31 janeiro 2009

3

Caminho das ìndias...

Aishwarya Rai, miss India, Miss World 1994, eleita a mulher mais linda de todos os tempos pelos internautas em 2001.

Olá girls...

Não tenho visto a novela "Caminho das Índias". Estou num processo de purificação espiritual que me impede de ver TV. (Mentira, estou é com problemas para instalar a antena mesmo, só via satélite que pega por causa de um FDP de um prédio enoooooooooooooorme em frente a minha modesta casinha).

Dizem que a Juliana Paes assim que vencer o travamento geral (ihiihii...) vai dançar bem e que tem uma menininha que dança muito...

Lembrei de minhas aulas de tribal com minha MESTRA (sim, com letras maiúsculas, e quem a conhece sabe que ela é uma MESTRA de mão cheia) Shaide Halim. Pra quem não teve aulas com a Shaide, eis a explicação: em seu curso regular de tribal, a Shá desenvolve um trabalho de vivência com 3 estilos de dança: Flamenco, Indiano e Dança do Ventre.
Mas não é aulinha não tá, ela ensina os passos, explica a origem, o significado dos mudrás todos, e te dá referências.

Daí começou o trabalho com a primeira coreo que participei de tribal, com váaaaarios passos de Kathak. Fiquei apaixonada. Não sei se tô falando merda, mas se as outras danças indianas possuem como peça motriz as mãos e a expressão do rosto, o Kathak é a dança dos pés. Bem mais dinâmico e LEEEEENDOOOOO! Amei. E a Shaide me deu um DVD de uma mestra indiana com a qual ela tinha tido aulas que se chama Uma Sharma, e é maravilhoso, lindo de se ver.

Sou aluna babona, mas acho que a Shaide simplesmente arrasa no indiano, embora ela explore pouco o Kathak.
Minhas preferidas em Sampa são mesmo: Shaide Halim, Jamila Silva (Jamys, para os intimos) e Nalini Alpa (Adri Linda para os íntimos). Vá assistir que vc não vai se arrepender!!!

E para finalizar, que o youtube tá cheio de porcaria, mas achei esses clipes lindos de Kathak:



28 janeiro 2009

4

Make do casamento



Hi girls...

Aqui está a make que fiz para o casamento - acho que consegui surpreender o cabeleireiro que me olhou com DESPREZO depois que eu disse que no dia do meu casamento quem iria fazer a minha make sou eu!!!!!!!!! Ahahhahah...

Usei a Deluxe folding pallete da Stila (rosa e marrom), com iluminador que ganhei de brinde da Coastal Scents e cílios postiços com brilhinhos da Red Cherry (casei ao meio dia, mas me convenci que no dia do meu casamento eu podia TUUUUUUUUUUDO e minhas phynas amigas: ABALEI!!!)

Quero comentários hein!!!!

Beijos

25 janeiro 2009

1

Nova coreografia! Percussão...

Vamos lá habibas da orgulhosa tia Verinha!

Esquentar as turbinas para os eventos de dança que vão bombar em 2009.

Quero todo mundo estudando muito hein!!!

Eis a música, podem baixar:

http://www.4shared.com/account/file/82471462/3bd01ffc/Hopa_Tito_Balaha.html

Beijão.

19 janeiro 2009

6

Peitos pra que te quero!


Olá Habibas!

Muitas coisas são ou já foram moda em dança do ventre. Desde que iniciei meus estudos (2004), posso citar: o véu arco íris feito pela Tetê Souto e "imortalizado" pela Lulu, tapinha no rosto da Saida, girosssssssssssss mil (também da Lulu), tatoos, roupas sem franja, roupas sem quase nada, make clean, atualmente make preta (ehhhhhh tribal véio de guerra!!!!!!!!!), roupas meio tribais, cabelo vermelho, queda turca, roupa Tony & Robby, música do Tony, make Jade, roupa jeans (que eu pessoalmente acho uó), pré seleção, "pixar" a pré seleção, enfim... muitos e muitos modismos. Uns passam, outros ficam, todos tem o seu momento.

Estamos no momento "silicone" da dança do ventre. Os cirurgiões plásticos de São Paulo devem: 1. estar felizes da vida, 2. dando desconto adoidado, 3. fazendo pacotes para amigas, mas o fato é que tem um moooooooooooonnnnteeee de bailarina colocando os queridos peitinhos.

Como MULHER acho lindo peito grande. É sexy e valoriza a imagem.

Como BAILARINA já acho que... sei lá. Apela. É vulgar.

Outro dia vi uma bailarina que já odiei, e do dia para a noite passei a amar loucamente e estudar pra caramba. É da casa de chá. Era naturalmente sexy e linnnnnnnnnda de viver. Sempre com roupinhas que a deixavam ainda mais sexy, porém muito bem bordadas e de excelente gosto. Estava na medida certa. Elegante. Altiva. Deusa.
Daí ela botou silicone, e eu a vi dançar... sabe quando vc sente que tem algo demais? Pode ser a impressão do diferente? Claro que pode!!!! Mas o fato é que eu achei que os peitos só estragaram o que já estava muito bonito.

Essa é uma parte.

A outra parte é: as bailarinas têm um exteeeeeeeeeeeenso guarda roupa. Parece que quando tomamos gosto de nos apresentar mais frequentemente a necessidade de uma roupinha nova torna-se latente gritante. Eu mesma que não vivo me apresentando tenho lá meus XXX figurinos... (brincadeira gente, só uns 6). Mas quem se apresenta sempre tem muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuitos figurinos. Daí aumenta as petcholas. O que faz com os figurinos que foram feitos para os peitos pequenos? A resposta é: NADA. Vamos nos apresentar com os mesmos figurinos só que com o peito maior!
Gemtchi! Me chamem do que quiser, mas acho feeeeeeiooooooo! O peito de silicone já é artificial, com um bojo onde "o defunto era menor" fica mais gritante ainda. E na hora do redondão, putz.... tenho a certeza absoluta que as bolas vão saltar pra fora.

E além do figurino, tem a questão da dança em si! Estamos em um momento de supervalorização da imagem: roupas caríssimas, peitos enoooooormes, cabelos enormes e carissimamente tratados, e a dança... bem, a dança quando sobrar uma grana a gente aperfeiçoa. Peraí gente!!! Será que é esse mesmo o futuro da dança do ventre?

Beijo grande.

18 janeiro 2009

1

Sonhos que se realizam...

Gentemmmmm... não podia deixar de postar isso!!!

Desde meu primeiro dia de estudo na dança eu tenho um sonho de dançar com a bailarina que mais admiro. Então minha primeira professora foi meu primeiro objetivo, e assim vai...

Tenho o sonho de dividir o palco com muita gente: Claudia Censi, Fátima Fontes, Jade el Jabel, Nur, Renata Lobo, Suheil, Shams, Lunah, Mayara al Jamila, Aysha, Kahina, Mahaila el Helwa, e a lista é longa.

Mas o eldorado dos sonhos de dançarina é dividir o palco com a Randa Kamel, minha eterna fonte de inspiração e estudo.

Hoje pude assistir a um vídeo de uma bailarina brasileira, a Sasha Holtz, que em uma viagem ao Egito foi convidada pela Randa para dividir o palco. Eu nem sei se meu coração aguentaria tanta emoção, mas só posso ficar muuuuuuuuuuuuuuuito feliz que ela tenha conseguido.

Com vcs, Randa Kamel e Sasha Holtz.

0

Dividindo meu e-mail com vcs!!!


Habibas do meu coração...


Diariamente recebo 154676431348633 e-mails divulgando cursos, show, festivais e afins. Não reclamo, claro, quero participar de tudo o que achar legal e interessante. Mas vamos dar um destino "nobre" às coisas mais legais e divulgar pra vcs aqui no blog. Vou começar com um show que considero imperdível pela qualidade técnica: Show de dança indiana da Shaide Halim (manja muitíssimo... minha tribal mestra, morro de saudade!!!).
Clique na imagem acima para visualizar melhor as informações!!!
Grande beijo.


0

Divulgando Blog e Sorteio


Olá habibas!!! I´m back in town!!!


A Deisy do Bah tri legal tchê! (Nem é gaúcha da fronteira né? Eheheh!!) está fazendo um sorteio super legal da marca Trapo Chic.


Os prêmios são: uma camiseta com estampa a sua escolha e uma Eco Bag chiquérrima!!!




Grande beijo.

11 janeiro 2009

4

E como fazia antigamente?


Olá habibas...

Em primeiro lugar, notícias sobre o casamento: já sou uma senhoura casada! E graças a Deus deu tudo certo. Espero que agora que acabou essa correria MONSTRO eu consiga postar bem mais. Mas amanhã viajo e só volto no sábado!!!

O post de hoje é: a internet, os vídeos, os DVDs ajudam ou atrapalham o estudo da dança?

Não sei... minha primeira professora de dança do ventre tinha pavor de passar qualquer vídeo para alguém. Não sei se era pra me preservar de tentar fazer os exercícios em casa e adquirir vícios, ou se era para me "alienar" de certa forma. Eu como sou meio tinhosa (na verdade sou osso duro de roer mesmo) ia lá no Tony e comprava vídeos e mais vídeos...

Acredito que o youtube ajuda e atrapalha o estudo de dança. Ajuda porque enquanto alunas e expectadoras nos tornamos muito mais exigentes. Foi-se o tempo do Clone que qualquer uma que estivesse há 6 meses fazendo aulas se julgava competente o suficiente para tornar-se professora. A dita cuja pode até querer, mas as alunas que se interessarem mais vão no youtube e terão acesso a vídeos de todas as maravilhosas do Brasil, e vai sacar logo que o lance é pica fumo.

Enquanto professoras também a internet e os vídeos são uma ferramenta muito útil na questão de didática por mostrar "caminhos" diferentes, e formas diferentes de ensinar que podem enriquecer sua aula.

Por um outro lado a internet e o excesso de vídeos atrapalham porque dá uma acomodadinha legal. Vc é iniciante e tem aquele super vídeo da Soraya Zaied, falta na aula e pensa "ah, mas eu tenho o vídeo em casa, depois pratico". E não pratica nada, vai na aula seguinte e fica literalmente "boiando".


Isso quando não vamos a um festival e vemos uma coreografia diretamente dos vídeos da Jillina, ou das Superstars, ou mesmo da KK. É nessa parte que a internet atrapalha, e muito: cria vício de acomodação, e possibilita a falta de criatividade para as menos "empenhadas".

E como se fazia antigamente? Tipo, como Samira, Lulu Sabongi, Shams, Munira, Suheil, Alyyta Suhair e tantas outras que não tinham vídeos? A própria Lulu Sabongi disse em um de seus vídeos que o primeiro vídeo a que ela teve acesso ela comprou quando já dançava profissionalmente há 7 anos, inclusive já dando aulas.

Era correr atrás MESMO minhas amigas. Porque todas as da lista acima são maravilhosas e dançam muitíssimo bem. Eram muito contratadas no meio árabe e fora dele, e algumas fizeram carreira no exterior. Só tinham sua professora como guia e bebiam sedentas dessa fonte. E não dançavam por 50 pilas em restaurantes e barzinhos horrorosos como se faz hoje.

Vamos extrair o que as facilidades da "vida moderna" tem de bom, mas com parcimônia!!! Nada de cair na tentação de pensar que um vídeo vai te livrar 30 minutos de treino NUNCA!!!

Grande beijo.

07 janeiro 2009

7

Qual a medida certa de sensualidade?


Hello Habibas!!!

O post sobre a "Santa Inquisição do Ventre" (noooosa, me veio tantos nomes na cabeça, eheheh) do blog da Luana me colocou pra pensar sobre qual é a medida exata de sensualidade que se deve colocar na dança.

A resposta é: NINGUÉM SABE. Muito menos eu... mas acredito que possam existir "formas" e "formas" de se exibir uma dança bela e sensual sem cair na vulgaridade.

Todo mundo diz que "a dança em si já evoca sensualidade"... eu discordo graaaandemente. Tem bailarinas que possuem uma sensualidade que vc consegue até "pegar no ar" (caso da Jade el Jabel, da própria Luanna Mello, da queridíssima Samya Ju, da Mahaila el Helwa, da Renata Lobo, da Claudia Censi, da Yasmin Nammu). Nem que elas vistam um saco de batatas cobrindo até os pés, sem nenhuma maquiagem, elas vão conseguir evocar esse lado sensual, que não é barato e nem é vulgar. É NATURALÍSSIMO!!! Ah, esqueci da Mayara el Jamila...
Um exemplo é que um dia eu e meu noivo assistimos uma apresentação da Mayara e não pude deixar de notar a expressão "Caralho que mulher gostosa!!!" do meu noivo. Mas ela tava de duas peças e dançando uma música lenta. Depois ela apareceu de galabeya e bastão, e pulando pra tudo que é lado, fazendo um folclore belíssimo... Daí o meu noivo verbalizou "Meu Deus, essa mulher é torta de gostosa, Jisuis..." É claro que não pude deixar de observar que ela estava toda coberta e dançando uma música alegre, daí ele, que é leigo, disparou: "Mas mesmo que ela esteja coberta de merda e chorando ela vai ser sempre uma mulher extremamente sensual, quanto mais requebrando os quadris desse jeito".

É claro que a apresentação da Mayara não foi vulgar, muito pelo contrário, foi elegantíssima... mas é que a sensualidade dela "vem de dentro".

Tem bailarinas nas quais vc só consegue admirar a qualidade técnica e a entrega... caso da Lulu Sabongi (nos vídeos ela me parece extremamente sensual, mas ao vivo não me acrescenta nada neste lado), da Carlla Sillveira, da Shalimar, da Maíra Magno, da Suheil, da Jillina, da Saida, da Suhaila Salimpour... DEUS! Eu sou capaz de ficar anos e anos sentada numa cadeira, vendo a Carlla dançar e achando lindo, mas é só o desejo de aprender, acho que a dança dela não evoca sensualidade não.

E, claro, tem as bailarinas que, dançando, são só passos unidos. Mas como isso pra mim É UMA CRITICA não vou citar nomes não.

Já vi por aí cursos de dança sensual, e até pole bellydance (ah, me desculpem as admiradoras da Hayat, mas eu ODEIO e acho horrível), eu porém acho muito ruim quando associam a dança do ventre a isso. Acredito que isso possa ser uma modalidade a ser desenvolvida, e acho até que a mulherada tem que dançar mesmo na alcova para encantar seu parceiro, mas uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

Em nível de palco, acredito na sensualidade como um desafio. Isso porque acho que um bom "show de dança" tem de ter tudo... mais sensual, menos sensual, folclore, solo, tudo... Mas tudo na medida certinha e com uma boa dose de bom gosto.

01 janeiro 2009

3

Boas opções de maquiagem


Olá habibas!!! Happy new year!!!

Quando falamos de maquiagem de dança do ventre, no assunto "cores" utilizamos quase que exclusivamente o preto e o prata. É meeeeeeeeeeeeeeeega difícil encontrar bailarinas que façam uso de outras cores na make, o preto e o prata são onipresentes. Precisa ser assim? Of course not!!! Porém, muito embora tenhamos várias opções de marcas, em termos de pigmentação a maquiagem brasileira ainda fica muitos quilômetros atrás das marcas internacionais.

Assim sendo, resolvi usar meu vício em makes em prol da "utilidade pública". Vamos falar de marcas e cores.

As minhas preferidas
Minhas sombras preferidas de marca nacional são as da linha "Natura Única". Excelente pigmentação. Ganha pontinhos porque em todos os duos a Natura coloca sempre uma sombra opaca e uma cintilante, a gente tem opções (porque todas as sombras com brilho NINGUÉM MERECE). Minha única reclamação, óbvio, é o preço. Mas, em termos de opções de cores acho um ótimo investimento.

Vult
Não dá pra falar de marcas nacionais sem citar a Vult, que vem sendo um hit nas paradas de sucesso. As sombras são bem pigmentadas e tem boa duração e, principalmente, são baratas. Porém, devo dizer que os únicos itens que me atraem na Vult são as sombras e o blush em creme. O restante acho que deixa bastante a desejar.

Duda Molinos
Se há uma linha que vale cada centavo investido é a Duda Molinos. As sombras são lindas, super pigmentadas, duram o dia todo. A base deixa a pele muito bonita e natural. Eu fazia um juz danado do corretivo, porque sempre que ia na Ikesaki achava-o muito duro, mas agora já acho que é porque ele fica aberto lá. O meu corretivo tá bem cremoso e eu AMEI!!! Simplesmente perfeito, e ainda possui preços menores do que as linhas "top" Natura e Boticário.

Pra quem gosta de gastar
A grande verdade é que a make do Boticário é cara pra chuchu! Moooooooooooiiiito dinheiro. Mas alguns produtos podem ser boas opções pra quem quer fazer uma make legal e não tem como importar. Por exemplo o Blush Mosaico. É lindooooooooooooooooooooooooo, e ainda faz o papel de pó bronzeador, maravilhoso. Também adorei a solução para sobrancelhas. Pra dizer bem a verdade eu uso o lápis de sobrancelhas da NYX e mais a solução pra dar um ar "natural", não tem erro!!! É muito bom.

Primer de sombras
Entre o potencializador de sombras do Boticário e o Creme fix da Contém 1g, sou muito mais o Creme fix. Porém é preciso cuidado para trabalhar com ele, principalmente quando se está utilizando as sombras da Contém 1g porque ele parece uma "cola" e passou sombra no lugar errado não dá pra consertar: só tirando tudo!

Lápis
Esse é o melhor amigo da bailarina, ocupando um lugar especial no céu das bailarinas do ladinho do alfinete de segurança. Já experimentei MILHÕES de lápis, e o meu preferido no mundo inteiro é o da Natura Única (calma meninas, não existe melhor do que o da Urban Decay, mas estamos falando de marcas nacionais). Boas opções também são o lápis Duda Molinos e o da Tracta, e ambos vem com uma esponjinha para esfumar. Óteeeeemos.

Cursos
Se vc tem uma graninha e quer investir num curso, faz o seguinte: pega o seu rico dinheirinho, vai na Ikesaki, compra os produtos e ganha o curso de graça. Não estou querendo jogar pedras nos workshops de maquiagem árabe que existem por aí, mas a verdade é que a internet ensina bem mais bonito, e os maquiadores profissionais podem dar dicas que nem sempre nossas amigas bailarinas podem.

Espero ter ajudado e grande beijo.

Pra finalizar, um tutorial "Barbie Loves MAC" que pode ser utilizado como inspiração para maquiagens de palco com tudo quanto é tipo de cores.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...