23 abril 2009

7

O melhor investimento: Mahmoud Reda.

Tá bom gente, esta foto é antiga. Mahmoud Reda está velhinho.

Bom dia meninas.

Fiquei pensando ultimamente qual é o melhor investimento de dança. Vamos criar uma situação imaginária: vc está numa banquinha de CDs num evento qualquer, tem seus últimos 20 conto + a grana da passagem, mas vc não quer sair sem um DVD. Daí vc tem as seguintes opções:

- Festival do Egito - shows diversos
- Didáticos da Lulu
- Didáticos de americanas diversas (Jillina, Ansuya, Aziza, Tamallyn Dallal - aliás, esta última 20 conto nem cheirava - os DVDs dela estavam sendo vendidos no Mercado Persa a fantásticos 80 reais.)
- Show do Mahmoud Reda
- Coreografias do Mahmoud Reda.

Se fosse eu, o que faria? Ia embora a pé, e negociava TODO o meu dinheiro pelos DVDs do Mahmoud Reda.

Mas nem sempre foi assim...

Quando comecei a estudar, Reda pra mim era uma grande chatice. Aquelas coreografias nos filminhos antigos, tudo em grupo, roupinhas típicas, sinceramente não estava disposta a gastar dinheiro com isso. Eu queria mesmo é DVDs "made in USA", com aqueles shows escalafobéticos com véu wings, véu isso, véu aquilo e aquilo outro. Lia diariamente no fórum KK as bailarinas Samya Ju e Aysha alçarem Reda às alturas, determinarem como estudo obrigatório, dizerem que Mahmoud Reda mudou sua forma de enxergar a dança e blá, blá, blá...

Pensava sozinha: "Meu, não deve ser tudo isso MESMO", será que só eu estou errada?

Minhas primeiras professoras não tinham muito foco no folclore - e eu, por mim, não achava que aquilo ia fazer diferença na minha vida. Deus do céu, como eu era cega, surda, muda e retardada!!! Começo a me bater agora? Não, tá cedinho da manhã, já estou naturalmente com cara de quem levou uma surra.

Quando comecei a coreografar, em 2005, Jesus, eu levava cada pau das músicas que era uma enormidade. Deusulivre. Mas eu fiz um workshop da Carlla Sillveira que me lembrou daquele nome que eu não dava tanta importância "Mahmoud Reda". Eu sabia que ele era coreógrafo. Sabia também que o povo estudava com afinco. Fui atrás da dica, lógico.

É gurias, eu estava errada e o mundo estava certo. REDA ROCKS!!!!!!!!!!!! Mahmoud Reda não é só um grande coreógrafo de folclore (aliás, se não me engano, o grupo Nacional de Dança do Egito desde 2007 é o Reda), mas um "farejador de sentimento". Suas coreografias não são só passos reunidos, mas uma exaltação ao melhor do Egito. Mesmo ele usando e abusando de certos passos (no vídeo que vou postar, Ya Msafer Wahdak, ele usa e abusa do passo grego e arabesques), a dança é leve, cadenciada, fluida, linda.

Assim sendo, se na hora de comprar bater a dúvida não hesite: Mahmoud Reda! Você não vai se arrepender. Nunca.

Em tempo: este post teve a contribuição da Lory, que postou em seu blog a versão em dupla de Ya Msafer Wahdak, e é um blog ótimo. Depois dão uma olhadinha lá.´

Beijo

7 comentários:

  1. Amei o video..delicada, com postura...tãp..sensivel...
    Entendo agora, pq minah professora fala tanto da influencia dele...

    Bjooos

    ResponderExcluir
  2. ai flor, realmente ele merece respeito, mas esse vídeo me cansou a alma, viu! rs, bem que vc falou, ele abusa demais dos arabesques... mas acho que o que cansa nem é ele, é saber que agora é a nova moda né...ando é cansada de ver tanto pernão pro alto, giros e arabesques...enfins...nem to falando do video mais..rs...

    ResponderExcluir
  3. É Lú, eu também tô do saco cheio dos arabesques, ainda mais porque é um movimento no qual eu tenho uma enooooorme dificuldade.

    Mas o que eu achei legal neste vídeo foi a leitura musical diferente do que a gente está acostumada. Em muitos momentos onde nós coreografaríamos como taksim, com movimentos sinuosos e no lugar, ele coloca um passo grego, um arabesque, um básico egípcio e ainda sim fica leve.

    Onde nós coreografarímos com vigor, principalmente no baladi, ou na parte da música que é bem flamencão ele usa movimentos simples e leves.

    Acho que pela dificuldade enorme que eu ainda tenho em juntar passos e fazer uma coisa diferente, acredito que esse diferencial do Mahmoud Reda em encontrar soluções DIFERENTES para os momentos da música são simplesmente OURO.

    Beijim

    ResponderExcluir
  4. deus no ceu e reda na terra esse e meu lema, eu estagiei na truop reda em 2006, aquilo e conteudi pra uma vida inteira

    ResponderExcluir
  5. Mahmoud é um mestre e com Farida fizeram história e com eles vieram outros mestres importantes: Haquia e Yousry.

    Adoro seu estilo, o respeito e o estudo incansavelmente =).

    bjos parabéns pelos post

    ResponderExcluir
  6. Amei este texto...e pensava exatamente como vc...
    Ate que um dia...resolvi comprar um dvd de sequencias coreograficas de Reda...mudei completamente o que pensava a respeito dele...e estudar o Mahmoud Reda deveria ser obrigatório...srsrs..
    Esta de parabens com os textos..ameii

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pelo carinho Dina!!! E seja bem vinda ao nosso cantinho!!!

    ResponderExcluir

Mentes que pensam e fazem os outros pensar!!! Muito obrigada pelos seus comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...