31 dezembro 2008

1

Feliz Ano Novo

Olá habibas!

Hoje o blog vai ter seu momento "meu diário"...

Estou no trabalho e é 31 de Dezembro... Caramba, em 14 anos de vida profissional nunca trabalhei nesta data. Sempre tem uma primeira vez, não é mesmo?
Talvez seja melhor assim. Dia 31/12 é o dia no qual eu sinto mais falta do velho Seu Moreira. Me doeu mais do que no ano passado acordar e não sentir o cheiro de seus temperos, e de vê-lo organizando as panelas da ceia de Reveillón.

Se a festa de ano novo fosse uma operação de guerra, meu pai certamente seria o general! Ele, como grande cozinheiro que sempre foi (e, na verdade, eu acho que Deus tava precisando de um bom cozinheiro lá no céu, por isso o chamou), acordava cedo, já estava com tudo temperado e iniciava os procedimentos para que todos pudéssemos suspirar satisfeitos à meia-noite. E tudo o que ele pedia em troca era os sorrisos satisfeitos de quem tinha gostado da comida. A gente dizia "Ê seu Moreira, não sabe brincar hein... que lombo é esse!!!" , "Putz, acho que essa farofa é a mais gostosa de todos os tempos..." Ele enchia o peito, ficava todo todo!!! Dizia orgulhoso "Cê gostou? Que bom!"

Acho que sinto mais falta de tudo isso porque me sentia criança novamente... ele, comandando suas panelas, e nós todos admirados com tamanho talento, e nutrindo aquele sentimento infantil "Esse é o meu herói".

De todas as coisas boas que meu pai me deixou, acho que a lembrança das festas de ano novo foi a melhor delas. E, como não poderia deixar de ser, também foi sua "festa de despedida", já que 2 semanas depois de sua festa preferida ele foi comandar as panelas do céu e cozinhar para o Altíssimo.

Meu pai, meu velho, meu amigo. O homem mais importante da minha vida.
Que saudade!!!!!!!!!!!
Nestes dois anos tenho feito um esforço sobre humano para tentar não chorar e me entristecer porque sei que o senhor conta comigo para segurar as barras aqui na terra.
Mas é difícil demais, é triste demais, é cruel demais saber que não poderemos mais estar juntos.
Falta 10 dias para o casamento, e penso no quanto o senhor estava preocupado em comprar um terno novo porque "a Vera vai casar em breve"... mas o dia tá chegando e o senhor não está aqui. Dói tanto. Eu queria tanto poder entrar na igreja de braços dados com o senhor, que sempre foi meu maior orgulho. Orgulho de ser sua filha. Orgulho de chamá-lo "meu pai".
Prometo, meu Velho, que vou sempre guardar seus ensinamentos... que o senhor vai continuar vivo no meu coração, nas atitudes da nossa família, no sorrisos dos seus amados netinhos.
Aguardo ansiosamente o dia do reencontro.
Te amo pra sempre.

Sua filha

21 dezembro 2008

4

Noite de paz... noite de amor!

Habibas!

Estou aqui para desejar um Feliz Natal!

Que a noite seja realmente de paz e amor! De união com a família! De compreensão e perdão.

Vamos comer rabanadas com moderação (e, no meu caso, bolo de aniversário com moderação - meu níver é 24/12), mandando uma energia positiva para tia Verinha que não pode engordar um grama sequer por causa do vestido de noiva!!!

Vamos mentalizar um 2009 com muita dança, muito respeito às nossas colegas de palco, e muita paz em nosso meio!

Beijão

Verinha

18 dezembro 2008

4

Sorteio...


Olá Habibas...

De repente me deu uma vontade loooooouca de ter muitas seguidoras no meu blog, ehhehe...

Para incentivar a galera a acompanhar o blog, vou sortear entre as 100 primeiras seguidoras o DVD "Tempos" da Michelli Nahid.

É uma ótima possibilidade de ter um DVD maaaaaaaaassssaaaaaaaaaa que vai te emocionar e acrescentar muito no seu estudo de dança!

Então mulherada, vai lá: lado esquerdo do blog, link "Acompanhar este blog", se joga. O sorteio acontecerá dia 17/01, ou assim que o blog tiver 100 seguidoras!

Grande beijo

Verinha
3

Quem emociona?

Nur, a bailarina que "é" a música e a alegria de dançar...

Olá ayunis...

Tenho lido muito ultimamente sobre bailarinas que "emocionam" ou não emocionam (leia aqui uma discussão que surgiu no blog da Luanna sobre isso). Isso me toca muito. Em primeiro lugar, porque a avaliação da dança é algo tão pessoal, mas tão pessoal, que é impossível "convencer" a gregos e troianos sobre sua técnica. Alguns vão dizer que vc "pica fumo" (ou seja, precisa aprender mais), outros vão dizer que vc é a nova Nayma Akef, enfim... isso "depends of the eye of the beholder"...

Mas em um ponto, gregos e troianos sempre concordam: algumas bailarinas têm em suas mãos o poder de te transportar para um lugar mágico, e te colocar em contato com o que há de mais lindo na essência humana. Isso, meu amigo, INDEPENDE DA TÉCNICA. Existem bailarinas em São Paulo hoje possuem a técnica apuradíssima, literalmente arrebentam, mas ao vê-las dançar você vê simplesmente... passos unidos.

Isso porque hoje a preocupação em mostrar a técnica é tão intensa que as bailarinas se esquecem TOTALMENTE de sentir prazer ao se apresentar. Para mim, o dançar começa primeiro na alma! Dançar começa com o prazer intenso que vc sente ao escutar aquela música. Começa com o seu desejo íntimo de transformar aquela música em "sua música", e de transmitir ao público que ela é uma extensão do seu corpo. Dançar é transmitir ao público a felicidade intensa que o universo te proporcionou ao estar ali fazendo o que mais gosta.

Mas isso habibas é algo a caminho da extinção! Nas apresentações que tenho visto, a única expressão que consigo ver na cara das bailarinas é "Putz, como sou foda!!", "Tô abalando hein, te segura Samya Gamal" (e me desculpem as Hadaretes, mas ela é a rainha dessa expressão egocêntrica). Cadê a felicidade? Cadê o prazer? Não tem... Já era...

Estudar a expressão não é caricaturar a dança. Não é rir demasiadamente só porque está na hora do saiide, ou "sofrer" porque está na hora do tremido. EXPRESSÃO é você contar o que está sentindo com a música. Como é que vc dança "Enta omri"? Uma música que fala de uma paixão tão profunda que transmite toda a razão de existência para o outro "Você é TODA a minha vida". De qualquer jeito? Com cara de fodona? Tem certeza?

Minha mensagem de hoje é resgatar o prazer, a vontade, a beleza de dançar, de fazer as pessoas se conectarem novamente com o belo, e consigo mesmas. Grande beijo!!!

P.S.: Olhem a delicadeza, a majestade de Ana Botafogo... e ainda dançando na ponta!!! Está demais.

11 dezembro 2008

4

Destination Anywhere

Esse é o nome do 2o CD solo do Jon Bon Jovi, e essa música uma das mais especiais pra mim. Mas usei esse título para descrever onde vão dar atitudes de algumas pessoas “raks sharki” na internet: “qualquer lugar” ou, na minha opinião “lugar nenhum”.

Sim, estou falando da Luanna Mello.

Eu sou fanzoca da Luanna, e não poderia deixar de me posicionar sobre os posts que estão rolando no multiply sobre ela. Mas resolvi escrever aqui que é “minha casa”, onde escrevo “o que quiser”, e porque, acima de tudo, minha paz não tem preço.

First of all: discordar é sempre permitido, e às vezes, até positivo. Acredito que quem é simples ADMIRADOR de dança do ventre tem um relacionamento muito diferente com a dança do que quem depende dela pra viver. Isso é ruim? Não. Acontece em 100% das profissões. Eu sou uma admiradora do Corinthians (torcedora fanática mode on: OOOOOOOOO, TODO PODEROSO TIMÃO), e acho um escândalo eles contratarem o Ronaldo fenômeno em final de carreira só para arregimentar patrocínio. Mas a verdade é que o Sr. Andrez Sanches que é quem paga a conta é que sabe onde o calo aperta. Na dança, a mesma coisa.

Para mim pode soar escandaloso que uma bailarina poste em seu blog que ela dança por dinheiro, mas e aí? Eu também, para fazer meu trabalho e prestar consultoria sobre um assunto que eu domino não dou as caras se as notinhas não estão sobre a mesa (ou na conta). Se vc não recebe seu salário, você se sente no direito de reclamar e até de não trabalhar, não é mesmo? Então, vc faz por dinheiro também? Ah ta...

Luanna tem uma postura fundamentalista em relação ao profissionalismo na dança do ventre. Concordo com ela 100%? Claro que não. Acho inclusive que é um erro rotular que é ou quem não é profissional, se quem tem tal tipo físico não é profissional, se vai ser um dia, enfim. A dança JAMAIS assume uma postura excludente, e existe mercado para TODO MUNDO. Para gordas e magras. Simplesmente porque quem dá as cartas não são as gostosonas que dançam e sim o CONTRATANTE. E se aquela bailarina que é mais gordinha quer viver de dança, mas está com dificuldade de fechar shows, ela pode aperfeiçoar a técnica, pode aprimorar sua didática e se tornar professora, coreógrafa... whatever! O fato é: ESPAÇO TEM.

Mas não posso deixar de admirar a Luanna por se esfolar de ensaiar, cuidar do corpo e lutar por um espaço que a bailarina de dança do ventre hoje ainda não tem.

Quem a critica fecha os olhos para a grandiosidade da iniciativa que ela está tomando, e os frutos quem vai colher não é só ela, são todas as bailarinas de dança do ventre que quiserem desenvolver projetos de um cunho, digamos, mais “comercial”, e a dança vai deixar de ser coisa só de “festival”, “feira de automóveis”e “casa de chá”, para se tornar uma competitiva opção de entretenimento.

O ensaio da Contigo! é outro ponto. Está muito bonito, embora eu seja meio das “antigas” e veja com um certo receio qualquer coisa que mostre um pouco mais do corpo. Porém não é direito de ninguém pixar. Putz meu, a Claudia Ohana saiu na PLAYBOY (mostrou a perereca, pra quem não sabe) para divulgar seu personagem na novela. Alguém falou que por causa disso ela seria uma atriz menos talentosa? De jeito nenhum. Tudo isso porque transferimos para a dança um pudor medieval. Quem é bailarina de dança do ventre não pode nada porque “a dança em si já evoca sensualidade”. Ah, puta merda né? Estamos no século 21 gente!!!!!!!!! E num universo em que a última moda é silicone nos peitos (que, isso sim, eu acho “demais”, se vc discordar comigo, faça um redondo grande em frente ao espelho e veja se não é muito mais apelativo – ops, tema para outro post), o povo reclama de um ensaio bonito e de bom gosto... ah pelamor viu...

Só vi críticas positivas do show da Luanna, o que me leva a crer que quem mete o pau não esteve na platéia para avaliar. Eu não fui, mas já escrevi pra ela e sou a PRIMEIRA da fila do DVD, quando sair. Acredito que quem se sente no direito de criticá-la hoje, tem por OBRIGAÇÃO de assistir ao show antes de sair falando.

Ah, e em tempo. Esse não é um post de rasgação de seda. Não ganhei ingresso grátis da Lu, e nem nenhum benefício por postar em sua defesa. Mas como já disse Jesus, o maior administrador de todos os tempos (que com 12 executivos fundou a maior empresa do planeta), daí a César o que é de César, masssssssssssssss, daí a Deus o que é de Deus.

06 dezembro 2008

1

Interpretando Om Koulthoum



Olá habibas... it´s been a long, long, long time...

Gostaria de falar hoje sobre a INFALÍVEL Om Koulthoum...

Om Koulthoum é a grande diva da música árabe, e recebeu "títulos" como "A Estrela do Leste", é uma cantora de uma qualidade de interpretação incrível, e tem em seu repertório verdadeiras jóias para qualquer estudante de dança do ventre tais como:

1. Alf leyla we leyla
2. Ana fi Intizarak
3. Leylat hob
4. Sirit el hob
5. Enta Omri (ana bahebak muuuuito, muuuuuito)
6. Amal Hayati
7. Noura
8. Daret al ayam (amo, amo, amo, amo, sempre!!!)

Essas são as mais conhecidas (e as que eu mais estudo, não vou mentir), mas o estudo dessa cantora é indispensável para toda estudante de dança do ventre. Não estou aqui defendendo saudosismo, que música boa é clássica e antiga, não!!!! Sou fã das modernosas também! Mas todas as músicas de Om "passam" por diversos ritmos e "momentos" dentro da música, que te permitem exprimir diversos tipos de sentimentos em cada estrofe: alegria, euforia, sensualidade, drama, enfim...

E por sempre nos brindar com interpretações memoráveis de Om Koulthoum, deixo com vocês a queridíssima, linda e gostosona Jade el Jabel, maravilhosa, translumbrante bailarina de São Paulo, que inclusive tem um DVD lançado com o nome do post "Interpretando Om Koulthoum". Precisa!!!


Clique aqui para baixar a belíssima Ana Fi Intezarak - by Setrak
Um beijo e bom final de semana!

30 novembro 2008

2

Satisfação!!!

Hi Girls...

Ando meio sumida do blog, por causa da correria do casamento, e até o dia vai ser o caos...

E ainda tô no tal de inferno astral até o tal de 24 de Dezembro!!! Guenta coração!!!

Só quero dizer que amo a todas e assim que sobrar um tempinho volto a postar!

Grande beijo

Verinha

27 novembro 2008

2

Deu a louca na NON PAREIL BOUTIQUE!!!!

Olá Ayunis!!!!!!!!!!!


A Arie da NON PAREIL simplesmente arrasou e lançou uma promoção magnífica no site... vários produteeeeeenhos massa com preços muito bacanas, pra quem deixou de comprar com o dólar alto comprar pelo mesmo preço "de antes".

Sombra single da NYX por US $2,75? Como asssssimmmmmmmm? Em Reais hoje: R$ 6.54

Trio de sombra NYX por US $4,00? Tá brincando? Em Reais hoje: R$ 9,52
Os descontos serão aplicados quando do Checkout... então pode ser que mais produtos estejam em promoção.
A qualidade de NYX todo mundo conhece!!! A entrega da NON PAREIL é massa: em 15 dias tá em casa.

Então vai amiga!!!!! Se joga!!!!!!!!!!!!!!!!!


24 novembro 2008

0

Stila deluxe folding pallete - Sigma shopping

Olá girls....

Desde que a Marina do 2beauty postou sobre a Deluxe folding pallete da Stila eu fiquei AGUADA, porque é uma paleta MÁXIMO com cores maravilhosas... o fato é que a paleta sumiu do mercado nos US, pedi pra algumas amigas procurarem, e só tinha no Sigma Shopping...

Mas agora amyghas creuzas do coração: A PALETA TÁ EM PROMOÇÃO, por 17 doletas!!!

Com o frete: 26 doletas... o dinheiro de hoje em reais: R$ 65. Vale todos os dinheiros, e vale muito.

Se joguem:

http://sigmashopping.com/shop/SigmaShopping_Outlet_66229.aspx

Beijo grande no coração!!!

P.S.: não postei imagens porque estou no trabalho, mas é que a promoção é tão boa que não podia deixar de postar logo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

17 novembro 2008

9

Criando cópias

Hello girls!!!!

Vejam esse vídeo:



Viu?

Agora veja esse:



Será que é esse mesmo o trabalho da professora? Criar uma cópia de si mesma, incluindo "personal style"?

Não estou questionando a qualidade da dança, mas sim a falta de incentivo de criar na aluna um estilo próprio.

E você, o que acha?

Beijo.

14 novembro 2008

0

Divas da Terra Brasilis: Michelli Nahid


Olá habibas.

Por que eu AMO muito Michelli Nahid?

Será que é porque, em primeiro lugar, ela é uma gracinha de pessoa?

Ou será que é porque ela tem uma postura elegantíssima?

Será que é porque tá na cara que ela é bailarina clássica, com seus giros e arabesques perfeitos?

Será que é porque ela é MEGA ULTRA MASTER BLASTER delicada, e é isso que eu mais busco na minha dança?

Será que porque é a bailarina que melhor se comporta com músicos ao vivo, tem uma leitura musical "ao vivo" que não tem pra ninguém?

Por que será?

Me diga você!!! Com vocês, Michelli Nahid.

10 novembro 2008

26

A Dança na Bíblia


Olá meninas.

Eu vivi praticamente a vida inteira dentro de uma igreja evangélica. Todas as minhas lembranças da adolescência, vários momentos bons da vida adulta, meu aperfeiçoamento na língua inglesa em uma missão para atletas, meu relacionamento íntimo com a música, estudo de canto lírico e popular, tudo dentro de uma igreja evangélica.

E por isso, quando eu resolvi iniciar meu aprendizado em Dança do Ventre, vivi um conflito muito intenso.

Pela sensualidade que a dança carrega, fiquei com receio de ser discriminada pelos "irmãos". E, 10 entre 10 "irmãos" faziam o mesmo comentário quando sabiam que eu estava fazendo aulas de dança do ventre: "Você não vai se apresentar em público, vai?"

Ainda tive outra experiência péssima quando minha tia dizia convicta e inflamada que a dança do ventre foi a dança praticada por Salomé, que encantou Herodes que, como recompensa, disse a ela que ela poderia pedir qualquer coisa, e ela então pediu que João Batista fosse morto.

Vamos às questões práticas:

- Uma mulher cristã não deve se sentir menor por praticar a Dança do Ventre. A dança é uma arte, e já foi utilizada como forma de adoração a Deus:
"Sucedeu, porém, que, vindo eles, quando Davi voltava de ferir os filisteus, as mulheres de todas as cidades de Israel saíram ao encontro do rei Saul, cantando e dançando, com adufes, com alegria, e com instrumentos de música." (1 Samuel 18:6)

- Quando alguém a recriminar por estudar a dança do ventre e confrontá-la com a religião, você deve lembrar ao "engraçadinho" que a maldade está em quem vê, ou seja, nele, e não em você.
"E, se o teu olho te escandalizar, lança-o fora; melhor é para ti entrares no reino de Deus com um só olho do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno." (Marcos 9:4-7)

- Quando alguém a acusar dizendo que você está usando seu corpo para escandalizar, não deixe de ressaltar que Deus aconselha na Escritura que ninguém julgue a ninguém.
"Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão." (Lucas 6:37)

E, gente, PELOAMORDEDEUS!!! Quem foi que disse que Salomé dançou a dança do ventre para Herodes? Será que tinha uma câmera lá e ninguém me contou? Putaquelavida!!!

"Naquele tempo ouviu Herodes, o tetrarca, a fama de Jesus,
E disse aos seus criados: Este é João o Batista; ressuscitou dos mortos, e por isso estas maravilhas operam nele.
Porque Herodes tinha prendido João, e tinha-o maniatado e encerrado no cárcere, por causa de Herodias, mulher de seu irmão Filipe;
Porque João lhe dissera: Não te é lícito possuí-la.
E, querendo matá-lo, temia o povo; porque o tinham como profeta.
Festejando-se, porém, o dia natalício de Herodes, dançou a filha de Herodias diante dele, e agradou a Herodes. Por isso prometeu, com juramento, dar-lhe tudo o que pedisse;
E ela, instruída previamente por sua mãe, disse: Dá-me aqui, num prato, a cabeça de João o Batista.
E o rei afligiu-se, mas, por causa do juramento, e dos que estavam à mesa com ele, ordenou que se lhe desse.
E mandou degolar João no cárcere.
E a sua cabeça foi trazida num prato, e dada à jovem, e ela a levou a sua mãe." (Mateus 14:1-11)

Como todas podem ver, a intenção de Herodes era de matar João Batista muito antes da filha de Herodias ter dançado pra ele, por questões políticas. Herodes usou Salomé para um interesse próprio, e quem pagou o pato foi a Dança do Ventre!!!!

Bom, como já é notório, eu danço com orgulho, carrego a bandeira, me apresento, e vou continuar a saga até eu ensinar meus filhos o amor pela dança e pela cultura árabe!

Grande beijo.

07 novembro 2008

2

Convidando os parentes para sua apresentação...


Olá meninas!

Existem 3 coisas no mundo que você nasce e morre com a certeza de que são seus: pais, irmãos e filhos... As outras pessoas a vida te dá, mas essas são suas desde sempre.

Dia 14 de janeiro de 2007 eu tinha meu pai, minha mãe e irmãos....

Dia 15 de janeiro de 2007 eu só tinha mãe e irmãos.

Meu velho nasceu em 20/09/1934, e viu muitas coisas:
- Viu uma guerra mundial;
- Viu o Brasil ser campeão do mundo TODAS as vezes;
- Viu o Pelé encantar multidões em um estádio de futebol;
- Viu a democracia ser assassinada;
- Viu e testemunhou uma ditadura cruel e criminosa;
- Viu a democracia renascer “manca”;
- Cantou o hino com a Fafá de Belém exigindo eleições diretas;
- Desconfiou como muitos brasileiros que seu presidente (Tancredo neves) fora brutalmente baleado;
- Viu as moedas Réis, Cruzeiro, Cruzado, Cruzado Novo, e tantas outras...
- Viu o comunismo agonizar, agonizar até se tornar um moribundo que sobrevive miseravelmente em Cuba;
- Viu cair o muro de Berlim;
- Viu um presidente jovem e bonito ser eleito, e pouco depois testemunhou o primeiro impeachment do Brasil;
- Viu nossa economia dar um salto estrondoso e viu nosso dinheiro valer mais do que o dólar,
- Viu o sistema eleitoral do Brasil se tornar o mais moderno do mundo;
- Viu o presidente chamá-lo em Rede Nacional de “vagabundo” (Ê seu Fernando Henrique hein!!)
- Viu um operário sem um dedo se tornar presidente do Brasil;
- Viu 2 aviões assassinarem 3000 pessoas simplesmente porque elas estavam no lugar errado na hora errada,
- Viu o Saddam ser assassinado em rede mundial;
- Viu seu querido Palmeiras (é, ele tinha esse defeito) lutar bravamente para ser campeão da Libertadores, pra chegar em Tóquio e dar aquele vexame (tem coisas que só o Manchester faz por vc!! Epa, desculpa paizinho!!);
- Assistiu a tantas olimpíadas, copas, pan americanos, e tudo que fosse relacionado a esporte, que ele tanto gostava.
- Viu nascer e crescer 6 pessoas que tiveram a honra de chamá-lo de pai;
- Viu nascer 10 pessoas que tiveram a honra de chamá-lo de Vô;
- Viu o milagre da vida quando o um de seus netinhos, após lutar bravamente pra nascer e ficar 1 ano alternando dias entre o hospital e a casa, venceu suas limitações e é o tourinho maior de todos hoje...
- Viu muitas coisas, meu velho, muitas, muitas e muitas...

Mas meu velho nunca me viu dançar. Ele, que sempre me levava até a porta dos eventos. Nunca entrou. "Outro dia filha", ele dizia. A oportunidade passou... Nunca vou poder ver aquele rosto querido entre as pessoas da platéia.

O post de hoje Habibas, é para alertá-las que amanhã é um dia que não existe. Tem gente que espera “dançar melhor” para levar os pais para assisti-los, ou ainda, espera um festival melhor, um lugar que caiba mais gente, espera, espera, espera...

Tem gente que para dizer "eu te amo", "você é meu herói", dar um abraço, assistir ao jogo de futebol, jogar aquela biribinha espera um dia legal, espera, espera, espera...

Não meus amores, isso é um erro. Leve seus pais pra aplaudir você. Dê a eles a oportunidade de sentir orgulho, e quando os aplausos acontecerem, de olharem em seu redor e pensar “Fui eu que fiz”. Não deixe para amanhã!
Faça hoje!

Um beijo e bom final de semana...

02 novembro 2008

2

Dança do Ventre: Amor, sonho, profissão ou vício?


Olá meninas...

A dança em nossa vida é algo muito louco e admite muitas facetas. Na minha vida, a primeira face que a dança assumiu foi a do preconceito. Eu assistia à novela "O Clone" e via as mulheres assumindo uma posição submissa em público e ao anoitecer virando "dançarinas de alcova", ou ainda as cenas onde todas as mulheres "direitas" estavam cobertas e as atenções masculinas estavam voltadas para a bailarina com o corpo à mostra... Enfim! O que eu pensava sempre era "Eu é que não vou submeter meu corpo à essa pequenez que é essa dança, apenas uma moeda de troca com os anseios de um homem... " Walla!!! Quem te viu e quem te vê hein!!!
Alguns anos depois o ímpeto me levou a procurar uma academia de dança ou de ginástica para aprender a "Dança do Ventre" (viu como a vida dá voltas?). Eu sentia que devia romper com alguns paradigmas dentro de mim, e esse seria o primeiro deles.

A segunda face que a dança assumiu na minha vida foi a compulsão. De repente eu só queria dança, e meu mundo era a sala de aula. Eu era o próprio vendedor da Herbalife, só que meu produto era a Dança do Ventre e eu queria mudar a vida das pessoas. "Quer ser feliz? Pergunte-me como!" - Esse era meu lema. Eu não tinha outro assunto, só dança. Eu não tinha outro programa, só Casa de Chá. Enfim... "A chata". Em compensação a paixão avassaladora pela dança motivava meu corpo duro e limitado a ficar horas tentando reproduzir os movimentos da vídeo aula da Raqia Hassan...

Como toda paixão que "tem futuro" esse sentimento pela dança virou um amor grande, duradouro e sem limites... Eu tatuei a dança no meu corpo porque a vida muito antes a tatuou na minha alma. A dança adicionou cor, música, graça e beleza à minha vida num momento decisivo. E isso não é demagogia não, é real...

Muitas vezes temos dentro de nós amarras parecem indissolúveis: religião, opinião alheia, marido, preconceito, medo, receio. Muito maior é, porém, a força feminina. Quando iniciei nesta dança eu não sabia que estava potencializando nossa maior fonte de poder "o ventre". Não subestimem essa força meninas! Nosso ventre é capaz de gerar vida, mas não apenas conceder vida a um novo ser humano... nosso ventre é capaz de gerar vida, felicidade e alegria em nós mesmas.

Hoje a dança assumiu uma nova face que é o sonho!

Meu sonho é que a dança do ventre se torne minha única e primeira profissão. A primeira parte, depende de mim: crescimento técnico, condicionamento físico, estudo, estudo, estudo...

A segunda parte também, depende de mim: estabilizar financeiramente para dedicar à dança somente meu amor e não ter de confrontar minhas necessidades de sobrevivência com o meu amor à arte. Isto já estou plantando no meu trabalho "secular".

Observando muitas amigas e companheiras desse meio, vejo que a dança também assume a forma de vício. Você entende que aquilo existe, que te suga a energia vital (antes de contestar essa informação pense na rotina de ensaios antes do Mercado Persa, por exemplo, aí depois você me fala), mas vc simplesmente não consegue viver sem.

E você, querida leitora, qual face a dança mostra para você?

Grande beijo.

30 outubro 2008

0

Dica de make para quem quer ousar!!! Greek Goddess!

Olá girls...

Eu AMO o site www.makeupgeek.com ... é muito didática a forma como a Marlena explica como realiza suas makes.

Pessoalmente, eu ando meio cansada do onipresente prata/preto das apresentações de dança do ventre que tenho visto por aí, e achei o efeito cênico dessa make muito legal. Eu também trocaria os decalques dourados por sombra preta para decorar os "rostinhos tribais".

Espero que gostem!

Beijão.

27 outubro 2008

2

Divas da Terra Brasilis - Kahina


Na primeira aula de dança do ventre que tive na vida, as alunas que lá estavam comentavam alvoroçadas que haviam ido à Casa de Chá assistir a uma tal bailarina que era perfeita, linda, maravilhosa, tudo, tudo, tudo... O nome dela? Kahina.

Isso me marcou muito, e minha curiosidade se aguçou a respeito dessa bailarina que havia sido tão elogiada pelas meninas da academia. Comecei a buscar material sobre ela e estudá-la. É claro que não me arrependi.

A impressão CLARA que se tem quando se vê a Kahina dançar é que ela nasceu com o "DOM" da dança do ventre. Mesmo que ela nunca tivesse uma única aula de dança do ventre, uma hora ou outra ela começaria a dançar da mesma forma que aprendeu a falar, a andar... e nunca mais esquecer. Vê-la se apresentar é algo mágico.

O seu crescimento na dança, na minha opinião, aconteceu a olhos vistos. Sou capaz de narrar todas as danças dela que estão nos vídeos da Lulu. Cada movimento. Isso porque assisti 100000000000 de vezes. Ela tinha algo que me incomodava e muito - as trocas de mão muito rápidas de bruscas. Eu falava pra minha professora na época que a impressão que eu tinha era que se praticava o "Kung Fu" do ventre. Embora o quadril fosse maravilhoso, a coreografia de grande dificuldade técnica, o tremido perfeito, aqueles braços me chamavam por demais a atenção negativamente.

Com o youtube pudemos ter acesso a outras apresentações em vídeo, e assim pude estabelecer um comparativo: a Kahina só faz MELHORAR dia após dia, apresentação após apresentação.

Os braços de Kung Fu? Isso não te pertence mais meu bem!!!!!!!!!!! Hoje ela é muito precisa nas trocas, mas sem perder a delicadeza.

Kahina tem formação em ballet clássico, e isso faz toda a diferença na sua dança. Sua postura é muito altiva, e seus giros são irrepreensíveis.

O quadril cada vez mais solto, os movimentos cada vez mais perfeitos! Kahina caminha a longos passos para se tornar a maior estrela da Dança do Ventre no Brasil.

23 outubro 2008

2

Minha novela mexicana: Compras na Pink Discount

Pink Discount? ********** NEVER AGAIN **************************

Olá habibas!

Minha primeira encomenda na Pink Discount eu fiz em 12/09/2008. Recebi em 23/09/2008. Impressionada com a entrega rápida, fiz outra encomenda no dia 24/09/2008. Esta encomenda está virando uma novela mexicana. Já mandei mais de 50 e-mails para a Pink Discount, e o nível de atendimento deles quando a encomenda atrasa está no nível da já famosa Kathy da Coastal Scents que só responde um e-mail de cliente quando a situação está para lá de Marrakesh.

Vou postar os e-mails (sem o remetente, pois mandei do meu e-mail profissional), com as respectivas respostas, só para vcs terem uma leve idéia do sofrimento:

E-mail 1 27/09/2008– enviado 1 vez:

Good morning...

I didn't receive my shipping advice about this order. On my first order, you sent me an e-mail titled: YOUR ORDER WAS SHIPPED. I'm still waiting for it.

Thanks for the attention

Resposta:

It was just shipped out on the 24th we are in the USA and it take a while to
get there.
Thanks

Be Sure to Check Out our $1 Bargain bin
www.pinkdiscount.com
*********************************************************************
E-mail 2 16/10/2008(enviado 1 vez)

Good afternoonI've placed this order: on September 24th, and still I did not receive it yet. I called the post office, to see if there was something wrong, or even if the parcel was taxed, they said that the tracking is possible with a number that's given when the parcel is shipped.
If you have such number, please send me, because it's been 21 days and my first parcel with pinkdiscount took only 10 days to be delivered.
Thanks for the attention,
Best regards,

Resposta: não houve

***********************************************************************
E-mail 3 - 20/10/2008 (enviado 16 vezes, já que no anterior não houve resposta)

Good Morning,
I sent this e-mail yesterday, asking for my order, and I read on 2beauty (
http://www.2agency.net/beauty/) that you sent some parcels to wrong adresses here in Brazil, so, I'm asking again about my parcel, if you have some tracking number to give me. Please check if you sent my parcel to some wrong address,
Thanks,

Resposta:

We do not have that # it was re sent out on the 12th so you may get two of the same order.
Thanks
This is the info that I have
Print Date & Time: 10/12/2008 2:31 PM
Ship Date: 10/14/2008
Type: Stamp
Postage Amount: Address:

BRAZIL
Postage Class: First-Class International


Detalhe: este foi outro pedido que fiz no dia em que as mercadorias ELF voltaram ao estoque, e pedi um monte de cílios postiços.... Ou seja, são pedidos diferentes, eles nem se deram ao trabalho de checar qual era a mercadoria no corpo do pedido.
************************************************************************************

E-mail 4 - 20/10/2008 (enviado 11 vezes já que a tática deu certo):

There is a misunderstanding here. I really did this order on October 12th, but I've made an order before, on September 24th. That is the order I want!!!!
The 24th september order is the number:
The 11th october order is the number:
The products on these orders are very different also, even the address is different, because de october order I sent to my husband's company.
Please check if you did not send my parcel to a different address, because many people of Brazil complain about receiving other person's parcel. And in my case, I did not receive any parcel at all.
Thanks again for the attention,
Best,


Resposta:

Here is the other shipping info on the other order. I hope this is what you are looking for. It was my understanding that it was one order that got sent to the wrong address. Have there been more than one?
Print Date & Time: 09/24/2008 11:56 AM
Ship Date: 09/24/2008
Type: Stamp
Postage Amount:
Address:
Piece Count: 16945
Postage Class: First-Class International
Weight: 7 oz

***********************************************************************************
E-mail 5 (enviado 23 vezes, dividido em vários dias já que não recebia nenhuma resposta)

Yes, this is the order I'm looking for.
Both orders are mine, and I sent them to different addresses: the september one I sent to my house, and the october one I sent to my husband's office.

This is my personal address, that is correct, but I did not receive the parcel yet.
That thing I've mentioned about the wrong address was because a girl post on 2beauty that you sent other person's parcel to her house, that's all.
I called the post office, and they said that the number you get when the parcel is shipped is enough to track it when the parcel enters Brazil.
I'm still waiting for that number.
Thanks,


Resposta:

The info I have given you is all that I have. I am sorry I don’t have more.
I am trying to help you! I am not sure what you are upset about, We you to happy.
Amy

*******************************************************************************
E-mail 6 (enviado 1 vez)

Ok Amy... I'll wait a few days more...
If I don't receive my parcel, what can I do? I've already pay my credit card bill.

Resposta:

Não houve

*******************************************************************************
E-mail 7 (enviado 38 vezes porque eu já estou de saco cheio)...

Amy, good morning.
I did not receive my order yet. It's been a month since I've order it.
Yesterday I received my parcel from Non Pareil boutique.com that I've order on October 10th. And my Pink Discount parcel made on September 24th still delayed.

What upset me about all this is that I'm doing everything I can: I checked out my post office, I checked out the tax system and none of them says that there is a parcel for me from Pink discount.

When I e-mail you guys the only answer I have is : "This is the only information we have"

I'M THE CUSTOMER FOR CHRIST SAKES! I JUST WANT TO RECEIVE WHAT I'VE PAID FOR.

I'm looking forward to receive your reply ASAP.
Best,


Resposta: Até agora nada!!!!!!!!!
***********************************************************************************
Vamos aguardar cenas dos próximos capítulos... deixarei vcs informadíssimas.
A lição? Melhor comprar ELF na Bridgette Boutique, que custa US 2, mas pelo menos chega direitinho...

21 outubro 2008

2

Assumindo um estilo





Olá habibas...

Vamos brincar de historinha: Hoje você estava na sala de aula e de repente, quando ia realizar "aquele" arabesque, percebeu no cantinho da sala uma lâmpada mágica... Você diligentemente foi até lá e esfregou com fé! De lá saiu um gênio vestido de galabeya que te permitiu fazer 3 desejos para a sua dança.

1000 imagens começam a povoar a sua cabeça, e vc imediatamente pensa: puxa, mas só 3? Que miséria!!! Para começar minha listinha eu queria:



1. A classe da Nayma Akef;

2. A delicadeza da Sohair Zaki;

3. A alegria da Fifi Abdo;

4. O tremido da Soraia Zaied;

5. A desenvoltura em giros da Lulu Sabongi;

6. A leitura musical da Carlla Sillveira;

7. A expressão da Jillina;

8. A força da Saida;

9. A fluidez da Randa (God save the queen);

10. A coragem para inovar da Dina....´

Bom, aí já se passaram em muito os 3 pedidos né...

Ao elencar essas bailarinas todas, meu objetivo é mostrar a você o quanto elas são maravilhosas dentro do seu estilo pessoal. Muito me incomoda, por exemplo, quando vejo em concursos, ou seleções XYZ que exigem um certo "estilo". Ou Egípcio - que classificam como delicado, de movimentos mais contidos, ou Libanês - que classificam como mais forte e proeminente.

Aí então a estudante direciona seu estudo de forma a favorecer um estilo e desprezar outro. Na minha opinião, isto é aleijar a própria dança.
Por que as bailarinas que descrevi acima se destacam no meio? Porque encontraram e desenvolveram o ESTILO PESSOAL. Imagine você se, um dia, a Saida resolvesse passar na pré seleção, por exemplo, que exige o estilo "Egípcio", e rejeitasse em si aquela força que é uma coisa peculiar, é DELA. Que grande perda seria para a própria dança...
Ou então que a Nour resolvesse passar na seleção que o Omar Naboulsi realiza, que exige o estilo Libanês, e rejeitasse em si a delicadeza que lhe é peculiar?

E diante de tantas bailarinas que possuem certificação X ou Y, quem mais se destaca no meio? Quem é diferente! Não é uma delícia assistirmos à Kahina, Nur, Carlla Sillveira, Polimnia, Soraia? Porque em cada apresentação, em cada momento, elas nos mostram algo DIFERENTE! Infelizmente, em grandes eventos e apresentações de dança temos visto uma mesmice sem fim... Desde o figurino da bailarina até a própria dança.

Falamos tanto em personalidade na dança, mas na minha opinião isso começa na própria bailarina. Entenda as ESCOLAS egípcia e libanesa que nos deu tantas bailarinas maravilhosas, cada uma com uma característica que enriquece nossa dança, mas encontre o SEU PRÓPRIO estilo, e, principalmente, o defenda até o final!!!

17 outubro 2008

2

Sabe o que falta? Criatividade!!!


Olá amores...


Tava super inspirada a escrever um post bem light sobre makes e coisa e talz, e resolvi dar uma "passadinha" no youtube para conferir as novidades. Estou REVOLTADA... acabei caindo no canal de algumas bailarinas que não devia ter caído. E daí nasce a pergunta no coração da estudante: até onde vai a falta de criatividade das bailarinas no quesito MÚSICA.


É isso aí minha gente. Fique O DIA TODO sentada na plateia do Mercado Persa e você vai ouvir músicas como Talakik, Marco Polo, Ah we noss, Entrance of the stars, Tribal dreams umas 20 vezes cada uma.


Mas daí você pode pensar: com um UNIVERSO de música árabe de altíssima qualidade, porque a escolha de algumas bailarinas - professoras - coreógrafas acaba caindo em músicas repetidas? Eu te respondo minha querida habiba: 1. COMODISMO, 2. PREGUIÇA... Pode até ser que a bailarina AME DE PAIXÃO a música e tal, mas se tiver o mínimo de senso crítico e conhecimento dos eventos ao qual aquela coreografia se destina ela vai resolver mudar. Com certeza.

Outro modismo perigoso são os vídeos de dança. Tá no DVD das bellydance superstars? Vai pegar... Tá no DVD das Super Noites do Harém? Vai pegar... Tá no DVD da Rachel Brice? Vai pegar, não tenha dúvida.

Esse comodismo é super perigoso para a estudante de dança, ou mesmo a bailarina profissional. Porque se você opta por utilizar a música da coreografia que está no DVD, você corre o risco de ter mais 20 coreografias com a mesma música que a sua, você se rouba a chance de estudar outras músicas, ritmos, de experimentar coisas novas em músicas diferentes... Fora a dança, que a expectadora vai sempre associar à dança do vídeo. Um exemplo claro é a música moderna do DVD das Super Noites do Harém, que as meninas dançam com o figurino rosa. Acaba que nem que for uma mini-sequência de 3 passos, acaba saindo igual ao DVD. Pra mim que sou krika no úrtimo, matou a coreografia. (Abafa o caso mas já vi, na Mostra Cultural, uma coreografia INTEIRA das Bellydance Superstars ser executada no palco pelas que se chamam "profissas"... medo, muito medo).

Não se roube o direito de conhecer a música árabe... Sua leitura musical vai melhorar, sua criação coreográfica vai melhorar, sua técnica vai melhorar e, principalmente... a expectadora krika agradece!!!!

Bom final de semana!!

16 outubro 2008

3

Divas da Terra Brasilis - Carlla Sillveira


Olá ayunis!!!!

Falar de bailarinas da terra brasilis é um prazer, mas ao mesmo tempo um perigo danado!!! Simplesmente porque se você se atrever a falar que a lantejoula da roupa de fulana está fora do contexto é perigoso sua caixa de e-mails lotar com mensagens mal educadas e grosseiras pois "onde já se viu falar que a lantejoula da fulana está torta, você é que é uma frustrada, mal amada, blá, blá, blá..." De formas que tenho móoooito medo!!

Mas falar da Carlla Sillveira é cair em lugar comum, pois ela é uma uninanimidade! Tem uma leitura musical ímpar, muito impressionante mesmo.

O que mais me chama a atenção em Carlla é que ela trabalha muito o simples - os movimentos considerados "arroz com feijão", porém executados com o máximo de perfeição.

Outra coisa que me encanta na Carlla é que ela não tem receio de repetir. Isso mesmo. Em 90% de suas coreografias tudo o que ela faz para um lado, ela retorna e faz para o outro. Tem muita bailarina que recrimina e diz que a dança se torna "previsível" dessa forma, mas, vamos combinar que expor o lado que tem mais dificuldade de realizar os movimentos, isso meu bem, não é pra qualquer uma não.

E, claro, não dá pra escrever nada sobre a Carlla Sillveira sem citar sua habilidade com o quadril. Seu tremido é SIMPLESMENTE MARAVILHOSO!!!! Acredito que depois da Soraia Zaied é o melhor tremido "em atividade" do Brasil.

Uma coisa que me marcou muito, positivamente é claro, foi um workshop de ritmos que fiz com a Carlla em 2005, e após algumas explicações sobre os ritmos ela disparou à queima roupa: "Não é privilégio de ninguém que não estude". Isso veio de alguém que parece que nasceu sabendo, e ainda batalha pra melhorar, do mesmo jeito que eu e você batalhamos para conseguir nosso lugarzinho ao sol no mercado de dança do ventre. AWESOME!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! SUPERB!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Senhoras e senhores. Com vocês: Carlla Sillveira

15 outubro 2008

0

Feliz dia dos professores!!!


Olá Habibas!

Quero homenagear hoje minhas mestras que, cada uma a seu modo, plantaram a semente maior que foi o amor à dança do ventre! Um grande beijo!!!


Rahiza - Academia Galpão 21

Shahar Badri - Khan el Khalili


Shaide Halim - Beladança Estúdio

Níjme - Studio Níjme

Meu carinho e respeito à todas, e muitas, mas muitas saudades!!!


14 outubro 2008

2

Proposta de Make para Tribal Fusion ou Dança do Ventre


Habibas!

Fiz uma make Preta e roxa como uma proposta para nossas "incursões tribais". Não é tão black assim, então dá pra combinar com aquela sua roupitcha preta, ou mesmo roxa, ou de qualquer cor, pois de acordo com o Marcos Costa, maquiador da Natura:


- Não é a cor que deve usar você, você é que deve usar a cor.



Enjoy!!!!

Caso queiram o passo a passo, me comuniquem via e-mail.


Grande beijo.
0

Não dá pra perder!!!!!!!!!!!!!!!


Gurias,


Não dá pra perder essa oportunidade de ter aulas com uma profissional tão maravilhosa como Dúnia La Luna por... tcharan.... VINTÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Quem puder ir, POR FAVOR: não percam!!!

Super beijo.

09 outubro 2008

1

Maquiagem tribal

Hello girls!!!

Uma das coisas que tem me incomodado bastaaaaante nas apresentações de tribal que tenho visto ultimamente não é a qualidade da dança, mas a qualidade da apresentação em geral. É isso mesmo habibas: FIGURINO E MAQUIAGEM.

O que temos visto PREDOMINANTEMENTE de tribal é o estilo Rachel Brice. Mas, muito diferente da Rachel Brice, que tem uma roupas muito doidas, mas olhando de longe dá pra ver que tudo é bem feito e de boa qualidade, as bailarinas brasileiras tem deixado a roupa de tribal muito mais para "trash da dança do ventre". Isso mesmo! Mas não é das roupas que quero falar, e sim da maquiagem.

A maquiagem é black-out. Tudo preto... muito bem!!! Eu pessoalmente adoro! Mas a maquiagem preta é a mais complicada e perigosa de se fazer. Em primeiro lugar porque não permite erros: se borrar vai dar um trabalhão para tirar. Em segundo lugar porque se não houver uma boa fixação, aquele efeito de "creasing" (acúmulo da maquiagem nas pálpebras - perigo iminente, principalmente em festivais, quando ficamos hooooooras maquiadas) vai estragar seu rosto e sua maquiagem, e, finalmente, um produto de má qualidade pode escorrer e ter aquele efeito Mortícia Adams que, convenhamos, ninguém merece!


Resolvi então postar algumas dicas, baseadas na minha pesquisa de maquiagem e materiais, para tentar facilitar a vida de quem quer se aventurar por aí com a maquiagem preta.

1. Use uma boa base para sombras: A melhor base para sombra preta é uma sombra cremosa da mesma cor, ou um daqueles lápis-sombra, acho que o Avon tem. Pra quem compra maquiagem importada, recomendo o NYX Jumbo Pencil, é ótimo e bem cremoso. Caso vc não tenha uma sombra em creme preta, mas tiver uma próxima ao seu tom de pele OTIMO. Só não passe a sombra direto no olho, porque a duração será bem menor, e a pigmentação também não será das melhores.


2. Invista em um pincel de precisão (dica da Marina - 2beauty): um pincel para desenhar no canto interno do olho é fundamental para a make ficar bonita. O melhor, na minha opinião, é o pincel para esfumar da Pro Art. O da Marco Boni também é bom, e tem no Wal-mart, no Extra... Pra quem quer comprar e gastar dinheiro, a melhor opção é o MAC 219SE. Mas prepara o bolso que o bichim é caro...

3. Respeite o formato do seu olho: desenhe no formato de seu olho para uma aparência menos pesada e mais natural.



4. Esfume com uma sombra de outra cor: Não é porque vc virou uma bailarina de tribal que vai jogar no lixo todas as outras sombras!!! Experimente esfumar a sombra preta na área do côncavo com uma sombra de outra cor, vai ficar must. A Sharon Kihara usa bastante uma cor da MAC que se chama "Plum dressing", é um bordô maravilhoso, e dá um efeito muito bonito junto com a sombra preta.



5. Não dispense o uso do iluminador: É habibas! Olho preto sem iluminador fica feio mesmo... Pegue aquela sua sombra branquinha com brilhinhos e passe logo abaixo das sombrancelhas para iluminar.

6. MARQUE SUAS SOMBRANCELHAS. PELO AMOR DE DEUS! Isso, juro, conto nos dedos de uma mão a bailarina que faz. Em 100% dos casos ela está lá, toda maravilhosa de sombra pretona, com a sombrancelha toda falhada... que é isso...

Bom meninas, espero ter ajudado!


Para tutoriais maravilhosos com sombra preta, visitem o site da Marlena: http://www.makeupgeek.com/. Os tutoriais são em inglês, mas os vídeos são super bem feitos, então dá pra seguir os passos direitinho, mesmo sem entender a língua. Se divirtam!!!


Beijão!!!

08 outubro 2008

1

As Maiores Marcas da Dança do Ventre


**** Alta do dólar me deprime... buáaaaaaaaaaaaaaaa **************

Dando uma olhadinha na banca de jornal, notei que a Grazi Massafera tá bombando. Capa de umas 3 revistas, vários comerciais veiculando na mídia, protagonista de novela, enfim.. A imagem da mulher VENDE!!!!

Transportando isso para a Dança do Ventre, passei então a me perguntar: quais são as marcas, as "major brands", as grifes da dança do ventre no Brasil? Aqueles nomes que transmitem confiança e emanam qualidade? Muito bem. Embora a MINHA OPINIÃO PESSOAL não esteja envolvida nisso, diante das minhas andanças no meio, e participações em fóruns e comunidades do Orkut, resolvi elencar algumas marcas que se destacam em nosso meio:

KHAN EL KHALILI - Acredito que é a marca mais forte. Confere selos de "padrão de qualidade" que realmente fazem diferença na carreira de quem os possui. Perdeu força com a dissociação da escola, e também com as várias controvérsias criadas pelo Sr. Jorge Sabongi em suas andanças pelo Orkut (lembram da história das maçãs podres?). Mas como esses dias estão lá no passado, tendem a ser esquecidos e a casa de Chá permanece firme, buscando ser mais forte do que nunca.

LULU SABONGI - É a grife da Dança do ventre. Enquanto bailarina e enquanto professora. Tem uma carreira sólida no Brasil e no exterior, e é a maior "imagem de qualidade" de bailarinas que dançam na terra brasilis. Está buscando a consolidação da marca Shangrilá como escola de dança.

LUXOR - Em matéria de Escolas de Dança é a marca mais forte. Eu pessoalmente sou admiradora do sr. Leonel, porque acho que ele é o maior marketeiro de dança de todos os tempos. Transformou a Hayat em "grande mestra", embora o nível técnico dela seja igual ao de muitas por aí que não se chamam de mestras, quando se separou da Hayat manteve a descrição, para que a marca não fosse comprometida, e hoje trabalha para consolidar a Luxor na liderança. É ainda um grande organizador e eventos e todo ano traz um artista DE PESO do meio. Não é para qualquer um não.

OMAR NABOULSI E BELLYDANCE - Está para o agenciamento de bailarinas no exterior como a Telefônica está para o fornecimento de telecomunicações. Embora existam muitas conversinhas "de esquina" sobre o que as bailarinas realmente fazem quando estão nos países árabes, ele é O CARA a se procurar quando se quer dançar fora do Brasil. Está fortalecendo o selo "Bellydance" enquanto padrão de qualidade, até porque conquistar o tal selo é se tornar visível para o próprio Omar Naboulsi.

TONY MOUZAYEK - É a voz da música árabe no Brasil. A relação das admiradoras de dança com o Tony é bem engraçada. Quando iniciamos na dança, só temos acesso aos CD's do Tony, aqueles que compramos nas bancas e nos supermercados. Ele é a única referência, e amamos de paixão. No avanço do nosso caminhar na dança, passamos então a "torcer o nariz" para o Tony (que é brega, quem dança isso?), e só queremos saber de Om Koulthoum, Fairuz, Farid el Atrashe, Mohamed Abd el Wahab (que são chiques)... Daí então, quando a bailarina quer se estabelecer profissionalmente volta a amar o Tony de paixão, porque quer espaço para dançar nos eventos que ele produz, que, convenhamos, traz muita visibilidade.... viu, como é engraçado?

ATELIE TONY E ROBBY - É IMPRESSIONANTE como uma marca que produz peças caríssimas consegue se manter viva e com força no mercado por tanto tempo. Sim, porque se você pensa que com 500 conto vai vestir um figurino produzido por Robby Moutinho... minha filha... tá muito enganada. Mas o fato é que um grande contingente de bailarinas que atingem um "certo nível" e querem mostrar o seu "upgrade" vão CORRENDO no Robby pra produzir um figurino.

ADELITA CHOHFI - É sempre um prazer falar de Adelita, e ver o quanto a marca "Adelita Chohfi" cresceu no meio de Dança do Ventre. Ela é a fotógrafa das estrelas (incluindo Moi!!! Eehheeheh) e produz ensaios belíssimos. É também uma batalhadora que está na maioria dos grandes eventos de dança fazendo fotos belíssimas e mais importante do que isso: realizando sonhos.

SHAIDE HALIM - É a "major brand" do tribal no Brasil, embora defenda um estilo de tribal que não é o mais popular. Tem uma cia de bailarinas profissionais que encanta platéias no país inteiro - a Cia Halim - , é chamada para ministrar workshops no Brasil e no exterior, e está desenvolvendo vários projetos com grande tendência ao sucesso.

MERCADO PERSA - Em relação à eventos, é a marca mais forte do país. O Mercado Persa é o maior evento de Dança do Ventre da América Latina a despeito dos vários contratempos que enfrenta. O Clube Sírio já está ficando pequeno, os resultados do campeonato nacional várias vezes são considerados manipulados, há quem diga que os destaques são aqueles que pagaram pra se destacar, mas.... quem se importa? O lance é que todo mundo quer estar no palco principal do Mercado Persa!

Acredito que toas estas marcas estão no lugar em que merecem estar, e acho que existem outras que estão na batalha e vão chegar, loguinho, loguinho... mas isso é conversa pra outro dia.


Grande beijo.

06 outubro 2008

0

Se joguem!!!!!!!


Mesmo com o dólar alto, nossa querida Non Pareil Boutique faz a sua parte para continuarmos nossas comprinhas. OU seja: dimimui o preço. EEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!!

04 outubro 2008

2

God Save the Queen - Randa Kamel

God save our gracious Queen, - Deus salve nossa graciosa Rainha
Long live our noble Queen, - Longa vida à nossa nobre Rainha
God save the Queen: - Deus salve a Rainha
Send her victorious, - Envie a ela um vitorioso,
Happy and glorious, Feliz e glorioso
Long to reign over us: Longo reino sobre nós
God save the Queen. - Deus salve a Rainha

Às vezes fico me perguntando se eu não estudo demais a Randa Kamel, se não devia dar um espaço a mais para outras bailarinas e tal, mas não consigo... JURO, NÃO CONSIGO achar defeitos nessa bailarina. Ela está lá no meu Olimpo da dança, do ladinho da Naima Akef, Nadia Gamal, Tamallyn Dallal, Orit Maftsir e Soraia Zaied (depois falo do meu Olimpo das bailarinas que dançam na Terra Brasilis, tá?). Mas como temos bastante material dela, principalmente pelo fato de ela ter vindo ao Brasil algumas vezes, ela ocupa muito mais meu tempo de estudo.

Há quem reclame que a Dina não tem postura - a Randa tem...
Há quem reclame que os giros das egípcias não são "clássicos" - a Randa gira belíssimamente bem...
Há quem reclame que as bailarinas do Egito apelam para a vulgaridade - a Randa é sexy na medida certa...
Há quem reclame que o quadril é uma das maiores dificuldades da bailarina - a Randa tem um quadril maravilhoso e soltinho...
Há quem reclame que as bailarinas são caricatas e de expressão "copiada" - a Randa não só dança, como "interpreta" a música, e mesmo não falando árabe a gente meio que "entende" o que ela está dançando...

Enfim... vou ficar falando um monte de como ela é maravilhosa! E é mesmo.

Com vocês: Randa Kamel

01 outubro 2008

2

Professora de Dança do Ventre ou Professora de Maquiagem?



Olá ayunis!!!!

Tenho observado nos últimos tempos o crescimento assustador da oferta de "Workshops para Maquiagem direcionados à Dança do Ventre". É um mercado em franca expansão – a professora que é bailarina está acostumada a se maquiar para os eventos, resolve então juntas as alunas, cobrar seus R$ 50 a R$ 80 e distribuir suas dicas valiosas.

Pera aí!!! Será que o fato de se maquiar sempre para eventos te credencia a cobrar 50 paus, ir pra frente de uma sala dar aula de maquiagem?

É complicado. Eu pessoalmente participei de 3 workshops de maquiagem promovidos por bailarinas, e um sem número de cursos de maquiagem oferecidos por fabricantes: Payot, Boticário, Contém 1g, cursos da Ikesaki... De todos os cursos de fabricantes levei algo que se "aproveitou" no meu modo de maquiar, nem que fosse a forma de segurar um pincel. E de todos os workshops de maquiagem ministrados por bailarinas não aproveitei NADA na minha forma de maquiar. Por que será?

O primeiro motivo é: quem uma bailarina sabe maquiar melhor? Ela mesma, com certeza. Quais os produtos que ela conhece melhor? Os que servem para a pele dela, com certeza. Quais as cores que ela conhece melhor? As que melhor se adequam à cor de sua pele, com certeza. Qual o formato do rosto que ela conhece melhor? O dela, com certeza.

CLARO que tudo isso influencia na forma de maquiar. A maquiagem que funciona melhor em mim não é a que funciona melhor em você, e não será a melhor forma de maquiar a aluna também. Cada pessoa tem um tipo de rosto, um formato de olho, uma cor e um tipo de pele, e tudo isso tem que ser levado em conta na elaboração da maquiagem. Sinceramente habibas, em nenhum workshop de maquiagem promovido por bailarinas NINGUÉM me falou isso.

O segundo motivo é que um MAQUIADOR é um cara preparado justamente porque conhece todo tipo de pele, formato de rosto, enfim, estudou pra isso. Dificilmente você encontra bailarinas que "lecionam" maquiagem que tenham pesquisado MATERIAIS, PRODUTOS, PREÇOS e etc.. Ensinar uma pessoa a se maquiar é também encontrar o produto mais adequado para a pele dela. Se a pele é oleosa, aquela suuuuper base líquida que vc AMA DE PAIXÃO e recomenda pra todo mundo não é a melhor opção para a aluna. Também envolve conhecer o contexto FINANCEIRO do seu público. Ter informações disponíveis sobre preços, pesquisar mesmo. Se uma aluna perguntar o preço de um duo de sombras da Vult, por exemplo, vc saber que os preços variam de R$ 5 a R$ 7,50, dependendo da região. Passar a informação completa. Não é isso que apregoamos em relação à técnica da dança?

Então.. uma informação muito básica em cursos de maquiagem em qualquer lugar que você vá, é que a qualidade da sua maquiagem está diretamente relacionada ao bom manuseio dos pincéis, que são uma ferramenta indispensável para quem quer fazer uma boa make. Qual foi a bailarina que me disse isso mesmo? Ah, tá: NENHUMA.

E o que me deixa mais nervosa ainda são aqueles anúncios: TÉCNICAS EGÍPCIAS de maquiagem para dança do ventre. Via de regra a gente sai com a cara de Cleópatra do Paraguai. É um tal de gente que NÃO TEM o domínio do delineador líquido tentar ensinar a aluna fazer aquele desenho do olhar igualzinho àquela famosa estátua da Nefertiti que pelamordeDeus...

Tirando nomes como GISELE BOMENTRE, MAÍRA MAGNO e a própria SORAIA ZAIED, ninguém mais no Brasil tem condições de ensinar técnicas egípcias de maquiagem. Essas três eu confio porque estiveram lá por mais de, digamos alguns dias, e puderam acompanhar a forma de maquiar dos caras.

Se você quer ter esse diferencial no seu currículo, POR FAVOR: faça um trabalho decente. Faça cursos, pesquise materiais (isso talvez envolva colecionar maquiagem tá – sabe aquela malinha que não cabe mais nada? Apois...), dê a informação completa.

Respeite o rosto de sua aluna. Ensine-a a valorizar os pontos fortes DELA, e não os seus. Ajude-a a encontrar a melhor forma de maquiar com os produtos que ela tem. Faça com que ela aprenda a se sentir uma DEUSA quando terminar sua make, e não uma Cleópatra vinda diretamente do Paraguai.

Ou então faça como eu tenho feito:
Reúno minhas alunas e TROCAMOS EXPERIÊNCIAS. Eu aprendo com elas, elas aprendem comigo. E o respeito que se adquire quando se é capaz de admitir as próprias limitações, sinceramente? Não há dinheiro que pague.

Um chero!!!

29 setembro 2008

1

Quando todo cuidado é pouco...

Meninas...

Muito está se falando por aí do tal video da Aysha das Super Noites do Harém, no qual supostamente aparece a "coisinhas" dela.
Isso entra no rol das coisas que "shit happens". A Aysha é uma bailarina fantástica, tem uma leitura musical impecável, um quadril que é para poucas, e é uma batalhadora no meio da dança do ventre, inclusive formou muitas bailarinas que hoje se apresentam profissionalmente.

Acredito que a escolha por um shorts cor da pele não foi a melhor, mas NADA, digo, NADA desmerece a dança, aliás, uma apresentação impecável por parte da bailarina.

Tudo isso serve de lição pra todas nós. Não existe dança à prova de erros, nem bailarina à prova de erros. Embora nos tentem convencer do contrário, no meio da dança existem SERES HUMANOS, passíveis de erro, mas com toda a graça e beleza de um ser imperfeito.

Abaixo uma apresentação que, essa sim, deve ficar na memória de todos os apreciadores de dança:

26 setembro 2008

5

Será que dá para viver de Dança?


Esta é uma pergunta que me faço todos os dias. Será que dá para viver de dança mantendo o compromisso com a arte sem se inclinar para o ganho financeiro?

Toda vez que saio de uma situação f***** no trabalho me ponho a pensar "puxa vida, eu poderia viver de dança né? Pensando só nos prós:

1. Minha qualidade técnica com certeza seria beneficiada, porque eu teria um tempo muito maior para desenvolver meus estudos;
2. Minha qualidade de vida iria com certeza aumentar, pois eu amo dançar;
3. Eu teria mais tempo para minha casa, desenvolver minhas tarefas como dona-de-casa, enfim...

Vários prós.
Mas daí fico pensando na questão financeira. Quanto DE DINHEIRO uma bailarina precisa fazer para ter uma vida digna?

Vamos colocar na ponta do lápis? Vamos partir do pressuposto que existe a necessidade de alugar um local para abrir uma escola:

1. Aluguel de sala comercial / casa / apartamento: R$ 500,00
2. Despesas com água / luz / telefone / internet: R$ 200,00
3. Pagamento de INSS sobre 2 salários mínimos: R$ 166,00
4. Convênio médico (porque quem trabalha com o corpo não pode deixar de ter) R$ 80,00
5. Fundo de reserva para compra de figurino R$ 100,00
6. Fundo de reserva para workshops: R$ 100,00
7. Fundo de reserva para aulas regulares (cursos profissionalizantes, ballet, qualquer coisa) R$ 150,00
8. Fundo de reserva para aquisição de material didático: R$ 50,00
9. Gastos "estéticos" mensais: cabelo e depilação: R$ 50,00

Só nestas despesas temos um total de R$ 1.396,00.
Se a bailarina quiser ainda incrementar seu orçamento fazendo show, teremos um gasto com combustível. Acrescentemos a isso então uns R$ 200,00.
Total geral: R$ 1.596,00. Isso é custo FIXO habibas. Aquela grana que "tem que ter", faça chuva ou faça sol. Eu finalizaria isso com R$ 2000,00 porque todas as pessoas querem ter aquela graninha pra almoçar fora de vez em quando, ir ao cinema, etc, etc, etc..

Quantas alunas é preciso ter pra bancar um gasto desse? Quantos shows é preciso fazer? - Vejamos:
Mensalidade R$ 50,00 - 40 alunas
Mensalidade R$ 70,00 - 29 alunas

Digamos que vc ganhe por evento uns R$ 40, vc teria que realizar 50 eventos no mês pra fazer R$ 2000,00. Ou então ter 20 alunas, e fazer 25 eventos.
Sinceramente? Nenhuma das escolas pelas quais passei (com exceção da Casa de Chá) tinha 40 alunas. NENHUMA.
Só para não criar polêmica, quando falo de uma mensalidade de R$ 50,00 é pensando na região onde eu moro. Talvez onde você mora exista condições de cobrar um pouco mais... são só hipóteses.

A VERDADE é que eu bato palmas MESMO pra quem consegue.
Bato MAIS, MUITO MAIS palmas pra atitudes como por exemplo, da Shaide Halim, que todo mundo conhece, tem um puta talento, mas de tempos em tempos oferece bolsas de estudo, no ano em que estudei com ela MAIS DE UMA VEZ escutei que em tempos de dificuldade financeira não precisava me preocupar, porque o mais importante era meu interesse e amor pela dança... E hoje quando a vejo ovacionada pelas platéias de São Paulo afora, sinto orgulho e satisfação de ter acompanhado a batalha dela por um ano, e vejo que é merecido.

E pra todas as professoras de dança que vivem da dança e não romperam o compromisso com a arte, um salve e uma calorosa salva de palmas!!!

Grande beijo.

24 setembro 2008

3

Como se avalia uma dança? - Por Luanna Mello


Em todas as profissões, sempre existem polêmicas quando se trata de sistemas de avaliação. Na dança, isso não é diferente. O indiscutível é que quanto mais preparados e qualificados forem os avaliadores, mais credibilidade o processo tem.

Mas como definir quais profissionais são ou não qualificados?

A saga dos concursos

- O que é um profissional qualificado?Dançar bem e acima da média é imprescindível. Mas a qualidade técnica e teórica não garante que o profissional esteja preparado para avaliar alguém. O contexto é a base de tudo. Por exemplo, existem muitos concursos de Dança do Ventre e na maioria deles - senão em todos - o jurado chega em cima da hora, senta numa cadeirinha e recebe uma ficha com vários tópicos que deve dar nota. Tem que entregar a ficha correndo, então avalia tudo com pressa por que the show must go on. Além disso, dependendo do evento, ele passa o dia todo sentado, cansado.

Digo isso com propriedade, por que já fui jurada de vários concursos, grandes e pequenos.Além do que, chega uma hora que ele não aguenta mais ver bailarinas. Ás vezes foi chamado pra julgar uma ou duas categorias, só que o jurado da próxima categoria faltou e ele acabou julgando o concurso todo. Essas condições comprometem a avaliação de qualquer profissional.

E além de comprometer o resultado, é uma grande falta de respeito com quem concorre, por que já é difícil ter um resultado justo com um júri preparado, imaginem com um júri mal organizado. O correto mesmo, eu nunca vi na Dança do Ventre: Reúnir os jurados alguns dias antes do evento e discutir o sistema de avaliação. O que vai ser levado em conta e como cada ponto será julgado. Além de muuuitos outros fatores que precisam ser definidos.Eu mesma, quando jurada, sei que algumas das minhas notas não foram tão justas quando deveriam.

Ninguém avalia uma dança satisfatóriamente em três minutos. Não mesmo. Os jurados tinham que fazer suas anotações, guardá-las e se reúnirem após o término de cada categoria para discutir e debater juntos quais serão os resultados. Para isso os concursos devem deixar de visar o dinheiro e o imediatismo para dar mais valor à qualidade e à credibilidade.Eu já participei de muitos concursos como concorrente, como jurada, como professora e como espectadora, e de todas as maneiras vi deficiência, amadorismo e falta de seriedade no sistema de avaliação.

Por isso hoje, não incentivo mais ninguém a participar. Quando o sistema de avaliação se tornar mais sério, eu volto a prestigiar os concursos de Dança do Ventre.

Pré-Seleção Khan el Khalili

Nesse ponto temos que bater palmas para a pré-seleção da KK. Por mais que falem mal, foi a avaliação mais inteligente que recebí na Dança do Ventre. Tenho minhas ressalvas, mas são opiniões pessoais. Tenho críticas em apenas dois pontos: Primeiro, acho que em todas as etapas eles deveriam ser ainda maaais exigentes, algo como "passar no teste da Royal..."
Isso aumentaria ainda mais a importância do selo e a qualidade das bailarinas da casa. Minha segunda observação é que tenho minhas dúvidas se todas as bailarinas da banca sabem avaliar as participantes sem deixar o ego e a competição de lado, dois fatores INDISPENSÁVEIS para uma avalição competente. Afinal, deve ser muito difícil julgar com imparcialidade alguém melhor do que você mesma.
De resto, sem críticas. Participar da pré-seleção foi algo que me acrescentou muito. As avaliações que recebí do Jorge e da Lulu foram bem pertinentes. Algumas correções que fizeram eu nunca tinha me dado conta. Mas gostaria que eles tivessem sido mais cruéis, por que a crítica de alto nível é a melhor forma de evolução.
Nada é tão eficiente.
Pra mim, esse é o melhor sistema de avaliação que existe no mercado da Dança do Ventre no Brasil. Sei que muita gente critica, mas só quem participou é que sabe o quanto é útil. Não importa se você passou. A viagem vale mais que o destino e receber uma avaliação de alto nível vale mais do que dançar na Casa de Chá ou ter sua foto no site. Até por que, o Padrão de Qualidade da Casa de Chá não se compra como outros padrões que estão à disposição no mercado.
E tem mais, se acham tão ruim, preconceituoso, corrupto e ineficaz, por que ninguém até agora conseguiu fazer algo melhor?

D.R.T.

Bom, esse, nem merece comentários...

Campanha "Pelo Fim do Amadorismo!"Mais uma vez, minha campanha entra em ação. Tô de saco muito cheio desse amadorismo que envolve nosso meio. Tudo é feito nas coxa, de qualquer jeito e por três motivos:1. Fazer por fazer2. Para se auto-promover3. Para ganhar uma graninhaPor isso, no nosso meio, o título de campeã em alguma coisa, nem sempre significa algo, e olha que eu mesma tenho vários desses títulos!

Artigo publicado originalmente em

http://www.luannamello.com.br/
http://www.dancadoventre.art.br/
************************************************************************
Luanna é uma bailarina fantástica. Adoro vê-la dançar...

Fui julgada por ela em 2005 no Mercado Persa, na categoria amador... Não passei da primeira fase, acho que ela me canetou, eheheh.. Pra mim foi uma lição de humildade, do tipo "vai pro espelho menina, ainda não tá na hora..."

Quero compartilhar com vocês a experiência, de que em 2004 eu estava lá quando Luanna tirou o 3o. lugar no Concurso Nacional de Dança. Aquela Luanna era uma... A que foi campeã em 2006 era A-B-S-O-L-U-T-A-M-E-N-T-E outra. Parece a dança dela evoluiu 1000000 anos em 2.
Acho que 2006 foi o campeonato mais polêmico por causa do maldito do tema "Fogo"... Eu hein... Mas mesmo dançando uma música lenta, a expressão de Luanna era como se no início fosse uma chaminha bem pequena, e quando o ritmo se apresenta, fosse uma labareda, daquelas bem altas sabe? Merecido título...

Este é o vídeo da apresentação que deu o título nacional a Luanna. Se deleitem!

E Lu, obrigadíssima pela autorização de publicar o artigo no blog, tá?




23 setembro 2008

0

Música nova... vida nova!!!!!!!!!!

Olá ayunis...

É triste a notícia, mas A-C-A-B-O-U nosso trabalho com a música Bent il Balad. Fizemos dois festivais, foram ótimas experiências, não é mesmo? Vocês foram maravilhosas, fizeram um belíssimo trabalho.

Apois agora...

Vamos dar continuidade ao nosso trabalho com a música Aziza, que exige muuuuito treino e dedicação. Tenho certeza de que vocês vão arrasar mais uma vez.

Para dar mais uma inspiraçãozinha: Naima Akef, dançando Aziza!


video
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...