAAAAAAdouro!

Depois passa lá, e aproveita para checar o blog da Alcione que um tudibom:

http://poderosasgordinhas.blogspot.com/2010/01/resultado-promocao.html

******************************
Agora deixa eu ir porque a minha empregada, não sei se vcs conhecem, a Verinha (insolente, insolente) é lenta demais, ô mulé lenta... ahahha...

Beijim
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...