08 outubro 2008

1

As Maiores Marcas da Dança do Ventre


**** Alta do dólar me deprime... buáaaaaaaaaaaaaaaa **************

Dando uma olhadinha na banca de jornal, notei que a Grazi Massafera tá bombando. Capa de umas 3 revistas, vários comerciais veiculando na mídia, protagonista de novela, enfim.. A imagem da mulher VENDE!!!!

Transportando isso para a Dança do Ventre, passei então a me perguntar: quais são as marcas, as "major brands", as grifes da dança do ventre no Brasil? Aqueles nomes que transmitem confiança e emanam qualidade? Muito bem. Embora a MINHA OPINIÃO PESSOAL não esteja envolvida nisso, diante das minhas andanças no meio, e participações em fóruns e comunidades do Orkut, resolvi elencar algumas marcas que se destacam em nosso meio:

KHAN EL KHALILI - Acredito que é a marca mais forte. Confere selos de "padrão de qualidade" que realmente fazem diferença na carreira de quem os possui. Perdeu força com a dissociação da escola, e também com as várias controvérsias criadas pelo Sr. Jorge Sabongi em suas andanças pelo Orkut (lembram da história das maçãs podres?). Mas como esses dias estão lá no passado, tendem a ser esquecidos e a casa de Chá permanece firme, buscando ser mais forte do que nunca.

LULU SABONGI - É a grife da Dança do ventre. Enquanto bailarina e enquanto professora. Tem uma carreira sólida no Brasil e no exterior, e é a maior "imagem de qualidade" de bailarinas que dançam na terra brasilis. Está buscando a consolidação da marca Shangrilá como escola de dança.

LUXOR - Em matéria de Escolas de Dança é a marca mais forte. Eu pessoalmente sou admiradora do sr. Leonel, porque acho que ele é o maior marketeiro de dança de todos os tempos. Transformou a Hayat em "grande mestra", embora o nível técnico dela seja igual ao de muitas por aí que não se chamam de mestras, quando se separou da Hayat manteve a descrição, para que a marca não fosse comprometida, e hoje trabalha para consolidar a Luxor na liderança. É ainda um grande organizador e eventos e todo ano traz um artista DE PESO do meio. Não é para qualquer um não.

OMAR NABOULSI E BELLYDANCE - Está para o agenciamento de bailarinas no exterior como a Telefônica está para o fornecimento de telecomunicações. Embora existam muitas conversinhas "de esquina" sobre o que as bailarinas realmente fazem quando estão nos países árabes, ele é O CARA a se procurar quando se quer dançar fora do Brasil. Está fortalecendo o selo "Bellydance" enquanto padrão de qualidade, até porque conquistar o tal selo é se tornar visível para o próprio Omar Naboulsi.

TONY MOUZAYEK - É a voz da música árabe no Brasil. A relação das admiradoras de dança com o Tony é bem engraçada. Quando iniciamos na dança, só temos acesso aos CD's do Tony, aqueles que compramos nas bancas e nos supermercados. Ele é a única referência, e amamos de paixão. No avanço do nosso caminhar na dança, passamos então a "torcer o nariz" para o Tony (que é brega, quem dança isso?), e só queremos saber de Om Koulthoum, Fairuz, Farid el Atrashe, Mohamed Abd el Wahab (que são chiques)... Daí então, quando a bailarina quer se estabelecer profissionalmente volta a amar o Tony de paixão, porque quer espaço para dançar nos eventos que ele produz, que, convenhamos, traz muita visibilidade.... viu, como é engraçado?

ATELIE TONY E ROBBY - É IMPRESSIONANTE como uma marca que produz peças caríssimas consegue se manter viva e com força no mercado por tanto tempo. Sim, porque se você pensa que com 500 conto vai vestir um figurino produzido por Robby Moutinho... minha filha... tá muito enganada. Mas o fato é que um grande contingente de bailarinas que atingem um "certo nível" e querem mostrar o seu "upgrade" vão CORRENDO no Robby pra produzir um figurino.

ADELITA CHOHFI - É sempre um prazer falar de Adelita, e ver o quanto a marca "Adelita Chohfi" cresceu no meio de Dança do Ventre. Ela é a fotógrafa das estrelas (incluindo Moi!!! Eehheeheh) e produz ensaios belíssimos. É também uma batalhadora que está na maioria dos grandes eventos de dança fazendo fotos belíssimas e mais importante do que isso: realizando sonhos.

SHAIDE HALIM - É a "major brand" do tribal no Brasil, embora defenda um estilo de tribal que não é o mais popular. Tem uma cia de bailarinas profissionais que encanta platéias no país inteiro - a Cia Halim - , é chamada para ministrar workshops no Brasil e no exterior, e está desenvolvendo vários projetos com grande tendência ao sucesso.

MERCADO PERSA - Em relação à eventos, é a marca mais forte do país. O Mercado Persa é o maior evento de Dança do Ventre da América Latina a despeito dos vários contratempos que enfrenta. O Clube Sírio já está ficando pequeno, os resultados do campeonato nacional várias vezes são considerados manipulados, há quem diga que os destaques são aqueles que pagaram pra se destacar, mas.... quem se importa? O lance é que todo mundo quer estar no palco principal do Mercado Persa!

Acredito que toas estas marcas estão no lugar em que merecem estar, e acho que existem outras que estão na batalha e vão chegar, loguinho, loguinho... mas isso é conversa pra outro dia.


Grande beijo.

Um comentário:

  1. então, concordo com algumas coisas e discordo de outras, mas digo que amei seus comentários sinceros do tipo que todo mundo quer falar mas ng fala... Os do Tony então foram blasters, pura verdade!!!

    ResponderExcluir

Mentes que pensam e fazem os outros pensar!!! Muito obrigada pelos seus comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...